Operações logísticas não são simples e, com bastante frequência, precisam do apoio de um gerenciamento de riscos adequado — que ajuda a identificar os possíveis problemas que podem ocorrer em um processo e as ações que podem eliminá-los, ou pelo menos, minimizar seus impactos.

No que diz respeito ao transporte, esse cuidado pode ser tomado por meio do monitoramento de cargas. Confira, a seguir, alguns riscos inerentes ao processo de entregas, a importância de monitorar os veículos e como isso pode ser feito!

Quais são os principais problemas que podem ocorrer no transporte de carga?

Existem algumas falhas internas — como atrasos, avarias e extravios, por exemplo — que podem ocorrer em decorrência de alguns gargalos nos processos, mas que afetam os resultados da área de logística e podem impactar na satisfação dos clientes e na relação que eles têm com a empresa.

Porém, existem fatores externos que são mais graves, tanto no que diz respeito à ocorrência, quanto em relação aos prejuízos que eles podem causar. Dentre eles, podemos citar os roubos, furtos, sequestros de veículos e acidentes de trânsito, por exemplo. Estima-se que apenas as ocorrências de roubo causaram um prejuízo de R$ 1,12 bilhão em 2015 — um aumento de 10% com relação ao ano de 2014.

Nem sempre é possível prever quando esses problemas vão acontecer, ou mesmo fazer a prevenção deles. Mas o monitoramento de cargas ajuda, e muito, a contornar algumas situações e evitar que as consequências sejam ainda piores.

Qual é a importância do monitoramento de cargas?

Além de ajudar a analisar se o planejamento de rotas é cumprido pelos motoristas, essa atividade ajuda a acompanhar, em tempo real, o status de cada transporte. Isso permite que o gestor tenha conhecimento a respeito de qualquer ocorrência que possa afetar os resultados previstos e ainda oferecer suporte para que os clientes tenham ciência da situação de suas cargas.

O monitoramento também auxilia na prevenção e redução de roubos, furtos e sequestros de veículos que podem ocorrer nas estradas. Mesmo que não seja uma ação de prevenção, existem soluções que podem ser implantadas e ajudam na localização dos veículos — o que contribui para ajudar nas investigações policiais.

Como é possível realizar o monitoramento e o transporte de forma mais eficaz?

Para que o monitoramento e o transporte de carga sejam realizados da melhor forma possível, aumentando a segurança, é necessário adotar ações que começam antes mesmo de o processo de entrega iniciar e contemplam controles mesmo depois de finalizado. Confira algumas delas:

1. Contratação de um seguro da carga

Mesmo que não seja uma medida de realizar o monitoramento de cargas, ou inibir alguma ação, a contratação de um seguro ajuda a minimizar os danos e perdas decorrentes de um sinistro. Dessa forma, sempre que houver uma ocorrência, o seguro pode ser acionado e a empresa pode ser indenizada de acordo com o valor apontado nas notas fiscais das mercadorias.

2. Treinamento dos motoristas

Essa também é uma ação que visa à prevenção de perdas. O treinamento dos motoristas envolve orientações a respeito da direção segura, tempo de descanso necessário, alimentação adequada, dicas de segurança, o limite de peso de carga, a importância de seguir o planejamento de rotas e de reportar qualquer ocorrência imediatamente, por exemplo.

Enquanto a questão das rotas facilita o monitoramento, as demais ajudam a prevenir acidentes com o motoristas, terceiros, ou com a carga.

3. Check list nos veículos

Por mais que a empresa adote uma política de manutenções periódicas, vale a pena realizar check lists nos veículos antes de cada viagem. Isso inclui a conferência do limite de peso, de excesso de cargas, a calibragem dos pneus e se todos os documentos estão em ordem, por exemplo.

Além de evitar possíveis problemas mecânicos que podem ocorrer, essas medidas ajudam a evitar acidentes — como tombamentos, por exemplo — ou mesmo atrasos e multas ocasionados por documentação errada ou incompleta.

4. Planejamento de rotas

O planejamento de rotas, já citado anteriormente, é uma das atividades mais importantes no transporte de cargas. Além de contribuir para a redução de custos, ele otimiza o roteiro de entregas e, ainda, facilita o monitoramento de cada veículo que está em trânsito. Assim, caso alguma haja alguma ocorrência, é possível saber, com maior precisão, onde ela aconteceu.

5. Rastreamento dos veículos

Equipar os veículos com GPS e realizar o rastreamento dos transportes em tempo real é uma das formas mais eficazes do monitoramento de cargas. Por meio dessa ação, você consegue saber qual é a localização de cada veículo com a maior precisão possível, o que permite acompanhar o status de cada entrega, além de ajudar a identificar o local das ocorrências.

Essa rastreabilidade também pode ser alcançada por meio de câmeras, que são instaladas no veículo e ajudam a identificar ocorrências e os responsáveis, ou mesmo o comportamento dos colaboradores, por exemplo.

6. Monitoramento de ocorrências

Atualmente, é possível contar com a tecnologia para manter contato com os motoristas. Sendo assim, cada vez que há uma ocorrência, o funcionário pode entrar em contato com a empresa e relatar o acontecimento e sua localização.

No caso de uma quebra, por exemplo, para que o motorista não passe muito tempo sozinho na beira da estrada, você — sabendo da informação em tempo real — pode enviar outro veículo para realizar o transbordo e seguir o transporte, no menor tempo possível, minimizando os riscos.

7. Contato com o cliente

Outra forma de realizar o monitoramento de cargas e garantir que a entrega foi realmente feita ao cliente é solicitando um aceite formal. Além de ser feito por meio da assinatura dos documentos, pode ser solicitado que o consumidor entre em contato com a central, relatando que o pedido foi entregue, sem avarias ou extravios, por exemplo.

Como podemos ver, o monitoramento de cargas é muito importante para que os gestores consigam planejar melhor suas ações e minimizem a possibilidade de os riscos se concretizarem. Porém, para que o transporte seja feito com a maior segurança possível, é preciso ir além de adotar soluções que ajudem no rastreamento dos veículos. Nesses casos, o planejamento, assim como ações de prevenção, são fundamentais.

O que achou do post de hoje? Suas dúvidas a respeito do monitoramento de cargas foram esclarecidas? Utilize os comentários para compartilhar suas experiências, opiniões, ou deixar alguma questão. Participe!

 

 

 

Banner Tudo que você precisa saber sobre Código de BarrasPowered by Rock Convert