A diferenciação das marcas no mercado atual é um grande desafio. Nesse sentido, o design de embalagem pode ser um ponto determinante. Afinal, marca o primeiro contato dos clientes com seu produto. Por isso, é preciso ter muito cuidado e atenção no processo de criação para garantir bons resultados.

Neste post, vamos mostrar como realizar um processo eficiente de elaboração de uma embalagem. Além disso, daremos algumas dicas sobre como garantir sua criatividade e eficiência ao mesmo tempo. Confira!

Como deve ser o processo de criação de uma embalagem

O design de embalagem depende de um processo que conta com diversas áreas da empresa. É claro que existe um setor, geralmente o de marketing, responsável por direcionar as atividades. Mas existem vários aspectos que demandam conhecimentos específicos.

Acompanhe abaixo os principais pontos desse processo e como eles influenciam no resultado final.

Entendimento do público

Um passo fundamental para a criação de uma boa embalagem é conhecer os hábitos e preferências dos seus compradores. Até porque são eles que precisam aprovar o resultado. Portanto, o ideal é realizar uma pesquisa.

Por meio dela, é possível identificar alguns elementos que podem fazer a diferença. Por exemplo: as preferências por cores, formatos e detalhes que ajudem a facilitar o uso, o transporte e o armazenamento do produto nas casas das pessoas.

Apresentação do produto

A função principal de uma embalagem é proteger um determinado produto. Mas ela também pode ajudar em sua apresentação. Quando bem elaborada, pode ser um dos motivos para a escolha do cliente. Caso contrário, é capaz de fazê-lo desistir da compra.

Sendo assim, ela deve destacar as principais qualidades e diferenciais do produto. Além disso, é primordial que as informações sejam colocadas de forma clara e legível. Quanto melhor for a definição das imagens e elementos utilizados, maiores serão as chances de eficiência do design da embalagem.

Cumprimento da legislação

Também é indispensável que as embalagens cumpram algumas exigências legais, de acordo com cada tipo de produto.

Produtos alimentícios, por exemplo, devem fornecer informações sobre ingredientes utilizados, além da presença de alguns componentes alérgicos. Já os produtos de limpeza precisam informar sobre perigos de contaminação.

Ou seja, cada tipo de produto tem suas particularidades. No entanto, algumas informações são mais comuns. É o caso das orientações sobre conservação, prazo de validade, dados da empresa responsável e do lote de fabricação.

Como garantir um design de embalagem criativo e eficiente

O cumprimento das etapas mencionadas anteriormente garante o básico. Mas, para conseguir se destacar e alcançar melhores resultados, é preciso se atentar a alguns detalhes. A seguir, veja os principais.

Pense na logística

Muitas empresas ainda pecam nesse quesito. Isso acontece quando a equipe responsável pelo desenvolvimento da embalagem foca seus esforços apenas na parte criativa do trabalho. Porém, é necessário atender também aos requisitos funcionais.

Significa que ela deve garantir a proteção do produto durante o processo logístico além de facilitar seu uso. Imagine, por exemplo, uma embalagem de amaciante de roupas sem uma alça. Ela poderia ser a mais bonita de todas, mas não seria funcional.

Outra prova de que a logística e a funcionalidade da embalagem podem definir o destino de um produto está na evolução das embalagens de leite. A princípio, ele era vendido em garrafas. Depois, passou a ser vendido em saquinhos.

Contudo, a grande diferença surgiu com as caixas. Além de ajudarem na conservação do produto por mais tempo, elas ainda reduziram o volume de perdas durante o transporte. Fora que são mais fáceis de armazenar nos estoques e até mesmo nas dispensas dos consumidores.

Diferencie-se dos concorrentes

Inovar é a principal forma de se diferenciar e se destacar no mercado. Por isso, é importante encontrar um jeito de oferecer uma novidade aos clientes. Em outras palavras, ir além do que todas as empresas já fazem. Afinal, o comportamento do consumidor muda ao longo dos anos.

Voltando ao exemplo da caixa de leite, seu design mudou com o decorrer do tempo. Cada empresa buscou facilitar o uso do produto de alguma maneira. Se antes as pessoas precisavam de uma faca ou tesoura para abrir uma caixinha, hoje algumas marcas oferecem tampa de rosca.

Então, procure uma solução que facilite a vida do seu cliente. Pequenos detalhes podem fazer uma diferença muito grande para ele. Com isso, você conquista a preferência do mercado e sai na frente dos concorrentes.

Trabalhe em conjunto com o setor de marketing

O seu setor de marketing deve ser seu grande aliado na criação do design de uma embalagem. Não apenas com a questão criativa e visual, mas, principalmente, de forma estratégica. Afinal, ele tem uma base de informação riquíssima sobre os clientes e prospects que deve ser utilizada com inteligência.

Portanto, esse setor é capaz de ajudar na identificação de elementos que podem acrescentar um diferencial importante ao design da embalagem.

Ele pode utilizar diversas técnicas de análise, além de pesquisas de mercado para descobrir o que os concorrentes têm feito e qual a reação do público. Esse é um modo de identificar os pontos fortes a serem utilizados a seu favor, e de levantar as melhorias que podem ser implementadas para suprir alguma necessidade específica dos clientes.

Inclua um código de barras

Apesar de ser um elemento simples, o código de barras é imprescindível em uma boa embalagem e tem um grande potencial de uso. Ele é o principal ponto de identificação do produto e pode proporcionar uma série de benefícios diretos e indiretos para a sua empresa.

Para começar, sem ele você não conseguirá vender seus produtos para varejistas e comércios em geral. Isso porque ele é um item essencial para o cadastro em qualquer sistema de gestão utilizado atualmente por esse tipo de estabelecimento.

O código de barras também facilita a gestão da sua produção. Por meio do código numérico que ele representa, sua empresa pode categorizar os produtos e inserir diversas informações relevantes.

Bom, depois de todos esses pontos levantados, fica mais fácil criar um design de embalagem mais criativo e eficiente para seus produtos. Basta ter atenção aos detalhes ao longo do processo que o resultado final será um sucesso.

Se você gostou deste artigo, também vai se interessar por este outro: Tudo o que você precisa saber antes de criar um design de embalagem.