Você já pensou em aliar o código de barra e a experiência do consumidor para alavancar suas vendas na fábrica ou no comércio? O mercado está cada vez mais exigente, o que faz com que as empresas precisem se adaptar para entregar melhores produtos ou serviços, ao mesmo tempo em que aprimoram o atendimento ao cliente.

Ter funcionários educados, gentis e sorridentes já não é mais um diferencial. Como empresário, é preciso buscar alternativas mais inovadoras, que aumentem a pessoalidade e proporcionem uma experiência única e positiva aos compradores.

Quer entender qual é o papel do código de barras nessa história? Confira os detalhes no conteúdo a seguir!

Para que serve o código de barras?

A ideia do código de barras surgiu nos Estados Unidos, em 1948, quando um estudante ouviu uma conversa entre o CEO de uma grande rede de supermercados e outro aluno nos corredores da faculdade. O empresário estava em busca de algo que facilitasse o processo de gerenciamento de produtos.

O formato que conhecemos atualmente levou mais de duas décadas para ser utilizado pela primeira vez, no ano de 1974. Desde então, o sistema de codificação abriu as portas para todas as demais tecnologias adotadas atualmente na indústria e no comércio. O código de barras pode ser usado para diferentes fins, mas vamos destacar os principais abaixo.

Identificação dos produtos

A identificação dos produtos é a função principal de um código de barras. A composição de seus algarismos ocorre com base em critérios internacionais, que permitem a unicidade da identificação de uma maneira Global  do item. A maioria dos países adota o mesmo sistema de codificação.

Padronização dos cadastros

A codificação dos produtos auxilia na padronização dos cadastros, visto que o registro junto à cada GS1 local, demanda o preenchimento de alguns pré-requisitos. Dessa forma, as informações de cada código são mantidas e atualizadas nos sistemas de gestão das empresas.

Automação dos processos

A vantagem que mais se destaca no código de barras é a facilidade de leitura. Isso permite que diversos processos ao longo da cadeia produtiva sejam automatizados, tais como a separação dos lotes, a organização dos estoques nos grandes armazéns e a atualização do inventário. A aplicabilidade do benefício é quase infinita.

Como o código de barras e a experiência do consumidor podem ser associados?

Depois de entender a função do código de barras, você deve estar se perguntando o que tudo isso tem a ver com a experiência do consumidor, certo? A resposta é simples: ele serve como facilitador do processo. Entenda melhor a seguir.

Na interação com a marca

A interatividade é um dos recursos mais atrativos para os consumidores atuais. Eles gostam de participar, conversar e se sentir ouvidos pelas marcas. As interações promovem o sentimento de exclusividade e geram uma sólida ligação dos clientes com a empresa.

No acesso facilitado às informações dos produtos

As pessoas se habituaram a obter informações de forma rápida e segura, portanto desejam que isso se repita em todos os ambientes. É muito comum vermos terminais de consultas de preço espalhados pelos mercados, facilitando o acesso dos clientes.

Contudo, alguns estabelecimentos vão além e utilizam o QR Code para exibir informações mais detalhadas ou oferecem terminais mais modernos e completos. Essa autonomia é fundamental para melhorar a experiência do consumidor durante a compra.

Na facilidade ao realizar o pagamento

Quem tem mais de 30 anos se lembra da época em que os caixas de supermercado tinham filas enormes e todos os itens precisavam ser registrados, um a um, na caixa registradora. Um erro de digitação era suficiente para causar grandes problemas ao operador e aos clientes.

Com o código de barras, tudo ficou mais rápido, prático e seguro. As informações são computadas e exibidas em segundos na tela do terminal. Já existem até mercados totalmente autônomos, inclusive no Brasil, utilizando as novas tecnologias aliadas ao código de barras para tornar toda a experiência automatizada.

Na construção do design da embalagem

O principal objetivo da embalagem é proteger contra danos e agentes nocivos, além de trazer informações sobre o produto. Entretanto, há muitas décadas elas também são utilizadas para atrair e encantar os consumidores, induzindo-os à compra.

Na experiência após a venda

Depois de comprar os produtos, os consumidores ainda têm a chance de interagir com a marca. As informações e ações promovidas no pré-venda podem ser continuadas ou ter novas versões para quem já adquiriu o item. Isso aproxima o cliente da empresa e ajuda na fidelização e expansão do negócio.

Por que a experiência do consumidor é tão importante?

Os consumidores atuais são mais exigentes e a concorrência é cada dia maior. Portanto, é fundamental adotar medidas capazes de garantir que o seu produto seja melhor do que o de outras empresas. Nesse sentido, a experiência do cliente durante o processo de compra tem grande peso para a decisão.

Um produto de boa qualidade e bom preço, se não for fácil de ser obtido, perde em competitividade. Já uma marca que oferece experiências novas, divertidas, informativas ou até emotivas conquista a preferência do público.

Portanto, aliar o código de barras e a experiência do consumidor é uma excelente forma de aumentar a base de clientes e fidelizá-la. Se esses são os resultados que você espera em seu negócio, não perca tempo e comece a implementar mudanças agora mesmo!

Quer aprender mais sobre como melhorar os processos e a gestão da sua marca? Assine nossa newsletter e receba conteúdos como este em seu e-mail!

Banner Tudo que você precisa saber sobre Código de BarrasPowered by Rock Convert