A definição da forma e do posicionamento do código de barras na embalagem ou produto é de suma importância em uma estratégia — principalmente em se tratando de exportar os itens, algo que demanda alto nível de padronização.

Para garantir uma estratégia bem-sucedida, deve-se conhecer as possibilidades de aplicação do código, quais cuidados devem ser tomados e contar com uma empresa especialista nessa questão para auxiliar em parte do processo.

Neste post, vamos tratar especialmente desse assunto e mostrar quais cuidados e pontos devem ser observados na hora de tomar essa decisão. Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura e confira agora mesmo! 

Aplicações do código de barras em diferentes atividades

O código de barras tem diversas aplicações voltadas para atividades variadas, que vão desde as mais simples e conhecidas (como a utilização no ponto de venda para registrar as compras feitas pelos clientes) até as mais complexas (como a possibilidade de rastrear os produtos ao longo de uma cadeia de suprimentos).

Em cada uma delas, é de suma importância que ele esteja bem localizado na embalagem ou no produto e facilite a leitura, proporcionando agilidade e fluidez no trabalho.

Atividades voltadas para o comércio

  • o uso do código de barras na embalagem ou produto ajuda no reabastecimento, visto que o sistema pode emitir alertas de estoque mínimo;

  • o cadastro dos itens ajuda a agilizar os processos no caixa e outras operações, como a emissão de NFe;

  • desnecessidade de fazer trabalhos de digitação manual a respeito dos dados dos produtos.

Atividades voltadas para a indústria

  • possibilidade de registrar e classificar os itens antes de destiná-los à produção;

  • possibilidade de localizar os itens dentro da cadeia de suprimentos;

  • identificação de lotes (possibilitando o rastreamento);

  • agilidade no trabalho de expedição de materiais.

Atividades voltadas para distribuição e transporte

  • controle sobre todos os produtos que entram e saem de um armazém;

  • melhoria no controle de estoque (principalmente em caso de perecíveis e data de validade curta);

  • possibilidade de automatizar o fluxo de um pedido por meio dos códigos individuais.

Em qualquer um desses casos, a má escolha na impressão pode gerar problemas, como demora na conclusão dos processos, inconsistência na emissão de documentos, necessidade de retrabalhos (em decorrência de erros), dificuldade de localizar e monitorar as quantidades dos itens, dificuldade e morosidade na realização de inventário de materiais.

Como usar o código de barras na embalagem ou produto

Um dos pontos principais a respeito do uso do código de barra na embalagem ou produto está ligado à escolha do posicionamento da impressão ou da etiqueta. Isso influencia diretamente em vários aspectos, como a facilidade de visualização e a rapidez e eficácia na leitura, principalmente.

Adquirir um código de barras

Antes de mais nada, é necessário adquirir um código de barras para os produtos. Isso é especialmente importante para empresas que pretendem trabalhar com exportação, já que ele atesta a procedência dos itens, indicando o país de origem e o fabricante.

Para isso, é preciso passar por um processo burocrático, contando com a ajuda de uma entidade oficial para obter as identificações individuais para os produtos, enviar os documentos e aguardar a liberação.

Por se tratar de atividades externas, como o varejo e a exportação, não é possível produzir os próprios códigos — uma ação que é bem comum em armazéns nos quais as empresas geram as próprias identificações para atrelá-las a uma locação, por exemplo.

Escolher o posicionamento do código de barras

O código de barras será impresso diretamente no produto, na embalagem ou colocado em forma de etiqueta? Essas questões, além de serem importantes para ajudar na leitura, também determinam o tipo de material que precisa ser utilizado.

No caso de registro de um ativo — como uma mesa —, é preciso investir em um rótulo resistente e que não seja facilmente removido ou destruído. Já itens que são expostos a altas temperaturas precisam contar com uma etiqueta resistente ao calor.

Em muitas situações, a impressão (ou colagem da etiqueta) é feita na embalagem, em vez de ser inserida diretamente no produto. Para que o posicionamento seja eficaz, o ideal é optar por locais lisos, mais retos e de visualização rápida.

Além disso, deve-se ter o cuidado de adotar um tamanho que possa ser facilmente lido em qualquer equipamento. Isso ajuda a evitar aquelas situações nas quais o código tem que ser digitado manualmente por não ter sido reconhecido durante a leitura — o que é ainda mais dificultado se a etiqueta ou a impressão for bem pequena.

Investir na impressão do código de barras

Independentemente de a impressão do código de barras ser feita internamente ou em parceria com um fornecedor, é preciso ter uma preocupação em relação à qualidade da imagem. Nesse caso, deve-se pensar que ele deve atender aos mais diversos tipos de leitores e scanners disponíveis no mercado, principalmente no caso do varejo.

Isso é sinônimo de realização de testes para certificar a exatidão do código. Por isso, o ideal é imprimir algumas quantidades para análise e, só depois de validado, partir para a produção dos lotes que serão usados na comercialização.

Importância de contar com uma empresa especializada 

Uma empresa especializada na emissão de código de barras pode fornecer o suporte necessário para garantir o uso adequado dos códigos e beneficiar o seu negócio. Como existe uma burocracia envolvida na obtenção de um código, deve-se formar uma parceria com um fornecedor que ofereça fontes oficiais.

O uso do código de barra na embalagem ou produto transmite a ideia de profissionalismo, ajuda a melhorar a gestão de estoque, agiliza o processo no ponto de venda, possibilita o rastreio dos produtos ao longo da cadeia de suprimentos, atesta a origem e procedência dos itens, entre diversos outros benefícios. Apostar nesse recurso e saber utilizá-lo são fundamentais para atrair a atenção dos clientes.

O que achou deste artigo? Quer saber mais sobre o uso do código de barras na sua empresa? Então, entre em contato conosco e esclareça todas as questões que você tiver sobre o assunto!