Banner de Exportação para PME'sPowered by Rock Convert

Já não é nenhuma novidade que ao longo dos anos a tecnologia tem evoluído de forma bastante acelerada e, por isso, tem provocado mudanças em todos os setores do comércio. O que antes era feito manualmente, hoje tem sido feito de forma automatizada, por exemplo. Sendo assim, estar atento a essas transformações, sobretudo nas tendências da logística, é essencial para garantir o desenvolvimento do seu negócio. 

A empresa que não preza pela inovação e, consequentemente, não busca se ajustar às novas tendências do comércio, corre um grande risco de fechar as portas. Por esse motivo, além de garantir seu lugar no mercado, quando o empreendedor está disposto a se ajustar às novas exigências ele tem grandes chances de oferecer um alto nível de serviço, além de dispor de uma vantagem competitiva.

Esse fator, sem dúvida, faz toda a diferença nos resultados positivos da empresa. Sabendo disso, preparamos este artigo para apresentar as 4 principais tendências de logística para os próximos anos que você precisa conhecer. Acompanhe a leitura para saber mais!

1. Blockchain

A tecnologia blockchain é uma ferramenta desenvolvida pelo mercado financeiro para registrar transações de moeda virtual (o bitcoin). Sendo assim, esse software nada mais é do que um livro contábil que aponta essas operações de forma confiável e permanente.

Uma das principais características do blockchain é a transparência nas informações que ele fornece. Ou seja, por meio dele é possível saber a quantia de moedas que foram transacionadas, quem enviou, a data que a transação foi feita, quem recebeu e em qual página do livro ela foi registrada.

Devido às suas vantagens e às diversas possibilidades de aplicação, outros segmentos começaram a fazer uso dessa ferramenta. Por isso, o blockchain foi aos poucos se desassociando das moedas virtuais e passando a fazer parte da gestão de empresas de outros nichos, como:

  • logística;
  • mercado de seguros;
  • varejo.

O uso do blockchain na logística já pode ser considerado uma realidade. No entanto, permanece sendo visto como uma tendência porque é esperado um crescimento significativo dessa ferramenta para os próximos anos, pois as empresas que já estão fazendo uso desse recurso percebem que o blockchain pode ajudá-las no compartilhamento seguro de dados.

Para você ter uma ideia da eficiência dessa ferramenta na prática, basta imaginar o seguinte exemplo: em uma negociação envolvendo duas ou mais empresas, na qual será preciso verificar as informações referentes à transação, qualquer uma das partes envolvidas consegue acessar os dados diretamente da fonte dispensando, assim, a necessidade de solicitar a intervenção de órgãos regulamentadores.

2. Máquinas independentes

A presença de máquinas independentes tem se tornado cada vez mais comum no mercado corporativo, pois são diversas as vantagens que elas proporcionam, já que são capazes de realizar uma atividade sem a presença ou a intervenção direta de um indivíduo. Sendo assim, o mercado de logística tem feito uso de equipamentos inteligentes que exercem funções importantes, tanto dentro quanto fora da empresa. Podemos citar como exemplo:

  • drones para entregas;
  • robôs de separação de mercadorias;
  • veículos autônomos.

Após grandes empresas como o Google e a Microsoft anunciarem que estavam desenvolvendo suas próprias versões da tecnologia, os veículos autônomos (ou “carros sem motorista”) passaram a chamar ainda mais a atenção dos empreendedores, pois a grande vantagem dessa ferramenta é proporcionar mais agilidade e praticidade na mobilização do veículo.

Ou seja, os carros autônomos permitem que sejam controlados a distância ou independe, desde que reúna diversos recursos tecnológicos. Além disso, o sistema utilizado funciona por meio da coleta de informações sobre o ambiente, a fim de definir qual ação deve ser tomada durante uma viagem. 

Sendo assim, a utilização desse recurso proporciona diversas vantagens para a empresa que trabalha com logísticas, pois, além de aumentar a eficiência nas entregas, reduz os gastos com a contratação de motoristas e diminui os riscos de acidentes com os profissionais.

3. Logística reversa

Com o intuito de disseminar a sustentabilidade nas empresas, foi instituída no Brasil a Lei 12.305/10, que determina que as empresas façam o descarte correto dos seus resíduos sólidos, a fim de preservar o meio ambiente. 

Sendo assim, por se tratar de uma norma que abrange todos os produtos da marca, incluindo aqueles que já foram distribuídos, a indústria precisou desenvolver uma solução eficiente para se adaptar a essa nova exigência, foi a partir daí que surgiu a logística reversa.

A logística reversa é uma ação criada pelo próprio setor que visa garantir o descarte correto dos resíduos sólidos, como embalagens plásticas, restos de produtos e materiais. Por isso, trata-se de um trabalho cuja principal função é o recolhimento dos despojos da marca.

Nesse caso, a empresa vai até o consumidor final, faz o recolhimento e traz de volta para o local de origem. Por esse motivo, os gestores passaram a utilizar o mesmo veículo para efetivar as entregas e realizar o recolhimento do produto.

Na prática, a logística reversa se tornou uma solução rentável para as empresas. Sendo assim, o mercado tem buscado maneiras de melhorar a utilização e promover ainda mais a prática da reciclagem de materiais nas empresas. Afinal, com a evolução constante da tecnologia, muitos dos produtos que são considerados lixos podem ser reaproveitados para dar origem a outros itens úteis.

4. Acompanhamento real do trajeto dos caminhões

Há alguns anos, uma das grandes dificuldades da logística, sem dúvidas, era a impossibilidade de acompanhar em tempo real o trajeto dos caminhões. Devido à falta de recursos, o contato entre empresa e o motorista era feito somente nos pontos de parada.

Hoje, graças à tecnologia, a realidade é outra. Por meio das ferramentas disponíveis no mercado, como aplicativos para dispositivos móveis e GPS, é possível monitorar o transporte das cargas em tempo real. 

Sendo assim, é esperado para os próximos anos novas tendências de logística que ofereçam ainda mais facilidade e agilidade nas operações, além de serem ferramentas desenvolvidas exclusivamente para os veículos.

Lembrando que a transparência do serviço também pode ser considerada uma forte tendência, pois com os clientes cada vez mais exigentes é essencial dispor de ferramentas que permitem o monitoramento, de forma que eles possam acompanhar o andamento do seu pedido de maneira clara.

Portanto, com base nessas informações, é possível perceber que o mercado está repleto de tendências da logística. Por isso, é fundamental que você como gestor fique atento a essas mudanças e, principalmente, busque meios de se ajustar a elas. Feito isso, o desenvolvimento do seu negócio estará garantido.

Gostou deste artigo e quer saber mais? Então assine nossa Newsletter e fique por dentro de tudo!

Banner Tudo que você precisa saber sobre Código de BarrasPowered by Rock Convert