Quem trabalha com a comercialização de alimentos certamente já ouviu falar no código EAN 13. O uso do código de barras, mesmo para quem trabalha com produtos caseiros é uma maneira inteligente de formalizar o seu negócio, facilitar a estocagem e o registro de produtos e transmitir confiabilidade aos compradores. 

Entretanto, na hora de aderir a codificação, é sempre importante levar em consideração o modelo indicado para o tipo de produto em questão. Lembre-se de que, cada dígito tem uma razão para estar ali e carrega consigo um elemento de identificação, que deve ser condizente com o item oferecido. 

Neste post, falaremos especificamente do código EAN 13. Se você deseja entender melhor sobre como aplicá-lo, acompanhe conosco. 

Afinal, o que é o código EAN 13?

EAN é a abreviação de European Article Number (Número europeu de artigo, em tradução livre), um código adotado pela Europa, composto por 13 dígitos. 

 

Por que surgiu  para que serve o EAN 13?

Há algumas décadas, vender produtos (especialmente no varejo) era muito mais simples. Os itens em geral apresentavam algumas poucas opções de cores, modelos e sabores e era comum vermos pequenos armazéns de bairro que ainda utilizavam uma calculadora para somar o valor das compras. 

Hoje em dia, a variedade oferecida pelo mercado soma-se às rotinas, que estão a cada dia mais corridas. Dessa forma, o código de barras surgiu como uma maneira de agilizar o processo de registro de mercadorias. Vender, comprar e gerenciar estoque se tornou muito mais fácil, quando a partir de um leitor óptico, tornou-se possível contabilizá-los. 

Onde o EAN 13 deve ser aplicado e como deve ser emitido?

O ideal é que você aplique o código de barras em todos os seus produtos, sejam eles industrializados ou mesmo caseiros. Ele deve constar na etiqueta dos itens, com largura e resolução adequadas à correta leitura. Para emiti-lo, você precisa se registrar na GS1 e pedir acesso ao CNP, Cadastro Nacional de Produtos, para poder criar os códigos.

Quais as vantagens do uso do EAN 13?

Utilizar o código de barras para a identificação de produtos reduz a incidência de falhas humanas, já que a contagem e registro de itens pode ser feita a partir da leitura óptica e lançada simultaneamente em um sistema de controle. Trata-se de uma maneira de garantir que seus produtos sejam devidamente registrados, facilitando a a realização de inventário de estoque e relatórios de vendas. 

Como se pode ver, o código EAN 13 chegou para revolucionar o comércio e se tornar um dos processos de gestão de produtos mais ágeis e efetivos para o seu negócio. 

Se você está interessado em implantar códigos de barras em seus produtos, entre em contato conosco e conheça nossos serviços. 

Banner Tudo que você precisa saber sobre Código de BarrasPowered by Rock Convert