Uma das grandes maravilhas do mundo moderno é o padrão global de identificação de produtos. A partir dele, as relações comerciais, a gestão de estoque e até mesmo a organização interna se tornaram processos muito mais fáceis e rápidos. Isso representa o novo contexto de mercado no qual estamos inseridos. 

A boa notícia é que toda empresa pode aderir a esses padrões de identificação, independentemente do porte. Trata-se de uma vantagem proporcionada pela tecnologia e disseminada por um mercado mais inclusivo e aberto às novidades. É a partir do padrão global de identificação que os produtos se tornam únicos. 

Se você deseja entender melhor esse conceito para aplicá-lo à sua empresa, continue lendo. Preparamos um post especial sobre o assunto. 

O que é o padrão global de identificação de produtos?

O padrão global de identificação de produtos é representado hoje pelo código de barras. Trata-se de uma representação gráfica, associada a uma sequência numérica aceita globalmente. Essa sequência será única para cada produto — uma cor diferente já é suficiente para que se adote um novo código, por exemplo. 

Como funciona essa identificação?

Esse padrão está disponível também para suas mercadorias, ainda que a sua empresa seja de pequeno porte. Para isso, você precisa se registrar no sistema de emissão e entregar a documentação necessária. Uma vez gerado o código, ele será único para aquele produto no mundo todo, e quaisquer alterações na fabricação devem ser comunicadas para a atualização nos sistemas globais.

Qual a importância dessa identificação para o varejo?

Essa identificação de produtos não é importante apenas para os grandes comércios e indústrias: nos pontos de varejo ela faz toda a diferença. Para você entender melhor, listamos abaixo algumas das vantagens que ela pode trazer nesse caso.

Reduz custos

Muito se fala em cortar custos desnecessários nas empresas mas, muitas vezes, há uma dificuldade em colocar tal questão em prática por conta da identificação desses custos. Eles podem ser originários de processos demorados demais, que impactam negativamente a produtividade de modo geral, ou de falhas humanas. 

Produtos identificados manualmente, por exemplo, estão sujeitos a erros de digitação ou contagem, enquanto o código de barras permite que tudo isso seja mensurado de maneira quase que automática, a partir do uso de um leitor específico. Assim, além de garantir a reposição de itens em tempo hábil, você ainda diminui a incidência de falhas ou retrabalhos por erros. 

Proporciona vantagem competitiva

Quanto mais satisfeito o seu consumidor, maior o seu destaque entre os concorrentes. Por essa razão, é importante buscar sempre atender às expectativas dos seus clientes. O uso do código de barras facilita esse processo já que a reposição de estoque se torna mais efetiva e ele ainda permite um controle de qualidade que não seria possível tão rapidamente em sistemas manuais. 

A integração de dados e o acompanhamento do produto por toda a cadeia de suprimentos faz bastante diferença nos resultados, uma vez que as melhorias na qualidade se dão a partir de uma análise de padrões e de um controle rigoroso de informação e processos.

Facilita o uso

Todos os seus colaboradores se familiarizarão facilmente com o código de barras. Trata-se de uma numeração, que será entendida quase que de maneira intuitiva pelo seu pessoal.  

Quando há uma alteração no produto, os sistemas globais são atualizados e assim as características de cada item se manterão sempre atualizadas em tempo real. O registro de entradas e saídas se torna mais fácil e os relatórios de vendas podem ser emitidos quase que automaticamente. 

Garante e valida seus produtos

Hoje em dia, com a acessibilidade dos códigos de barras, podemos considerar que um produto que não conta com ele é “duvidoso”. Como o consumidor vai ter certeza do que está comprando quando se trata de um item sem registro? Inserir o código de barras também é uma forma de validar o produto. 

O fato de o item contar com um código significa que determinada empresa passou por uma análise e foi documentado, portanto estamos falando de uma garantia ao consumidor. Um produto com código de barras é mundialmente reconhecido, o que confere credibilidade e responsabilidade ao seu produtor e, de certa forma, ao seu comerciante. O código de barras permite saber a origem e a composição do produto, e isso representa uma garantia para o consumidor. 

Melhora a comercialização

Vender é uma arte! E o marketing não é a única ferramenta para obter destaque. Vender bem seus produtos também implica uma melhoria geral de seus processos internos. E o padrão de identificação global pode ajudar nisso. Quer saber como? A partir de um aperfeiçoamento nos processos internos de gestão e controle. 

Assim, a sua empresa conta com meios para acompanhar o aumento no volume de vendas, sem que isso interfira na qualidade ou no controle de processos. Para ser um bom vendedor, você precisa das ferramentas necessárias que garantirão a fidelização dos seus clientes. 

Como o código de barras é utilizado na prática?

O código de barras é aplicado na sincronização e integração de dados de um produto ao longo da cadeia logística. Ele pode ser acompanhado desde o momento em que sai do estoque do fabricante até chegar às mãos do consumidor final. Esse acompanhamento é fundamental para garantir o fluxo de vendas e solucionar pequenos problemas que podem surgir ao longo do caminho relacionados à logística ou à qualidade. 

Como a GS1 Brasil pode ajudar?

A GS1 Brasil permite a geração de códigos de barras para seus produtos. A partir de um cadastro online, análise da documentação necessária e pagamento de um boleto, você terá um código de barras gerado para cada um de seus produtos. Os códigos obtidos fazem parte de um sistema global, válido em mais de 150 países. 

Como se pode ver, o padrão global de identificação de produtos é uma ferramenta importantíssima para a expansão e credibilidade do seu negócio. E implantá-lo é uma tarefa relativamente fácil. 

Se este post foi útil para você, não deixe de nos seguir nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, YouTube, LinkedIn e Twitter.

Banner Tudo que você precisa saber sobre Código de BarrasPowered by Rock Convert