Inovação tecnológica

Entenda como trabalhar a inovação tecnológica em sua PME de varejo!

Quem disse que pequenas e médias empresas de varejo não precisam de inovação tecnológica? Em tempos em que a maioria das operações já pode ser feita a partir de ferramentas modernas e informatizadas, a aplicação desses recursos se torna importante para toda instituição.

Entretanto, o que acontece na prática é que grande parte dos empresários, donos de pequenos negócios de varejo, acredita que a tecnologia destina-se somente às grandes companhias, renomadas por sua atuação no mercado.

Entretanto, implantá-la em empresas de qualquer porte permite melhorar a gestão, ter acesso a melhores possibilidades de aumentar as vendas e chegar ao alcance de um público a cada dia maior. Acompanhe tudo neste post!

O que uma PME deve fazer?

Chegar a um nível considerável de inovação tecnológica sem desequilibrar as contas e os recursos internos ainda é um grande desafio para quem pensa em informatizar o seu negócio.

Contudo, é importante ter em mente que implantar avanços tecnológicos não significa fazer investimentos exorbitantes que só trarão retorno a longo prazo.

Na verdade, são pequenas medidas e ferramentas implementadas no dia a dia do negócio que fazem toda a diferença nos resultados.

A instalação de um software de gestão, que permite gerenciar o estoque, controlar o fluxo de caixa e computadores para utilizar a ferramenta, é um exemplo disso.

Outro fator importante é a presença virtual da empresa. Montar um site e estar ativo nas redes sociais é uma boa forma de manter-se sempre em contato com o público. De nada adianta lançar uma promoção imperdível, por exemplo, se o seu público não tiver como tomar conhecimento dela.

Além disso, você pode também optar por criar um canal virtual, como uma alternativa às vendas em ambiente físico. Existem plataformas pré-moldadas, nas quais seus produtos podem ser alocados e vendidos sem grande dificuldade.

O que deve ser a prioridade nesse processo?

O cliente é o agente principal de toda empresa, independentemente de estarmos falando de uma grande indústria ou um pequeno varejista. Todas as inovações realizadas visam à sua satisfação e fidelização.

Partindo desse pensamento, a grande prioridade na hora de agregar recursos tecnológicos à sua empresa também deve ser o cliente.

Embora o seu lucro e a manutenção da empresa sejam fatores importantíssimos, o consumidor deve ser o maior beneficiário de toda essa transformação.

Um bom exemplo de tecnologia que permite chegar a esse objetivo são as plataformas otimizadas para mobile. Você já pensou em criar um aplicativo que seria instalado no dispositivo dos seus clientes, permitindo-lhes consultar produtos e ser os primeiros a terem acesso a promoções e lançamentos?

É possível aliar plataformas online e offline?

Embora a internet tenha um alcance a cada dia maior, nem sempre é possível manter-se conectado a ela 24 horas por dia, sete dias por semana. É por isso que integrar plataformas online e offline ainda é uma grande preocupação para muitos varejistas.

É importante lembrar que, para uma tecnologia ser considerada realmente efetiva, ela deve facilitar a jornada do cliente em sua loja, permitindo praticidade e conforto na decisão de compra.

E esses dois ambientes funcionam lado a lado, de maneira complementar. Enquanto o online dá a oportunidade de obter informações detalhadas sobre o produto, a loja física permite visualizar, tocar e até mesmo testar o item em questão.

Como começar a inovação tecnológica do zero?

Outra grande preocupação de alguns varejistas diz respeito ao modo como iniciar a implantação de tecnologias. Alguns afirmam que não utilizam sequer uma ferramenta e, portanto, a implantação só seria possível a partir de profundas mudanças.

Entretanto, é importante lembrar que algumas ferramentas já são acessíveis a todos. Inclusive é bem provável que o empresário já a utilize, sem dar-se conta disso.

Um bom exemplo é o código de barras. Ele passou a existir a partir de 1952. Pouco tempo, não é mesmo? O que ocorre é que hoje ele é parte tão importante da embalagem dos produtos que, às vezes, nem paramos para pensar nisso.

Portanto, se você considera o seu varejo totalmente isento de ferramentas tecnológicas, entenda que apenas o fato de ter o código de barras nas embalagens já representa um avanço.

Os próximos passos consistem em dar uma chance também às novas tecnologias. É bem provável que, em um futuro próximo, todas as empresas contem com tecnologias de ponta para atender seus clientes, e isso vai desde a multinacional até o armazém da esquina.

Portanto, não seja o último a aderir a tudo isso. Comece agora mesmo a pesquisar a viabilidade de inserir computadores, softwares de gestão e mídias sociais em seu negócio.

Quais são as vantagens de aderir a essas ferramentas?

Talvez uma das maiores vantagens de começar agora mesmo a inovar em seu negócio seja a concorrência. É comum que, hoje em dia, existam inúmeras empresas em cada ramo de atuação, e destacar-se em meio a toda essa gente demanda algum esforço.

É importante ter em mente que seus concorrentes também têm acesso a toda essa inovação tecnológica e, portanto, podem começar a implantá-la a qualquer momento.

Outro fator de peso é a mudança nos hábitos de consumo do público. Hoje em dia, no lugar de sair à procura dos itens que necessitamos, tendemos a ligar o computador e iniciar uma pesquisa. Praticamente tudo pode ser encontrado no ambiente virtual.

É por isso que tornar-se presente nesse ambiente coloca você em uma posição de maior visibilidade.

Funcionalmente falando, quando você conta com ferramentas tecnológicas para ajudar na gestão do seu negócio, sobra mais tempo para pensar em estratégias de crescimento e trabalhar outros pontos igualmente importantes.

Você otimiza o seu tempo, aumenta a produtividade e torna-se muito mais atento às tendências do mercado. Afinal, a internet promove um importante intercâmbio de informações entre as pessoas.

Entendeu por que trabalhar a inovação tecnológica só traz benefícios para a sua PME de varejo?

E então? Já teve alguma experiência com as ferramentas que citamos? Ficou com vontade de experimentar os resultados que elas podem trazer ao seu negócio? Deixe o seu comentário abaixo e compartilhe conosco a sua opinião.

Postagens relacionadas
8 motivos para começar a exportar seu produto já!
Internet das Coisas
Internet das coisas: troca de informações entre produtos
Experiência de Consumo: o que o seu cliente espera do seu atendimento?
Como a transformação digital tem mudado o trabalho dos contadores?
Gestão de caixa: os 7 maiores erros que minam sua lucratividade

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web