Banner de Exportação para PME'sPowered by Rock Convert

Há um momento crítico para as micro e pequenas empresas, que define seu futuro num segmento de mercado. Mais cedo ou mais tarde as vendas ou oferta de produtos se consolidam, consumidores fiéis se multiplicam e há uma demanda maior pelos serviços do que é possível suportar. Num cenário positivo como esse, a saída mais lógica seria conseguir recursos financeiros para expandir os negócios.

Ir atrás deles, porém, não pode ser feito de qualquer jeito. É preciso estabelecer uma linha de ação e pensar todo esse processo de forma planejada e profissional. Num momento como esse, muitas dúvidas surgem e podem minar a autoconfiança do empreendedor e fazer com que sua proposta de ampliação não saia do papel.

Para que isso não aconteça com você, criamos este post. Nele, você vai aprender onde conseguir recursos financeiros para crescer, como investir esses recursos e qual caminho trilhar com esses investimentos. Pronto para virar essa chave na história da sua empresa? Então acompanhe!

Saiba onde o dinheiro deve ser investido

O primeiro ponto é compreender onde esse investimento pode ser melhor aplicado. O que faz mais falta para a sua empresa crescer? Um capital de giro mais substancial? Talvez você não possa produzir mais por não estar em condições de comprar matéria-prima em grande quantidade.

Pode ser também que a reforma e ampliação do espaço físico onde você atua traga os resultados esperados. E para conseguir isso, o que é melhor: alugar um imóvel maior ou realizar ajustes na estrutura do local onde sua empresa já funciona?

Se a resposta para essas perguntas estiver bem clara na sua cabeça, você já tem um roteiro das mudanças que pretende colocar em prática e também uma boa ideia de quanto precisa pegar emprestado. Parta para a próxima etapa apenas quando tiver definido tudo isso.

Planeje antes de buscar os recursos financeiros

Há muitos caminhos possíveis para você. Conseguir um empréstimo ou financiamento antes de delimitar uma estratégia pode fazer esse dinheiro sumir sem alcançar os resultados que você procura.

Antes de mais nada, esteja ciente de que o retorno de nenhum investimento é imediato. O que vai definir o sucesso da aplicação dos seus recursos é cumprir a estratégia de que falamos anteriormente. Além disso, ponha no papel o impacto das prestações no seu fluxo de caixa e verifique o payback — quantos meses de lucro serão necessários para pagar esse investimento.

Pesquise boas condições de financiamento

Há ótimos incentivos disponíveis para pequenas empresas. Com uma boa pesquisa é possível conseguir uma opção que se encaixe bem no seu orçamento e não te deixe sufocado por prestações altas e juros abusivos. Confira algumas:

“Projeto Travessia” do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT)

O nome desse projeto alude ao fato de ele ser uma iniciativa para que micro e pequenas empresas atravessem as turbulências econômicas sem se descapitalizarem ou precisarem demitir funcionários.

Ou seja: é um bom exemplo de como conseguir boas oportunidades em tempos de crise. A linha de crédito do FAT destina-se a empresas que precisam de capital de giro, e o que a torna muito vantajosa são as baixas taxas de juros: variam entre 4 e 6% ao ano, o que pode ser considerado baixíssimo.

Mas há uma contrapartida: ao aderir a esse financiamento, sua empresa se compromete a não demitir nenhum funcionário no prazo de um ano e, caso ela conte com mais de dez colaboradores, contratar um jovem aprendiz com idade entre 14 e 18 anos. A ideia é que você crie capital de giro e contribua para diminuir o desemprego no país.

Linhas de crédito do BNDES

O Banco Nacional do Desenvolvimento repassa recursos públicos por meio de instituições financeiras e bancárias públicas e privadas, principalmente o Banco do Brasil. Os requisitos são simples: você deve estar em dia com o Ministério do Trabalho e a Receita Federal e passar por uma análise de crédito, que determina o valor do seu financiamento. Ele não ultrapassa R$ 200 mil por empresa, em todo caso.

Não há contrapartida para essa linha de crédito, mas as taxas de juros estão longe de se compararem às do FAT: 17% ao ano nas instituições credenciadas pelo BNDES e 19,3% no Banco do Brasil.

Financiamentos da Caixa Econômica Federal

Com modalidades para quem precisa de capital de giro, antecipação de receitas e microcrédito, a Caixa também oferece boas opções de financiamento. O microcrédito destina-se, principalmente, aos Microempreendedores Individuais e pequenas empresas que estão em fase de expansão das suas atividades.

Outro grande destaque entre as linhas de crédito da Caixa é a sua modalidade para comércio exterior, que atende empresas que têm um planejamento para encontrar mercado de exportação. Ideal se quer crescer também fora do Brasil.

Saiba aplicar os seus recursos e cresça em tempos de crise

Se a sua empresa tem vivido esse momento-chave de que falamos, já deve estar claro para você que é necessário definir um objetivo mais alto e persegui-lo. E, ao contrário do que se poderia imaginar, não há tantos motivos para temer a crise financeira que o país atravessa.

Momentos de recessão econômica costumam ser marcados por redução no consumo de alguns produtos — mas também são aqueles em que grandes ideias estão mais propensas a serem aceitas. E isso pelo simples motivo de que todos querem pagar menos sem perder a qualidade do serviço.

Seja metódico e paciente

Planeje-se financeiramente, crie uma estratégia para aplicar seus recursos financeiros da melhor forma possível e, a partir dela, defina um valor ideal — aquele que satisfaz a sua estratégia e cujas prestações não sejam salgadas.

Depois disso, aplique-os calculadamente e evite se deixar levar pela impaciência e a busca de resultados imediatos. O seu empreendimento vai sentir os efeitos benéficos dessa disciplina e os resultados virão no tempo certo, transformando o dia a dia da sua empresa para melhor e colocando-a alguns degraus acima.

Com bons planos, boas ideias, paciência e um financiamento bem pensado, um novo tempo vai se abrir para você! Aproveite para conhecer 7 ferramentas que vão te ajudar a organizar as finanças da sua empresa!

 

Banner para o Guia da Negociação: Como fechar mais negócios e otimizar seu resultadoPowered by Rock Convert