marketing

Marketing para pequenas empresas: por onde começar a investir?

Mesmo em tempos economicamente difíceis, grandes oportunidades podem aparecer. E o marketing pode ser a melhor estratégia para que pequenas e médias empresas aproveitem o momento para se destacarem em seu segmento e se distanciarem da concorrência.

Porém, alguns pequenos empresários pensam que o investimento é só mais um gasto que não vale a pena. Mas é justamente aí que está o engano! Pois é nos momentos de crise, quando muitos cortam custos de marketing, que sua empresa deve fazer exatamente o contrário. Ou seja, quando os outros se escondem com medo de investir, sua empresa deve aparecer e fazer a diferença.

É preciso lembrar que o marketing não deve ser visto como um custo, mas um investimento. No médio e longo prazo, o gestor pode perceber o retorno sobre cada centavo aplicado nesse tipo de solução — principalmente no aumento da taxa de conversão, do ticket médio e, consequentemente, do faturamento.

Você deve estar pensando como uma pequena empresa sem muitos recursos pode investir em marketing, não é mesmo? Bem, aí vai a resposta: não é preciso ter muito capital para investir. Basta uma boa estratégia para começar a colher os frutos.

Não acredita? Então veja a seguir algumas alternativas de baixo custo capazes de trazer resultados prontos para o seu negócio.

Planeje antes

Tão importante quanto um plano de negócios, é um plano de marketing. Da mesma forma que traz benefícios para uma grande empresa, também traz para uma pequena. Para começar, você precisa conhecer seu mercado. Um bom planejamento de marketing deve conter os principais fatores internos e externos que possam influenciar o desempenho da sua empresa. Entenda seus clientes, busque entender como eles se comportam, quais seus hábitos e outros fatores relevantes.

Ainda no planejamento, estabeleça metas, pois é com elas que você vai comparar o resultado da sua campanha de marketing. Mas seja sensato: estabeleça metas claras e alcançáveis. Faça também uma análise do seu negócio, veja quais são seus pontos fortes e a melhorar, identifique as oportunidades de mercado e as ameaças.

Um bom plano é fundamental para começar com o pé direito uma estratégia de marketing para pequenas empresas.

Por onde devo começar?

Para que uma empresa cresça e consiga consolidar sua marca no mercado, é preciso fazer com que seu cliente perceba o valor que sua marca pode oferecer. E você tem uma ferramenta bastante eficaz ao seu dispor que pode ser seu grande diferencial diante da concorrência: a internet, é claro!

Muitas empresas consideram entrar nesse meio, afinal, as pessoas estão cada vez mais conectadas. É por isso mesmo que abordamos esse conteúdo com mais profundidade logo a seguir.

Internet: a grande aliada no marketing para pequenas empresas

Já faz muito tempo que entramos na era da informação. Não importa o tamanho da sua empresa, se ela não tiver presença online, simplesmente não existe para uma infinidade de potenciais clientes.

Pode parecer exagero, mas a verdade é essa. O tráfego de usuários na internet é enorme, a quantidade de informações consultadas todos os dias é absurda. Porém, se sua empresa não consta na internet, a sua situação não deve estar nada fácil.

Para se ter uma ideia, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) estima que mais da metade da população brasileira tem acesso à internet em casa. Isso sem falar no uso de smartphones, que hoje lideram o acesso às redes e, certamente, são uma plataforma para se levar em consideração na hora de investir.

É por isso mesmo que a maior parte das empresas, hoje, está considerando os investimentos nesse tipo de estratégia, não importando se são multinacionais ou empresas de pequeno porte. Afinal, é preciso conquistar os clientes independentemente do tamanho do seu negócio, não é verdade?

Por onde minha empresa deve começar a investir?

Se esse for o seu caso, realmente já está mais do que na hora de rever seus conceitos e se tornar mais presente no ambiente virtual. Vamos fazer uma lista com 10 ações que podem fazer a sua estratégia de marketing digital se tornar ainda mais poderosa. Então, continue acompanhando o nosso material!

1. Crie o perfil da sua empresa nas redes sociais

Nada melhor para se relacionar com seus clientes do que as redes sociais, pois além de serem ferramentas importantes para conhecê-los, ainda são gratuitas.

Caso clientes em potencial como empresas maiores, por exemplo, se mostrarem interessados em seus produtos ou serviços, poderão encontrá-lo nas redes sociais. O que é muito comum hoje em dia.

Crie uma página no Facebook, um perfil no LinkedIn ou um perfil no Twitter, pois essas redes sociais são excelentes ferramentas para gerar maior engajamento com as pessoas. Elas são essenciais principalmente para pequenas empresas que desejam apresentar sua marca e vender seus produtos ou serviços.

2. Desenvolva um monitoramento ativo das redes sociais

Apostar nas redes sociais definitivamente é uma boa ideia, mas, infelizmente, muitos gestores enfrentam problemas após aderirem a esse tipo de estratégia. Isso ocorre quando as páginas são abandonadas pela empresa — não há nem atualização do conteúdo, nem a interação com o público.

É por isso que você deve sempre pensar em formas de automatizar o monitoramento das redes sociais. Assim, você vai saber não só o que andam falando do seu negócio nessas plataformas, como também poderá descobrir uma série de outras questões, como quais assuntos são mais relevantes para abordar, qual o perfil dos seus seguidores, entre outros.

Além disso, com o monitoramento efetivo, você sabe exatamente se as suas ações na área estão dando certo, afinal, estará acompanhando tudo por meio de indicadores de desempenho.

3. Invista em um site ou blog

Ter um site ou blog é obrigatório. Principalmente para micro e pequenas empresas que buscam canais de marketing mais em conta para melhorarem sua imagem.

Um domínio de um site é muito barato em relação ao retorno que ele trará. Mas não adianta apenas fazer um site e deixá-lo parado. É necessário produzir conteúdo com qualidade e objetividade que vise atender algumas necessidades dos clientes dentro do seu ramo de negócio.

4. Trabalhe a estratégia de e-mail marketing

Uma excelente estratégia de marketing digital para pequenas empresas é o e-mail marketing. Ele é uma das ferramentas mais utilizadas pelas empresas para conseguirem levar seus leads (potenciais clientes) ao final do funil de vendas. Ou seja, conseguir, por meio de conteúdos relevantes, atrair novos clientes para seu site e, em seguida, convencê-los de que adquirir seus produtos ou serviços será um excelente negócio.

Se você deseja gerar cada vez mais leads para sua empresa, há uma ótima forma de fisgá-los: criar uma página que mostre os benefícios dos seus produtos!

Você pode oferecer o seu catálogo de produtos para download, por exemplo, aproveitando também a oportunidade para pedir que eles assinem sua newsletter para continuarem recebendo as novidades sobre seus produtos. Essa é uma estratégia bastante eficiente para manter contato e não perder espaço para a concorrência.

5. Invista na automação do e-mail marketing

Sim, a estratégia é excelente para você conquistar os seus clientes, mas pode se tornar ainda melhor se apostar na automação. Acontece que, hoje, existe uma série de softwares destinados especificamente ao disparo automático de e-mails, o que torna esse tipo de ação ainda mais viável.

Com a força da automação você pode, inclusive, alinhar as estratégias de e-mail marketing da empresa com o banco de dados interno, o que garante ainda mais personalização nesse tipo de estratégia.

6. Participe de encontros e eventos

Uma das melhores formas de se mostrar para um potencial cliente é por meio de encontros ou feiras relacionadas ao seu ramo. Nesse tipo de evento, pequenas, médias e grandes empresas se reúnem para se conhecerem e fechar negócios. Essa é a grande chance para sua marca aparecer.

Alguns desses eventos podem ser gratuitos, mas mesmo não sendo o custo é ínfimo e com retorno bastante significativo.

Distribua o máximo possível de informações sobre a sua empresa para as pessoas interessadas em seus produtos, afinal, podem ser clientes em potencial.

Essa modalidade de networking pode ser a chance para que seu negócio se torne referência em seu segmento de mercado.

7. Aposte nos links patrocinados

Outra dica bastante interessante para quem deseja dar os seus primeiros passos no marketing são os links patrocinados. Estamos falando dos anúncios realizados por mecanismos de busca, como o Google, e algumas mídias sociais, como o Facebook. Certamente é uma grande oportunidade para garantir o destaque na sua empresa.

O melhor de tudo é que, com esse tipo de estratégia, é possível que você controle totalmente os gastos realizados com marketing. Isso porque, normalmente, o pagamento é feito mediante a quantidade de cliques que você espera obter com a iniciativa.

8. Conte com a geolocalização

Já falamos bastante sobre algumas opções tecnológicas que podem ajudá-lo a desenvolver uma estratégia de marketing digital, mas ainda ficou faltando mencionar uma que é tão importante quanto as outras: estamos falando dos sistemas de geolocalização.

Sim, com os sistemas atuais você pode garantir que todas as ações vistas anteriormente sejam direcionadas exatamente para o público que está passando por perto do seu estabelecimento.

Assim, você garante um apelo muito maior para as suas estratégias: envios de e-mail marketing são enviados no momento mais propício, por exemplo.

9. Melhore o seu SEO

Vimos muitas estratégias interessantes, como a montagem de blogs, redes sociais e do próprio site da sua empresa. Acontece que para tornar todas essas estratégias ainda mais relevantes, devemos sempre melhorar o SEO (Search Engine Optimization). Estamos falando da otimização dos mecanismos de busca.

Sim, é possível trabalhar no conteúdo desenvolvido pela empresa em todas as plataformas possíveis e garantir um ranqueamento muito melhor nos motores de busca mais famosos, como o Google, por exemplo. Assim, sua página passa a ser uma referência e é encontrada com muito mais facilidade pelo seu público.

É uma estratégia muito recomendada, principalmente nessa era em que as pessoas não desgrudam mais dos seus smartphones.

10. Foque no atendimento ao cliente

Para fechar as nossas dicas, devemos falar no atendimento ao cliente. Você já ouviu falar no termo consumidor 2.0? Pois é. Esse é um assunto sério e requer a avaliação do empreendedor. Basicamente, a ideia é a de que o cliente se tornou mais exigente devido ao avanço das mídias sociais e da disseminação da informação.

Por isso mesmo, sua empresa deve estar preparada para atender a essa nova demanda, não só treinando os colaboradores, mas também se inserindo com a consciência de que todas as pessoas devem ser tratadas com respeito também no ambiente virtual.

Utilize as várias ferramentas do marketing digital para mensurar seus resultados

Depois de elaborar suas estratégias de marketing digital para sua pequena empresa, é importante mensurar o retorno que elas trouxeram para o seu negócio.

Verifique se a meta foi atingida no final do processo estabelecido por sua empresa. Para isso, us os indicadores de desempenho, mencionados por nós anteriormente. Podemos destacar alguns, como o ticket médio, a taxa de conversão e o ROI (Return On Investment), por exemplo.

Com isso, você poderá verificar onde errou e onde acertou, podendo manter o que deu certo e modificar o que não funcionou conforme o esperado. É assim que você garante a melhoria contínua no que diz respeito ao marketing e melhora sempre o seu retorno.

Essa é uma das vantagens do marketing digital, pois além de ter ferramentas excelentes para alavancar seu negócio, ainda fornece meios de mensuração bastante eficientes para que você possa reavaliar todo o processo.

Outra dica importante é buscar mais informações, pois normalmente um pequeno empresário não conhece muito sobre marketing digital e acaba por não saber o que fazer para acompanhar o ambiente online.

Busque artigos, revistas, sites especializados, livros sobre empreendedorismo de autores renomados (como Dale Carnegie, Philip Kotler, Lovelock e Wirtz), ou contrate agências especializadas em marketing para pequenas empresas, que podem ajudar muito no processo de inbound marketing, na hora de entrar no mundo digital e expandir seus negócios.

Gostou do nosso artigo? Então aproveite e curta a nossa página do Facebook. Esperamos você por lá!

Postagens relacionadas
Carga tributária: como as PMEs podem vencer esse desafio?
Entenda a importância do planejamento tributário para sua empresa
Otimize o cadastro de produtos de sua empresa em 5 passos
Empresa familiar: 6 dicas de gestão que você precisa conhecer!
dólar e exportação
Como o valor do dólar no Brasil impacta nas suas exportações?
1 Comentário

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web