O código de barra para e-commerce é um método essencial para tornar mais dinâmicos os processos de entrada e saída de produtos. Essa ferramenta facilita muitas etapas da logística de estoque, venda e catalogação de itens e, hoje, tornou-se uma aliada indispensável para empresas de diferentes portes e segmentos.

Sobretudo quando falamos de vendas em lojas virtuais, o código de barras trouxe aspectos como automação e precisão em diferentes etapas da cadeia comercial.

Descubra neste artigo a importância do código de barras para o e-commerce e quais são as vantagens dessa ferramenta. Confira!

Você sabe qual é a importância do código de barras nos e-commerces?

Atualmente, é muito comum encontrarmos diferentes lojas que são, na verdade, o que chamamos de marketplaces ou modelos de comércio eletrônico. Essas lojas também abrem espaço para outras empresas revenderem seus produtos. Esse formato de e-commerce funciona como se o negócio fosse um shopping com inúmeros lojistas diferentes.

Nesses ambientes, é comum encontrarmos empresas distintas comercializando o mesmo produto. E quando o consumidor procura, por exemplo, um modelo de fogão em um espaço desses, é graças a um código único que consegue encontrar itens com mais facilidade!

Para agilizar processos e tornar esse método de catalogação mais abrangente, existe o modelo GTIN ou Número Global do Item Comercial, que é um número identificador universal de produtos. Com ele, é possível comercializar mercadorias em qualquer país por meio de um código unificado.

Dessa forma, não importa a loja ou o país em que você procure determinado modelo de televisor: o código usado será sempre o mesmo! Isso facilita muito etapas como a intenção de compra, uma vez que o consumidor pode encontrar exatamente o que ele precisa de um jeito muito mais simplificado.

No e-commerce, esse formato é essencial para que passos como o rastreio de produtos, coordenação de logística e até a organização financeira de uma empresa sejam facilitados. Isso porque processos como o de envio de encomendas ou o de levantamento de quais são os itens mais vendidos podem ser totalmente informatizados, tornando-se muito mais ágeis.

Ainda que esse tipo de solução seja muito usado por grandes empresas, os pequenos empreendedores também podem se beneficiar com esse recurso, especialmente hoje, com o crescimento do modelo de marketplace, que facilita a participação de negócios de diversos portes.

No caso do comércio eletrônico, é importante ressaltar que o que tem valor é o código referente à identificação do produto, já que nesse tipo de comércio o desenho gráfico não possui uma função prática.

Quais são as vantagens do uso do código de barras no e-commerce?

Para quem comercializa produtos em uma loja virtual, seja ela própria ou um marketplace, implantar um código de barras é uma solução para realizar a conferência de informações com mais rapidez.

Até mesmo em buscas por sites localizadores de preço, basta usar o código EAN e todas as ofertas daquele item serão mostradas de acordo com os filtros estabelecidos.

Seja nas vendas feitas por um e-commerce próprio ou por meio de um marketplace, usar o verificador universal pode melhorar o alcance do seu produto e aumentar os índices de conversão da sua loja virtual.

Sobretudo no ambiente online, onde a presença é fundamental para ampliar vendas, os empreendedores que não investem nesse modelo de padronização estão sujeitos a perder visibilidade em um espaço altamente competitivo.

Além de melhorar o posicionamento do seu produto, investir em soluções como essa podem ajudar em diversos aspectos, como:

  • agilidade na leitura de dados – a captação de informações por códigos torna muito mais ágil e confiável o processamento de informações, melhorando setores como os de gestão de estoque, expedição, entre outros;

  • rapidez na execução – com leituras automatizadas, dar andamentos nos processos de uma empresa fica muito mais fácil. Um exemplo disso são os grandes magazines que podem localizar produtos dentro de um estoque enorme com muita facilidade;

  • redução de custos operacionais – minimizar custos dentro da operação é uma consequência da otimização dos processos, uma vez que trabalho e tempo são reduzidos;

  • melhora no relacionamento com outras empresas – sobretudo em grandes negócios, é muito comum que existam padrões de identificação para gestão de produtos. E quando falamos em modelos internacionais, estando em conformidade com os códigos de identificação. Mesmo um pequeno negócio local pode trabalhar em parceria com multinacionais.

Por que o código de barras é necessário para vender em sites como Amazon e E-bay?

Como foi explicado, os códigos de barras são responsáveis por facilitar etapas como a localização de um produto e suas melhores ofertas dentro de sites de buscas.

Principalmente no comércio eletrônico, ter uma boa visibilidade para o cliente é fundamental para atingir bons índices de conversão. Sendo assim, o código de barras também se torna também uma poderosa ferramenta de marketing para aumentar o alcance dos seus produtos e até de uma loja virtual!

Gigantes E-bay e Amazon, Dafiti, Privalia, Netshoes e Magazine Luiza são alguns exemplos de marketplaces que atuam apenas com produtos que tenham código verificador EAN.

Esse modelo de empreendimento possui centros de distribuição que abrigam o que é comercializado. Quando uma compra é feita, esse pedido chega até o sistema e por meio do GTIN é possível localizá-lo e ter a certeza de que o produto certo chegará para o cliente.

O que fazer para emitir um código de barras?

Para gerar um código de barras GTIN e vender em marketplaces de todo o mundo você precisa se filiar à GS1!

Feito isso, a sua empresa terá acesso também a um prefixo da GS1 como identificação de marca. É fundamental enviar informações sobre os produtos da empresa, área de atuação, tipo e quantidade de itens que serão codificados, entre outros dados. Essa etapa é muito importante para que a GS1 possa oferecer os códigos referentes a cada item.

Em seguida, o empresário deverá escolher o tipo de código de barras. Entre os modelos mais usados está o EAN-13, constituído por treze dígitos numéricos que correspondem às especificações dos produtos e pode ser usado no mundo inteiro.

Para cadastrar e ler os códigos de barras com agilidade, usufruindo todos os seus benefícios, é necessário investir também em equipamentos como impressoras e leitoras especiais. Eles ajudarão na automação e na eficácia dos processos.

Por fim, é necessário manter sua filiação junto à GS1 para obter as vantagens e cadastrar novos códigos de identificação de produtos.

Investir em código de barras para e-commerce é essencial para que as empresas possam garantir mais visibilidade. Essa ferramenta, além de facilitar os processos de gestão logística e de informações, ajuda a melhorar a rentabilidade de um negócio!

Gostou das nossas dicas? Quer saber mais sobre código de barras? Assine nossa newsletter e fique sabendo das principais novidades do mercado!

Banner Tudo que você precisa saber sobre Código de BarrasPowered by Rock Convert