Como adequar minha empresa para os padrões internacionais de comércio?

Toda empresa que quer permanecer no mercado e crescer com sustentabilidade não pode ignorar o mercado externo. Exportar é uma maneira de ampliar a base de clientes e ganhar segurança em meio às oscilações da demanda no mercado interno. Portanto, se a sua empresa decidiu aproveitar as oportunidades trazidas pela exportação é imprescindível que ela esteja adequada aos padrões internacionais de comércio.

Os padrões internacionais de comércio são importantes, pois garantem a segurança e a qualidade dos produtos e serviços. Além disso, eles facilitam o comércio internacional e contribuem para melhorar o ambiente em que vivemos. Padrões internacionais são ferramentas estratégicas e diretrizes que auxiliam as empresas a enfrentarem os exigentes desafios dos negócios modernos. Eles também ajudam as empresas a se tornarem mais eficientes e competitivas.

Como a adequação aos padrões internacionais beneficia as empresas?

Para a empresa, as principais vantagens de se adequar às normas internacionais são: a diminuição das reclamações dos clientes, a redução dos custos operacionais e o aumento da demanda por seus produtos e/ou serviços.

Para se adequar aos padrões internacionais, a empresa se vê na obrigação de otimizar seus sistemas e processos, o resultado imediato disso é a redução dos custos. Ao melhorar a segurança e a qualidade de seus produtos e/ou serviços, a satisfação de seus clientes aumenta consideravelmente e isso representa mais negócios para você.

Os padrões internacionais podem determinar tanto as características específicas de um produto (tamanho, forma, funções, desempenho, embalagem) quanto às normas do processo produtivo, garantindo, assim, que haja uma compatibilidade de produtos e/ou serviços. Dessa forma, a empresa estará apta a ganhar acesso a novos mercados.

Como adequar a empresa aos padrões internacionais de comércio?

Para se adequar aos padrões internacionais, sua empresa terá que atender a 5 critérios. Eles estão diretamente relacionados aos aspectos chave de qualquer negócio: qualidade, apresentação do produto e/ou serviço, contabilidade, competitividade e presença digital. Confira a seguir as especificidades de cada um desses aspectos.

Qualidade

O sistema de qualidade da empresa deve estar expresso em um manual de qualidade e todos os processos devem ser documentados. Um sistema, que impeça a recorrência de problemas, deve ser criado e implementado. É fundamental promover o treinamento e o desenvolvimento dos colaboradores. Especialmente, quanto ao sistema de qualidade, que deve ser inspecionado internamente e através de auditorias de qualidade frequentes.

Apresentação do produto e/ou serviço

Produtos e serviços devem apresentar desempenho, confiabilidade, conformidade, durabilidade, aparência, atendimento, características acessórias e qualidade percebida. A forma como cada produto e/ou serviço atenderá a cada uma dessas dimensões da qualidade é específica ao produto, mas é importante que sua empresa esteja ciente da importância de incorporá-las ao seu produto ou serviço.

Para se adequar aos padrões internacionais, você terá que adaptar fórmulas, embalagens, dados sobre a fabricação, informações de uso e de validade, dentre outras informações que atenda às exigências dos padrões internacionais. Seus produtos estarão sujeitos a normas de qualidade, que definem parâmetros de fabricação e, em alguns casos, a normas sanitárias que garantem a salubridade do produto e a saúde da comunidade.

Esteja atento também às exigências em relação às embalagens. Pode haver, por exemplo, limitação de uso de alguns materiais na sua confecção e se houver qualquer detalhe fora da normalidade, isso pode prejudicar a exportação do seu produto.

Além da apresentação do produto e/ou serviço, você deve levar em consideração as ações pós-venda no seu plano de exportação, como sistema de garantia, assistência técnica, manutenção e reposição, atualização e upgrades, sistema de SAC e relacionamento com clientes.

Contabilidade

A adoção da padronização de procedimentos e documentos contábeis facilita as negociações entre as empresas e a compreensão dos cálculos financeiros. Por esta razão, os relatórios e demonstrativos contábeis devem seguir as normas internacionais e serem facilmente compreendidos pelos investidores.

Ao preparar sua empresa para atender aos padrões internacionais de comércio, você precisa contar com uma equipe de contabilidade muito bem treinada, apta a aplicar as normas legais e orientar a organização.

Competitividade

A capacidade de manter a competitividade da sua empresa no mercado e a forma como você faz a gestão de sua presença digital também devem estar aderentes aos critérios dos padrões internacionais de comércio. Assim, como é fundamental o cumprimento das exigências ambientais e de responsabilidade social.

Aliás, um dos requisitos para que a empresa se mantenha competitiva é justamente sua capacidade de cumprir as exigências socioambientais: não utilização de trabalho escravo e de mão de obra infantil, respeito aos direitos trabalhistas, tratamento adequado dos resíduos da produção, redução do impacto ambiental de suas atividades, utilização de materiais de forma sustentável, etc. Todos os esforços devem ser envidados no sentido de reduzir a quantidade de resíduos e otimizar o uso de energia, cumprir as exigências legais e obter conformidade nos processos.

Presença digital

Por fim, a expansão da Internet e das redes sociais eliminou as barreiras entre as várias regiões do mundo promovendo o intercâmbio de ideias, produtos e serviços. De que maneira isso afeta os padrões internacionais de comércio e a forma como sua empresa se adequa para entrar nesse mercado?

Por um lado, a disseminação das informações torna mais fácil a compreensão de como funcionam os mercados nos diferentes lugares do planeta, as características culturais de cada região e as necessidades dos consumidores em diferentes locais. Além disso, fica muito mais fácil divulgar o seu produto e/ou serviço.

Mas, por outro lado, isso traz novos desafios. O principal deles é o de administrar a presença digital de sua empresa, construindo uma reputação ilibada diante dos consumidores. Isso inclui, por exemplo, o seu posicionamento diante de questões mundiais: saber quando e como se manifestar diante dos acontecimentos é fundamental em um momento em que a opinião pública tem o poder de causar grandes prejuízos às empresas, promovendo o boicote das pessoas aos seus produtos ou serviços.

Gostou das nossas dicas? Agora que você já sabe como adequar sua empresa aos padrões internacionais de comércio, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro sobre as novidades de gestão, inovação e tecnologia, além de muitas dicas sobre exportação.

Postagens relacionadas
Comércio exterior: conheça os primeiros passos para internacionalização
9 técnicas de negociação infalíveis para utilizar em sua empresa
Como se adequar às exigências de mercado do varejo no Brasil?
9 dicas para economizar na despesa das PMEs
Workshop, palestra, curso, simpósio, seminário, congresso: qual a diferença?
Workshop, palestra, curso, simpósio, seminário, congresso: qual a diferença?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web