Você sabia que existem diversos tipos de códigos de barras no mundo? Eles estão presentes em nosso dia a dia, mas, como consumidores, não prestamos muita atenção. Contudo, na posição de empresário, é importante conhecer os diversos tipos e as funções dos códigos para garantir maior eficiência para o negócio.

Portanto, vamos apresentar cada um dos seis principais tipos de códigos de barras utilizados no mercado atual, trazendo informações sobre suas composições, significados e principais aplicações. Confira!

1. EAN/UPC

O EAN (European Article Numbering) e o UPC (Universal Product Code) são, atualmente, os tipos mais utilizados. O primeiro, como o próprio nome sugere, é mais usado em países europeus. No entanto, ambos são igualmente aceitos no mundo todo. Apenas sistemas muito arcaicos restringem o uso de somente um deles.

Esses padrões foram desenvolvidos para serem usados nos PDVs (Pontos de Vendas). Sendo assim, estão presente em quase 100% dos produtos que circulam pelo varejo. Suas estruturas facilitam a identificação pelo equipamento de leitura — e por isso são tão difundidos.

O EAN é um código que, em geral, tem 13 algarismos que contemplam as seguintes informações:

  • país de origem;

  • fabricante;

  • identificação do produto;

  • dígito verificador.

Já o UPC conta com 12 dígitos distribuídos da seguinte forma:

  • tipo de produto;

  • dados do fabricante;

  • código do produto;

  • dígito verificador.

Ambos os padrões contam com versões reduzidas, mas que são menos utilizadas.

2. GS1 DataBar

O GS1 DataBar compreende uma família de sete tipos de códigos, dos quais quatro são escaneados no PDV. A principal característica desse tipo de código de barras é que ele é bem menor do ponto de vista físico. Com isso, ele pode seraplicado em produtos menores, como os do setor de hortifrúti.

Outro diferencial importante é a maior capacidade de armazenamento de dados. Sendo assim, ele pode contemplar informações sobre o lote e a data de validade, por exemplo.

As principais aplicações desses tipos de códigos de barras são:

  • frutas, verduras e legumes;

  • componentes eletrônicos;

  • cosméticos;

  • joias e bijuterias;

  • ferragens.

Comparado ao EAN e ao UPC, ele é mais flexível quanto ao uso e garante maior rastreabilidade e controle do prazo de validade.

3. GS1-128

O suporte de dados GS1-128 é o padrão ideal para as atividades logísticas. Além da identificação, ele também pode conter informações variáveis, como:

  • número de série;

  • data de validade;

  • medidas;

  • número de lote de produção.

É formado por um padrão alfanumérico flexível e configurável. Assim, é facilmente adaptado a diversos tipos de necessidades. Inclusive, ele pode ser lido pela maioria dos leitores ópticos a laser disponíveis no mercado.

Por ter sido desenvolvido especialmente para a cadeia de transporte e logística, o foco é garantir a máxima rastreabilidade. Por isso, ele permite a inserção de diversos tipos de dados que ajudam a identificar a origem de cada produto.

4. ITF-14

O ITF-14 é mais um dos tipos de códigos de barras mais voltados para a área da gestão logística. Ele facilita o acompanhamento dos pacotes, visto que foi criado para possibilitar a impressão direta em alguns tipos de materiais. Ele é caracterizado pela dificuldade em garantir uma boa definição da imagem, que é fundamental para a leitura correta do código.

É o caso, por exemplo, das caixas de papelão, que são os principais tipos de embalagens utilizadas nos transportes de mercadorias no país. O código é impresso diretamente na embalagem externa e pode identificar origem, fabricante, lote, entre outras informações. Ele garante uma excelente rastreabilidade e segurança para o produto e para o receptor das encomendas.

5. GS1 Data Matrix

Ao contrário dos modelos apresentados até aqui, o Data Matrix é um código bidimensional com grande capacidade de armazenamento de informações em um espaço bastante reduzido. Por sua natureza não linear, ele não pode ser usado em PDVs, como supermercados, farmácias, padarias e açougues, já que a sua leitura não é feita por leitores comuns, mas sim por câmeras digitais.

Uma grande vantagem que esse tipo de codificação apresenta é a possibilidade de impressão direta no produto. Nesses casos, ele pode ser gravado a laser, tornando-se mais resistente a condições adversas, como os desgastes provocados por componentes químicos e atritos.

O setor que mais utiliza o Data Matrix é o da saúde, por garantir maior confiabilidade nas informações incorporadas e aumentar o poder de rastreabilidade de medicamentos e instrumentos utilizados por médicos, enfermeiros e farmacêuticos.

6. GS1 QR Code

O QR Code é um código que, assim como o Data Matrix, é bidimensional. Contudo, seu foco principal é servir como uma espécie de embalagem estendida. Dessa forma, ele é mais ligado às questões do marketing do produto. É formado por pontos escuros sobre um fundo branco, os quais representam dados baseados em texto. A leitura é feita por softwares ou aplicativos para smartphones.

Seu uso possibilita que um URL seja informado e leve o consumidor a uma página com informações complementares sobre o produto em questão. Ele vem sendo utilizado por diversos setores da economia, visto que seus benefícios são aproveitados em qualquer tipo de produto.

O grande diferencial do QR Code frente a todos os demais é a oportunidade de complementar as informações da embalagem. Afinal, muitas delas não têm tanto espaço disponível. Sendo assim, qualquer pessoa com um celular pode ter acesso a informações mais completas sobre o item. Inclusive, sem sequer precisar comprá-lo ou ter o trabalho de procurar pelo site.

Essa funcionalidade ajuda o time de marketing a bolar estratégias diferenciadas de divulgação. É possível até mesmo criar campanhas interativas, que estimulem a criatividade e o contato com os consumidores.

Enfim, cada um dos tipos de códigos de barras apresentados tem suas funcionalidades e aplicações mais apropriadas. De acordo com o tipo de negócio, é possível usar mais de um ao mesmo tempo. O importante é saber escolher aquele que esteja de acordo com as necessidades.

Se você gostou deste conteúdo e quer saber um pouco mais sobre o assunto, visite o nosso site e conheça em detalhes cada um dos padrões de códigos de barras que nós oferecemos!

Banner Tudo que você precisa saber sobre Código de BarrasPowered by Rock Convert