Passo a passo: transforme sua empresa em referência de mercado

Passo a passo: transforme sua empresa em referência de mercado

Falar que a concorrência aumenta é uma redundância, certo? Que tal colocarmos as coisas em números para que essa informação, dita repetidamente nos noticiários e até nas conversas informais entre empresários, se torne um pouco mais palpável? De acordo com uma pesquisa realizada pelo Serasa Experian, só em janeiro deste ano foram criadas cerca de 200 mil empresas. Dessas, 64% fazem parte do setor de serviços.

Mês a mês surgem novas empresas e, com o aumento crescente da concorrência, a exigência é ainda maior. Em parte, isso ocorre por conta da própria competitividade gerada, afinal, para se destacar, os empresários precisam criar diferenciais, sejam eles no preço, na qualidade ou no atendimento. Por outro lado, o próprio consumidor está mais exigente, fato que ocorre em função da propagação da internet.

De uma forma ou de outra, o empresário que deseja se tornar uma referência de mercado precisa desenvolver algumas estratégias e definir alguns planos de ação específicos, principalmente quando consideramos esse cenário de alta competitividade. Para ajudar nossos leitores nessa empreitada, resolvemos trazer, logo a seguir, algumas dicas importantes para que você faça a sua empresa ser reconhecida por todos os clientes. Confira!

1. Realize a matriz BCG

Se objetivo é encontrar o diferencial competitivo para se tornar uma referência de mercado, então a matriz BCG é uma ferramenta que certamente pode te ajudar. Basicamente, o objetivo da ferramenta é analisar o portfólio de produtos ou serviços de determinada empresa. Com isso, você tem uma visão muito maior da sua carteira de produtos, e pode priorizar aqueles que possuem mais potencial de lucro com menos recursos.

Na matriz BCG, os produtos costumam ser divididos em dois eixos, chamados de taxa de crescimento e participação do produto no mercado. Depois, cada eixo é subdividido em dois setores. São eles:

  • vacas leiteiras: geram lucratividade sem o consumo excessivo de recursos;

  • estrelas: geram lucratividade mas consomem investimento mais altos;

  • pontos de interrogação: ainda não geram lucros, mas isso costuma ocorrer por serem produtos novos;

  • abacaxis: produtos que não geram lucros e consomem recursos, e devem ser excluídos do portfólio.

Ao classificar todos os produtos do seu negócio, você consegue priorizar aqueles que o seu público realmente deseja, criando ações promocionais e de marketing muito mais interessantes.

2. Foque na fidelização

Outra dica muito importante para o empreendedor que busca o seu diferencial no mercado é a realização de programas de fidelização. A ideia é gamificar a relação de consumo, isto é, tornar a experiência mais próxima a um jogo. Basicamente, à medida que o cliente realizar determinada ação decidida por você, como comprar um produto ou assinar uma newsletter, por exemplo, ele acumula pontos, que podem ser trocados por brindes, descontos, entre outros.

Pode ter certeza que a fidelização é uma excelente estratégia para que a sua empresa se torna uma referência de mercado, afinal, o cliente pode fazer o famoso marketing de boca em boca, o que é essencial para a promoção natural da sua empresa.

3. Invista em tecnologia para sua empresa

Se a sua empresa pretende se tornar referência, então é bom que ela comece agora mesmo a investir em tecnologia. Afinal, hoje, até mesmo os pequenos negócios, como quiosques de rua, já usam sistemas internos para monitorar seus produtos e vendas. É só com o controle total da empresa que o gestor consegue, de fato, criar o diferencial e impressionar o cliente.

Sistemas de leitura de códigos de barras, por exemplo, são indispensáveis para que o gestor acompanhe a trajetória de todos os seus produtos, o que ajuda não só a resolver problemas do consumidor, mas também a realizar todo o planejamento e o monitoramento internos. Por sinal, com esse tipo de tecnologia, você consegue fazer a análise BCG com muito mais facilidade.

4. Trabalhe com a pirâmide invertida

A pirâmide invertida é outro conceito que devemos apresentar para aqueles que desejam se tornar referência de mercado. A ideia é invertermos a nossa pirâmide de prioridade. O cliente deve ocupar o topo da pirâmide, passando então para os colaboradores e, só então, devemos olhar para a gestão como algo importante.

Essa inversão possibilita sempre priorizar aquilo que é importante para conquistar o público interno e externo. Isso é fundamental para que uma empresa se torne referência, afinal, não é só o cliente que pode promover seus produtos e serviços, mas os próprios colaboradores.

5. Aposte no marketing de conteúdo

A cada dia, a influência do marketing digital no resultado das empresas apenas aumenta. Isso ocorre por conta da massificação da internet, afinal, o acesso vem sendo facilitado não só para quem assina pacotes de banda larga, como também para aqueles que acessam a internet por meio dos smartphones. Por isso, é muito importante manter uma boa presença no meio online caso você deseje ser uma referência de mercado.

Uma ação que costuma trazer excelentes resultados para as organizações é o marketing de conteúdo. Basicamente, a ideia é manter newsletters ou blogs, que podem ser associados às mídias sociais, e criar conteúdos relevantes, que possam sanar as dúvidas do seu cliente a respeito da área de atuação da sua empresa. Com isso, eles lembrarão do seu negócio sempre que forem consumir, pois você já prestou uma contrapartida na relação.

6. Busque a inovação

Para concluir o nosso material, é importante mencionarmos a importância da cultura da inovação em uma organização. O fato é que os serviços e produtos estão sendo aprimorados diariamente e, com isso, muitas empresas estão se tornando obsoletas no mercado. O seu negócio não pode fazer parte desse grupo e, por isso, deve sempre focar em criar diferenciais não só nos produtos e serviços, como também no atendimento.

A inovação deve ser uma constante, afinal, é só dessa forma que a empresa se mantém resiliente no mercado. Um bom começo é investir em tecnologia, conforme já mencionamos anteriormente, mas não pode parar por aí. É preciso sempre revigorar a forma como você enxerga a própria natureza do negócio para encontrar um diferencial e se tornar uma referência de mercado.

Gostou do post de hoje? Então que tal compartilhar esse material nas suas redes sociais?

 

Postagens relacionadas
Inspire-se na história de 5 mulheres empreendedoras de sucesso
Inspire-se na história de 5 mulheres empreendedoras de sucesso
Saiba como fazer uma pesquisa de mercado no ambiente internacional
Aprenda a preparar o seu e-commerce para a Black Friday!
Aprenda a preparar o seu e-commerce para a Black Friday!
[E-book] Guia da Negociação: como fechar mais negócios e otimizar seu resultado?
Liderança na empresa: 7 lições essenciais para um bom empreendedor

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web