O que é a Classificação Global de Produtos (GPC)?

Para se ter uma linguagem comum para a definição de produtos foi criada a Classificação Global de Produtos, também conhecida como GPC (Global Product Classification). Essa ferramenta permite que os parceiros comerciais possam se comunicar de maneira mais eficiente e precisa durante todos os processos da cadeia de produção de suprimentos. Ela dispõe de uma hierarquia opcional composta por quatro níveis para o ordenamento de um determinado item comercial.

O GPC é um importante recurso para as atividades de distribuição e gerenciamento de mercadorias e garante vários benefícios, pois melhora na precisão de dados sobre o tipo de produto e elimina atividades desnecessárias na cadeia produtiva.

Se interessou sobre o assunto? Então continue a leitura deste artigo! Falaremos mais sobre o que é o GPC e por que o seu uso é fundamental na indústria. Confira!

O que é o GPC?

O padrão de classificação GS1 Global Product Classification (GPC) ajuda parceiros comerciais a identificar produtos com características semelhantes em qualquer lugar do mundo. O esquema de codificação foi desenvolvido pela indústria, para a indústria.

A esse respeito, a Classificação Global de Produtos surgiu por uma iniciativa de um grupo de usuários globais constituído por grandes empresas de fabricantes, varejistas e assistentes de serviços multinacionais. Foi decidido então empregar algumas regras comerciais para a fundamentação de um modelo globalmente padronizado de classificação de produtos.

Dessa forma, o GPC é uma parte muito importante do conjunto de dados de um produto. Isto permite que os parceiros comerciais encontrem um produto facilmente na nuvem GS1. Sobre esse tópico, a GS1 Brasil adotou o padrão (GPC) para utilizar relatórios de classificação de produtos.

Na plataforma de Cadastro Nacional de Produtos (CNP), o GPC é um dos sete atributos exigidos pelo – Verified by GS1. Com o uso dessa ferramenta, que se tornou obrigatória no cadastro CNP desde 2016, é possível simplificar o trabalho da GS1 Brasil de melhorar a precisão das informações de produtos.

Como funcionam as camadas e subcamadas de classificação de produtos?

A classificação do produto foi formulada para aumentar a eficiência no gerenciamento dos produtos em toda a sua cadeia de produção. Ela é construída em uma hierarquia de níveis que vão de um grupo geral da indústria no topo (chamado de segmento), para uma descrição muito específica do item na parte inferior (chamada de sub-classe ou brick code). Há bricks para tudo, de um carro a uma garrafa de leite, que nesse caso pertence ao segmento de alimentos, bebidas e tabaco.

O nível mais baixo do sistema de classificação é chamado de atributo de brick, que é definido como um detalhe específico do produto. Por exemplo, é possível especificar se o leite contém derivado de animal (vaca, cabra, etc.) ou não animal (soja, arroz, etc.). Para que você entenda melhor como funciona essa separação de dados, confira o que é definido em cada hierarquia.

Seguimento

O nível mais alto da classificação é um segmento, definido como um setor específico. Como já mencionado, podemos citar uma garrafa de leite, que pertence ao segmento “Alimentos, bebidas e tabaco”.

Família

O próximo nível é a família. Esta é uma ampla divisão do segmento. Por exemplo, “Leite, manteiga, creme etc” que são subprodutos do segmento de Alimentos, Bebidas e Tabaco.

Classe

Na especificação chamada de classe podemos encontrar um grupo de categorias semelhantes. Por exemplo, “Leite e substitutos do leite”.

Sub-CLASSE (BRICK CODE)

O código Brick (ou em português, tijolo) detalha uma categoria de produtos similares. Por exemplo, “Leite e substitutos do leite (perecível)”.

Quais os principais benefícios da utilização do GPC?

Com a criação da Classificação Global de Produtos o mercado de suprimentos conseguiu otimizar de forma significativa as diversas operações envolvendo a identificação de mercadorias desde a sua fabricação até o seu destino final. Para você compreender melhor a importância dessa ferramenta, separamos os principais benefícios alcançados. Acompanhe!

Facilita o trabalho logístico

A princípio, podemos ressaltar a importância da classificação global de produtos para a melhoria das condições de logística e distribuição de mercadorias. Essa ferramenta fornece um idioma comum para o gerenciamento de categorias, acelerando a capacidade de reagir às necessidades do consumidor.

A esse respeito, é possível otimizar a capacidade de resposta da cadeia de suprimentos às necessidades do consumidor identificando com precisão cada tipo de produto. Com um código comum a todos os parceiros é possível instituir uma administração de logística mais precisa e organizada, eliminando erros nas atividades de estoque, transporte e distribuição de produtos.

Elimina as tarefas redundantes no negócio

Com a utilização do GPC é possível eliminar atividades redundantes e melhorar a integridade dos dados e a precisão da configuração e manutenção do produto e catálogos. Tudo isso por conta da padronização de dados que permite operar de forma eficiente em toda a cadeia de produção e em âmbito global.

Reduz gastos

Sem uma padronização global de produtos seria bem mais complexo definir e gerenciar o fluxo de mercadorias em uma empresa, pois haveria mais gastos com serviços de identificação e controle de produtos. Além disso, seria comum haver problemas relacionados à disparidade entre a codificação de itens de parceiros no mercado.

Seguindo essa ideia, com a implementação do GPC as organizações dos diversos ramos de suprimentos obtiveram a vantagem de otimizar seus processos administrativos com a facilitação do fluxo de mercadorias devido à utilização de uma linguagem comum para a classificação de produtos. Assim, elimina-se a necessidade de gastos com atividades supérfluas e redundantes.

Portanto, essas foram as principais informações sobre o que é qual a importância do recurso GPC para o mercado global de suprimentos. Percebe-se que essa estratégia de hierarquização de itens tendo um padrão comum de organização permite que as atividades de comercialização e gerenciamento de mercadorias sejam realizadas com muito mais eficiência e precisão, possibilitando maior desempenho de toda a cadeia produtiva.

Gostou do artigo, mas ficou com alguma dúvida sobre o tema? Então entre em contato conosco e converse com um de nossos consultores!

Banner Tudo que você precisa saber sobre Código de BarrasPowered by Rock Convert