Banner de Exportação para PME'sPowered by Rock Convert

Os negócios no mercado atacadista são gigantes. A concorrência pode ser tão grande quanto no varejo, ou superar esses números. Tudo isso pela disputa dos clientes com lojas do mesmo ramo e com os varejistas. A venda de sapatos no atacado é igualmente concorrida. Todos os dias surgem novas marcas, novas empresas e, consequentemente, novos produtos. Os clientes podem escolher, dentre um grande número de opções, aquelas que mais se harmonizam ao que procuram e agem de forma estratégica.

A busca dos consumidores pelas vantagens, mas, principalmente, pela satisfação e encantamento, exige esforços dos vendedores atacadistas a fim de criarem estratégias diferenciadas visando ao relacionamento mais intenso e regular em longo prazo. Por isso, as estratégias de marketing são ferramentas essenciais para ajudar o atacadista a manter seus clientes fiéis, aumentar as vendas e garantir a fixação da marca no mercado.

Se sua escolha de negócio foi ser empreendedor nesse setor, este post foi feito para você. Você terá ao seu dispor as 7 melhores estratégias para vender sapatos no atacado. Vamos conferir?

1. Defina com atenção o seu mercado-alvo

O primeiro passo é definir quem será seu público-alvo. Tal demarcação ajuda a manter o foco sobre a mercadoria que vai ser comprada.

Por exemplo, você pode escolher trabalhar com o ramo de sapatos masculinos, com sapatos infantis, ou ainda com o nicho dos esportivos ou sociais. Essa escolha não deve ser aleatória: um estudo do mercado pode te ajudar a perceber quais áreas são mais vantajosas, quais estão em crescimento ou quais são mais concorridas.

Escolher um público-alvo específico, em vez de englobar todos os perfis simultaneamente, é aconselhável para quem está começando seu negócio. A partir da experiência adquirida e com o crescimento do negócio, será possível ampliar sua atuação.

2. Execute ações de marketing B2B de forma estratégica

Marketing B2B ou Business to Business diz respeito às transações comerciais entre empresas. Ele faz parte de funções diversas durante o processo de compra e de venda.

Normalmente, suas ações se beneficiam das segmentações, visando gerar mais confiança e credibilidade com suas estratégias, já que no atacado os riscos são maiores e os clientes dificilmente querem se arriscar. Com o marketing B2B, cada lead passa a ser considerado como uma oportunidade única.

Algumas ações de marketing B2B contam com as seguintes dicas de planejamento:

  • procure mapear os concorrentes, considerando os pontos mais fracos e os mais fortes;

  • atue em marcados menos saturados;

  • utilize os canais digitais para distribuir informações ao seu público-alvo;

  • busque sempre transmitir informações de conteúdo para os seus clientes, o marketing de conteúdo pode ser um bom aliado.

Os negócios são cada vez mais impulsionados pela informação. Se você souber do que o cliente precisa e conseguir fornecer a informação necessária, ele poderá ter melhores decisões de compra.

3. Analise cuidadosamente a sua concorrência

É fundamental para seu crescimento conhecer quem está concorrendo no mercado com você. É saudável comparar os preços e a qualidade do material oferecido pela concorrência; essa ação pode ajudar nas determinações dos valores de sua venda.

Balanceie qualidade e valor dos produtos e procure colocar-se, no mínimo, em equilíbrio com os concorrentes. Não fazer essa pesquisa pode deixar você em desvantagem em relação aos demais.

Tenha em mente que as expectativas dos consumidores estão mudando e é preciso satisfazê-las. Como a concorrência lida com isso? Como você pode se diferenciar? Vale dizer que, às vezes, um atendimento personalizado será o seu grande diferencial competitivo.

4. Crie programas de fidelização

Um bom programa de fidelidade pode ajudar a empresa a aumentar as vendas. Além disso, demonstrará aos clientes que você os valoriza, fazendo questão do seu retorno.

Normalmente, uma campanha ou programa de fidelização trabalha da seguinte maneira: os clientes adquirem pontos a cada compra que concretizam, e quando acumulados, eles podem ser trocados por prêmios, descontos ou outras vantagens.

É importante pensar em uma recompensa que os agrade, e para isso quem deve opinar são os próprios clientes. Procure fazer pesquisas de satisfação para conhecê-los melhor: quanto mais informações sobre eles você tiver, mais chances terá de fidelizá-los.

Lembre-se de que um cliente satisfeito com uma empresa vai indicá-la para outras pessoas.

5. Utilize as redes sociais para agregar valor

As redes sociais têm grande potencial nas ações de marketing nos dias de hoje. São uma boa oportunidade para fomentar o relacionamento com os clientes e atrair novos.

Mas cuidado: não basta sair criando perfis e páginas sem pensar nas estratégias. Como tudo, essas iniciativas também requerem um adequado planejamento. A comunicação para as outras empresas deve ser específica e diferente da utilizada para os clientes finais.

Coloque-se sempre no lugar do seu público-alvo e pense sobre os desejos e necessidades dele. São caminhos importantes na valorização do seu trabalho!

6. Ofereça resultado em vez de preço

Uma empresa que busque somente o preço, e não a amplitude do negócio nos dias de hoje, certamente é minoria. Mas preço e valor são coisas diferentes. Por isso, é preciso demonstrar como seu produto agrega valor às empresas interessadas, e como isso pode gerar lucro para elas.

Aí estará o seu diferencial, pois sempre aparecerá alguém com um preço menor na concorrência. O comprador do atacado é um profissional com experiência no ramo, que visa extrair o máximo do fornecedor.

Não se deixe iludir por argumentos. A negociação em atacado normalmente é um processo demorado, que costuma ser bem estudado pelo comprador. Porém, toda negociação deve ter dois lados. É conveniente que o empreendedor conheça seus gastos para saber que condições pode oferecer.

7. Esteja sempre preparado e busque a eficácia

É importante estar munido de conhecimento e argumentos para estabelecer um bom diálogo com os compradores. Não apenas a respeito dos produtos que apresenta, mas também acerca da empresa com a qual está trabalhando, as necessidades e demandas, o mercado em que atua, suas ameaças e concorrência.

Não pense na venda somente para o momento; o ideal é pensar em longo prazo: a relação que vai se estabelecer a partir dali. Para os negócios no atacado, as relações duradouras são mais valiosas do que as vendas esporádicas.

Pense que credibilidade, confiança e eficácia são premissas para uma boa parceria. Além disso, atente-se para o acompanhamento das vendas, faça o possível para cumprir seus prazos e não se esqueça de fornecer o melhor atendimento antes e após a venda.

Essas dicas são fundamentais para que suas vendas de sapatos no atacado prosperem e sua empresa se destaque e tenha clientes leais. Gostou deste artigo? Então, siga as nossas redes sociais para continuar por dentro de informações relevantes para o seu negócio! Estamos no Facebook, Twitter, Google + e LinkedIn.

 

Banner para o Guia da Negociação: Como fechar mais negócios e otimizar seu resultadoPowered by Rock Convert