Implantar novas tecnologias na indústria é essencial para quem deseja se posicionar de forma mais competitiva no mercado. É graças às inovações que podemos, entre várias outras vantagens, obter melhores resultados na escala de produção, reduzir custos e oferecer entregas cada vez mais personalizadas.

Conhecidas como as fábricas inteligentes, o conceito de indústria 4.0 é uma das grandes tendências quando o assunto é produção em escala. Entre as inovações trazidas por esse formato estão ferramentas de cloud computing, sistemas de automação e a cada vez mais presente IoT (Internet of Things, ou Internet das Coisas).

Outro aspecto trazido por esse conceito é que os sistemas de gestão serão capazes de receber informações e programar melhorias em tempo real, tudo isso focando na melhora do fluxo de trabalho. Ou seja, essas plataformas terão autonomia para detectar, entender e aplicar melhorias no processo industrial sem a interferência do homem.

Agora que você entendeu um pouco mais do conceito de indústria 4.0, continue a leitura deste post para conhecer 6 dos benefícios mais importantes trazidos pela inovação no polo industrial:

1. Melhora na produtividade por meio de automação

Aumentar a produtividade é certamente um dos pilares trazidos pela automação industrial. De forma reduzida, isso impacta os setores levando benefícios como menores custos e perdas, melhor lucratividade, prevenção de erros e aumento da agilidade de produção.

O investimento em maquinário permite que as empresas atinjam maior eficiência. Em comparação a uma pessoa, um sistema automatizado oferece uma execução com perfeição, pois eles são equipados com um sistema inteligente que permite a reprodução exata e consistente dos comandos programados.

2. Maior segurança

Um trabalhador está sujeito a cometer erros durante o processo industrial ou manejo de um equipamento. Já um sistema automatizado está isento desse tipo de ocorrência, pois sua operação é toda feita por um computador. Isso permite reduzir a margem de erros e acidentes de trabalho.

Esse tipo de equipamento é projetado para trabalhar em condições extremas como temperaturas altíssimas, processos químicos, fundição de matéria-prima e outras variáveis de alto risco.

Uma vez que sua programação isenta a participação do homem nos processos, eles oferecem toda a segurança na execução de atividades nesses locais.

Mas atenção: hoje, no Brasil, existe uma norma regulamentadora (NR-12) que exige que os fabricantes de maquinários para indústria sigam rigorosamente as normas de segurança no trabalho. Portanto, o projeto de um sistema automatizado deve, por obrigação, seguir as premissas impostas por lei.

3. Redução da margem de erros

Visto que todas as etapas da produção e suas variáveis são mensuradas pelo sistema principal e, comumente, esse computador já conta com um programa voltado para a inteligência artificial, a alta precisão na execução de processos é um dos pontos altos trazidos pela automação industrial.

Os programas dispostos nesse computador permitem a execução com segurança, precisão e tempo exato para escalonar uma produção. Sem essa tecnologia, na verdade, é impossível manter os processos acontecendo no timing correto e com a acurácia necessária.

É comum que, além de um programa disposto de IA, esses sistemas tenham sensores que são ativados durante a sua utilização. É graças a esses mecanismos que podemos monitorar o desenvolvimento de todos os processos, buscando a perfeição em sua execução.

Esse conjunto de tecnologias permite a minimização de falhas no processo industrial.

4. Entregas ainda mais personalizadas ao consumidor

A forma que o público se comporta e consome mudou. Da mesma forma, a maneira que trabalhamos também se transformou diante das novas ferramentas digitais disponíveis no mercado.

Hoje, o nível de exigência dos clientes é cada vez maior, pedindo que as interações e as entregas sejam mais personalizadas, seja na comunicação, no produto final ou nas ofertas. As pessoas buscam identificação com as empresas que consomem e se quem não se atentar a essa mudança perderá progressivamente sua competitividade.

Diante desse novo cenário e com a ajuda das plataformas digitais, as empresas estão focadas em criar métodos mais personalizados de comunicação, substituindo produções em escala para tiragens limitadas ou exclusivas.

Isso permite às indústrias ganhar territórios inexplorados, entregando produtos customizados aos seus clientes.

No âmbito das grandes fábricas, é graças às tecnologias ligadas à indústria 4.0 que podemos realizar uma entrega em escala com a personalização exigida pelo mercado atual.

5. Aumento da vantagem competitiva

A concorrência em todos os setores aumenta a cada dia e, para driblar esse cenário, é fundamental que as empresas mirem em alternativas para se tornarem mais competitivas. Mais uma vez, a automação da indústria pode ser a responsável para que as empresas tenham a capacidade de competir ou avançar diante dos concorrentes.

A área de robótica, por exemplo, possui inteligência capaz de viabilizar uma entrega que reduza os ciclos de produção, melhorando sua qualidade e diminuindo os custos operacionais.

Se pensarmos na estabilidade oferecida pela inteligência artificial, os investimentos na indústria 4.0 possibilitam que as empresas se mantenham mais estáveis mesmo diante de um cenário de crise ou de altíssima competitividade.

6. Redução dos custos

Além de todas as vantagens apresentadas acima, também podemos afirmar que a automação industrial pode diminuir os custos gerais dentro da indústria. E isso não acontece apenas por meio do aumento da produtividade e eficácia nos processos: podemos diminuir gastos com capital humano, por exemplo.

Como um sistema será encarregado por determinadas operações no dia a dia da empresa, não serão mais necessários postos de trabalho com pessoas para executar algumas tarefas. Em contrapartida, essa equipe especializada poderá focar nas soluções que as máquinas ainda não conseguem resolver.

No geral, a substituição do homem pela máquina também é uma ótima alternativa para a redução dos gastos com água e energia elétrica, pois elas são projetadas para atuar de forma econômica enquanto estão em stand-by.

Por serem equipamentos dotados de inteligência para executar diversas tarefas com precisão, podemos ainda obter uma redução significativa nos gastos com matérias-primas. Até mesmo os resíduos industriais podem ser diminuídos com a adoção de um sistema automatizado.

Para que uma empresa tenha êxito em um mercado de alta concorrência, é essencial destinar investimentos voltados para a melhora da performance e aumento da rentabilidade de produção.

Por esses motivos, implantar novas tecnologias na indústria pode ser o fator decisivo para levar sua empresa a um outro nível de eficiência e entrega aos clientes!

E você, o que achou dessas dicas? Curta a página da GS1 Brasil no Facebook e acompanhe todas as novidades sobre indústria e inovação!