Banner de Exportação para PME'sPowered by Rock Convert

Investir em educação aumenta as chances de sucesso na carreira e potencializa o negócio de empresas que desejam ter um casting de talentos, capacidades e competências diferenciados. Visualizar as oportunidades e preparar-se adequadamente deve fazer parte do plano de carreira.

O desequilíbrio econômico do país, nos últimos anos, atingiu o mercado de trabalho e desencadeou uma onda de desemprego avassaladora, o que obrigou muitos profissionais a buscar alternativas de trabalho e estudos para driblar a baixa demanda em algumas áreas.

Neste post, vamos falar da importância de investir em educação e de como o conhecimento pode beneficiar tanto os profissionais em busca de uma boa colocação no mercado quanto as empresas que poderão tornar-se referência ao contar com uma mão de obra de qualidade!

Por que investir em educação é tão importante?

O desafio de conquistar um espaço no mercado de trabalho e ter uma carreira de sucesso consolidada faz parte do sonho de uma grande maioria de brasileiros que almejam uma vida confortável e segura.

Acontece que o Brasil, embora seja um país de extensão geográfica ampla e possibilidades múltiplas de negócio, tem uma distribuição de renda deficiente e, para que esse sonho se torne realidade, é preciso ter muita dedicação e empenho nos bancos de escolas.

Muitos segmentos exigem um conhecimento específico para desenvolver e dar andamento a projetos, o que dá maior oportunidade a profissionais que tenham estudado e especializado-se para ocupar determinadas funções.

Em muitas empresas, um curso técnico é suficiente para alcançar o resultado esperado. Já em outras, uma formação mais aprofundada, aliada a uma experiência prática, faz toda a diferença para sustentar a oferta do negócio no mercado.

O movimento crescente e avançado da tecnologia aliado às tendências de inovação promoveu verdadeira mudança no comportamento de consumo da população e isso fez com que as empresas também promovessem alterações no formato de negócio para se adequar a esse contexto.

Consequentemente, os profissionais se viram obrigados a entrar no ritmo dessa mudança, investindo em diversos tipos de cursos, desde o técnico e a graduação, passando pelas capacitações, até chegar aos idiomas, para não perder o posto de trabalho ou oportunidades diante da concorrência em massa.

Quais são os benefícios gerados para a empresa e os profissionais ao investir em educação?

Há um ditado que diz que “o saber não ocupa lugar”, logo, todo aprendizado encontra, em algum momento, uma aplicação positiva que deve ser incorporada ao trabalho para melhorar o desempenho em busca de destaque entre os demais.

Estudar e preparar-se para uma carreira de sucesso requer alguns sacrifícios, como abrir mão de uma vida social e despreocupada por um tempo. Enquanto muitos amigos estão planejando um final de semana divertido, trabalhadores preocupados com uma ascensão profissional estão envolvidos em trabalhos acadêmicos.

É um investimento que acarretará benefícios no futuro, pois o profissional bem preparado será disputado no mercado por empresas interessadas em aproveitar o conhecimento nas diversas atividades em andamento e poderá escolher aquela que oferecer melhores condições.

A alta do poder aquisitivo e a valorização profissional transformam a qualidade de vida e incentivam voos cada vez mais ousados rumo a um patamar elevado dentro da empresa. Os cargos analíticos e de liderança são ocupados por funcionários com expertise suficiente para interferir nas tomadas de decisão.

As empresas, por sua vez, estão atentas e focadas em contratar aqueles perfis dedicados, que se mostram engajados e dão importância à atualização, contribuindo com ideias de melhorias que favoreçam o negócio e a participação da empresa no cenário econômico.

Quais são as formas de investir em educação?

A educação é considerada a base da formação humana e é responsável pela expansão da mente, que culmina em melhores condições sociais e financeiras para os profissionais.

Em contrapartida, acelera o processo de fortalecimento de uma empresa dentro do segmento ao contar com um time preparado e especializado. Quando uma empresa alcança um grau elevado de eficiência, é importante promover ações que visem à retenção de talentos e mantenham a vantagem competitiva.

É fundamental que o investimento seja mútuo e convergente, para beneficiar ambos os lados e desaguar em uma profissionalização tão necessária na atualidade. Veja como isso pode ser feito!

Para empresas

Empresas visionárias que enxergam, no capital humano, a chave para o sucesso tendem a contribuir e incentivar os estudos de seus colaboradores e, assim, recuperar parte desse investimento tão logo concluam os estudos.

Oferecer bolsas de estudos ou convênios de descontos com instituições de ensino pode ser uma boa estratégia para auxiliar no desenvolvimento de funcionários. Dessa forma, os rendimentos serão pouco afetados com a retirada dos valores correspondentes a mensalidades — o que mantém a motivação e o empenho.

Outra boa alternativa é criar um planejamento de treinamento anual e, assim, manter o time alinhado às estratégias da empresa, padronizado e conectado às inovações do mercado. A educação corporativa com um pacote de treinamento atualizado — sobre o produto da empresa e a movimentação mercadológica — poderá gerar um ganho exponencial de eficiência.

Para empregados

Os empregados, por sua vez, devem demonstrar o interesse de crescimento dentro da empresa participando ativamente dos processos. Com isso, ao identificar o potencial e o engajamento, as chances de a empresa investir em educação podem ser aumentadas e concretizadas.

Mesmo que a empresa não disponha de uma política de incentivo aos estudos, os profissionais podem recorrer a incentivos externos para descontos e bolsas ou, até mesmo, estudar a distância — modalidade com mensalidades mais baratas — para adquirir conhecimento e certificação.

Sempre que um curso for concluído, é recomendável que uma cópia da certificação seja entregue ao departamento de recursos humanos para compor a pasta funcional e ser elemento de análise na hora de disputar uma vaga interna ou receber uma promoção.

Como vimos, em ambientes corporativos que visam ao aumento da produtividade e da rentabilidade, não há lugar para uma baixa performance e, caso o profissional queira ocupar um cargo de responsabilidade e remuneração significativas, deverá investir em educação.

Por outro lado, as empresas devem avaliar o desempenho de cada um e estimular a aquisição do conhecimento como um elemento-chave para a melhoria contínua, seja com a participação em atividades mais desafiadoras, seja com a evolução organizacional de cargos e salários.

Vale lembrar que, com a crise econômica, o volume de negócios próprios aumentou e que isso afetou o posicionamento de empresas pioneiras no mercado. É preciso reinventar-se e cuidar para que o time se torne cada vez mais fidelizado. Uma boa saída é investir em educação para impulsionar os negócios.

Se você curtiu este post sobre a importância de investir em educação, aproveite a visita ao nosso blog e leia agora mesmo sobre os diversos cursos online que podem ser realizados para aprimorar os conhecimentos e aumentar as chances de sucesso na carreira!

Banner para o Guia da Negociação: Como fechar mais negócios e otimizar seu resultadoPowered by Rock Convert