Muitos consumidores já compram diversos produtos levando em consideração a identificação de funcionalidades e características fornecidas nas etiquetas de QR code ou código de barras aplicadas estrategicamente.

Entretanto, esse é um aspecto que pode ser mais bem explorado no marketing de produto. O potencial de um produto está ligado ao grau de utilidade que ele apresenta ao consumidor — informações bem divulgadas são um chamariz de vendas.

O objetivo deste post é analisar a eficiência da utilização de elementos como o QR code ou código de barras no marketing de produto. São recursos que podem reter e fidelizar clientes de maneira simples, mas abrangente!

O que é o QR code e o código de barras?

Vamos começar pelo QR code, que é um tipo de codificação com grande capacidade de armazenamento de informações e leitura bidimensional. Com uma leitura rápida realizada por um leitor com scanner, as informações são decodificadas e convertidas em texto.

A leitura do código presente na embalagem pode ser vertical ou horizontal e, quando executada, fornece mais informações sobre um produto, disponíveis em um site da marca — uma vez no ambiente do site, o consumidor pode se interessar por outros produtos.

Já o código de barras é o modelo mais tradicional — normalmente utilizado nas lojas e nos supermercados — com representação gráfica mais simples, embora tão eficiente quanto o QR code.

Os dados utilizados se misturam entre gráficos, numéricos ou alfanuméricos e só podem ser lidos e interpretados por um equipamento com funções específicas de escaneamento quando passado sobre a etiqueta.

Os códigos de barras mais utilizados são EAN (de padrão europeu, composto por 13 dígitos e utilizado mundialmente),.

Como uma espécie de identidade funcional do produto, o código de barras tem uma numeração única no mundo, o que permite a geração de informações específicas sobre as características e o preço, além de facilitar a baixa sistematizada no estoque.

Como esses elementos ganharam nova função com o marketing?

Até agora falamos sobre as especificidades técnicas desses dois elementos, mas como eles podem agregar valor às campanhas e propagandas gerenciadas pelo marketing de produto?

Desde que a concorrência passou a um campo além das lojas físicas e ganhou espaços virtuais práticos e modernos, os dispositivos móveis se tornaram um recurso bem mais amplo e de maior utilidade.

A praticidade e a agilidade ao utilizar um celular, por exemplo, para a leitura de dados em código de barras ou QR code, obrigou muitos fabricantes a modernizar a produção e incluir o máximo de informações possíveis nas embalagens para não perder a atenção do consumidor.

Quais as características dos códigos podem ser utilizadas pelo marketing de produto?

Depois de ter seu uso — principalmente o QR code — subestimado no mercado, esses elementos voltam repaginados e com funções mais contundentes para auxiliar nas estratégias do marketing de produto.

Se antes eles eram usados para fornecer dados e informações de forma prática e rápida aos consumidores, agora, podem incorporar campanhas de divulgação e assim, fortalecer uma marca que tenha por objetivo, causar impacto positivo e uma experiência agradável ao consumidor.

Dificilmente vamos encontrar um consumidor que não leve consigo um smartphone operando nos sistemas IOS ou Android. Esses aparelhos dispõem de câmera com leitor para escaneamento de um código como o QR code.

Essa facilidade permite que os fabricantes e as lojas disponibilizem nas embalagens e etiquetas, informações preciosas sobre qualquer produto. A leitura do código, agora, não direciona apenas a um site, mas abre um leque de possibilidades.

O QR code pode ser aplicado nos mais diversos contextos — espaços culturais, restaurantes, lojas de departamentos, cartões de visitas, cadastros variados, além das tradicionais embalagens — e apresentar funcionalidades diferenciadas que detêm a atenção do consumidor no detalhamento de informações.

O código de barras é também eficiente e mantém firme a proposta de facilitar procedimentos e agilizar as compras do consumidor, mas é mesmo o QR code que disponibiliza uma gama maior de recursos em uma conexão mais instantânea.

Imagine que para as compras em grande volume será preciso oferecer um sistema de informação e pagamento mais apropriado. Dessa forma, aquele consumidor que foge das aglomerações e grandes filas dará preferência para o seu negócio.

A ideia do marketing de produto é chamar a atenção para determinados itens e municiar o consumidor das informações mais interessantes, capazes de convencer e estimular a decisão de compra.

Se o foco principal é colocar as pessoas e os produtos em conexão, nada mais estratégico do que recorrer a uma solução que proporcione um encontro moderno, objetivo, rico de detalhes para melhorar o desempenho do negócio.

O marketing de produto é um braço dinâmico e antenado do marketing, que precisa compreender o perfil do consumidor para implementar as melhores práticas de retenção e vendas, por isso se vale de sete importantes estágios:

  • desenvolvimento do perfil dos consumidores para entender quem é o público-alvo;

  • posicionamento e mensagem que determinam quais são os diferenciais do produto e o que ele oferece de verdade;

  • educação da empresa sobre o posicionamento e mensagem;

  • criação de um plano de lançamento define como ele chegará ao mercado;

  • criação de conteúdo para o lançamento com uso adequado das palavras para promover corretamente o produto;

  • preparação da equipe para a padronização do atendimento;

  • lançamento no mercado que deve obedecer a critérios e um planejamento bem elaborado.

Dentro desses estágios é possível introduzir a ideia de ter elementos codificados por meio do código de barras ou do QR code para diferenciar produtos e agilizar atendimentos. O QR code permite, inclusive, ao consumidor, maior autonomia sobre as suas compras.

A incorporação de elementos codificados e de interpretação versátil abre margem para um novo cenário mercadológico, em que a tecnologia alcança patamares maiores e se alia ao marketing de produto não apenas como recurso sistêmico, mas uma solução inovadora.

Se você curtiu este artigo e deseja saber como melhorar a performance do seu negócio para alavancar as vendas, leia agora mesmo as 7 estratégias de marketing para servir de inspiração e chamar a atenção do consumidor para a sua marca!

Banner Tudo que você precisa saber sobre Código de BarrasPowered by Rock Convert