Aprenda a preparar o seu e-commerce para a Black Friday!

Aprenda a preparar o seu e-commerce para a Black Friday!

A Black Friday é um dos maiores dias de compras do ano — um dos mais esperados pelos donos de e-commerce —, e tornou-se o principal símbolo de ofertas e descontos tanto do comércio físico quanto do eletrônico.

A data é uma ótima oportunidade para os comerciantes gerarem uma receita extra no ano. Mas esse aumento nas vendas não pode se basear na mera expectativa da data. É preciso se programar, fazer um planejamento e ter boas estratégias para um marketing adequado e preciso. Afinal, a concorrência também vai continuar voraz.

Neste artigo, vamos mostrar algumas boas práticas para você preparar o seu e-commerce para a Black Friday e dar aquela guinada no seu negócio. Confira!

Afinal, o que é a Black Friday?

Antes das dicas, vamos entender melhor o que é a Black Friday para que você saiba adequar as estratégias do seu e-commerce para esta data.

A Black Friday é como os americanos chamam o dia seguinte à Ação de Graças. Ela não tem um significado tradicional para nós, mas é uma das datas cristãs mais importantes para os americanos e canadenses, e ocorre sempre na última quinta-feira de novembro. Consequentemente, a Black Friday ocorre sempre na última sexta-feira de novembro. Esta data é usada como o ponto inicial da estação de compras de fim de ano, prolongando-se até o Natal.

Atualmente, a Black Friday não se restringe a um evento de dia único. Muitas lojas já começam a “loucura” das vendas no próprio dia de Ação de Graças, outras ainda na quarta-feira antecedente, e estendem até na segunda-feira seguinte, dia conhecido como Cyber Monday.

Como preparar um e-commerce para a Black Friday?

A Black Friday é uma daquelas datas do ano que os comerciantes podem aproveitar para dar um up nas vendas e gerar uma receita extra para o faturamento do ano. Nesta era da internet, as pessoas aproveitam ainda mais para comparar preços online. É aqui que surgem as oportunidades para donos de e-commerce.

Confira algumas dicas para deixar seu negócio tinindo para a próxima Black Friday:

1. Crie uma promoção irresistível, mas simples

O ponto é manter a promoção de forma facilmente compreensível. Quando o consumidor se sente confuso diante de uma oferta, seja por ela estar ambígua, ou por ser complexa demais, ele simplesmente parte para a próxima.

Mantenha apenas um ou alguns poucos padrões de desconto e promoções. Quanto maior for sua loja e com maior variedade de produtos, é possível oferecer descontos diferentes de acordo com cada setor, por exemplo. Mas não complique demais. Por exemplo, se o desconto será em percentual, use esse padrão em todo o site.

2. Confira sua infraestrutura

Ao contrário de uma loja física, a qual, se estiver lotada, pode ter suas portas fechadas para impedir o tráfego excessivo, um site pode ter sérios problemas quanto a isso.

Verifique com antecedência se o seu servidor possui robustez o suficiente para suportar um tráfego maciço no e-commerce, de forma que os usuários não fiquem na mão quando tentarem acessar. Se seu e-commerce for hospedado em um provedor terceirizado, entre em contato com eles para alertá-los sobre o aumento de tráfego esperado para que eles possam se preparar para o impacto.

Este processo também deve incluir uma verificação de segurança para garantir que os dados dos seus cliente estejam seguros durante toda a temporada de compras. Uma violação de dados pode ser desastrosa, especialmente se você trabalhou duro para construir confiança com seus clientes e sua fidelização.

3. Ofereça frete grátis

Não são raras as vezes que o preço do frete acaba com uma venda por deixar o preço final muito alto. Há ocasiões, ainda, que o frete acaba sendo mais caro que o próprio produto, e muita gente desiste de comprar no e-commerce para ir comprar numa loja física na cidade.

Uma vez que os custos de envio estão entre as principais razões para o abandono do carrinho de compras, o frete grátis (ou pelo menos bastante reduzido) é uma ótima forma de atrair novos clientes na Black Friday.

O frete gratuito possui um valor para o cliente que ultrapassa, na maioria das vezes, aquele percentual de desconto em determinado produto. Então, considere isso (planeje antes para ver se é viável) na sua estratégia de Black Friday. Nesta data, os consumidores esperam ofertas especiais, de modo geral, então é importante oferecer maiores níveis de desconto do que em qualquer outra época do ano.

4. Verifique os sistemas do e-commerce

Tendo em vista que a “temporada de caça” das ofertas da Black Friday está se aproximando, comece desde já a verificar todo o seu sistema para evitar, ou pelo menos diminuir, os riscos de falhas.

Certifique-se de que seus processos de envio e opções de pagamento estão prontos para a investida. Se for contratar uma central de atendimento terceirizada para ajudar o seu e-commerce nessa data, tenha certeza de que seja uma empresa confiável e capacitada para atender a clientela do seu nicho e mercado, e principalmente o alto tráfego.

Além disso, é necessário também que o sistema de estoque esteja corretamente gerenciado, bem como o sistema de logística. Nada mais frustrante para o cliente do que comprar algo e logo em seguida descobrir que o item está em falta ou que vai demorar muito para chegar em sua casa.

5. Seja criativo

Os donos de e-commerce precisam encontrar as formas mais criativas possíveis para atrair clientes na Black Friday e se destacar da concorrência. E isso inclui pequenas modificações no design, como cores e banners que destaquem as promoções. Criar um conteúdo que condiga com o clima festivo da data e transformar seu e-commerce num “tapete vermelho” atrativo, que convide de fato o cliente a visitar sua loja.

6. Pense no longo prazo

OK! A Black Friday é uma ótima data para gerar uma receita extra, como já dizemos. Mas saiba que isso é o de menos.

Um evento bem-sucedido na Black Friday vai trazer uma grande quantidade de pessoas para o seu e-commerce em um curto período de tempo. Enquanto eles estiverem lá, encontre maneiras de aproveitar a oportunidade para o sucesso do seu negócio no longo prazo também.

Ofereça aos compradores a oportunidade de se inscreverem em promoções especiais e ganharem cupons desconto em compras futuras. Surpreenda cada visitante. Mesmo que ele não compre nada agora, pode vir a se tornar um ótimo cliente no futuro. Para isso, invista no relacionamento. Em outras palavras, a Black Friday é uma oportunidade de ouro para iniciar relacionamentos de fidelização com clientes novos e antigos.

Ao construir um banco de dados com os nomes e e-mail dos clientes interessados, você pode utilizar o sucesso da Black Friday para construir sua base de clientes em geral ao longo do próximo ano, com novas ofertas.

Além disso, você pode usar soluções analíticas para gerar relatórios sobre o tráfego, as conversões e as vendas do seu site, para tomar decisões mais acuradas para a próxima Black Friday.

A Black Friday traz uma excelente oportunidade para e-commerces, não apenas as grandes lojas, mas também os pequenos negócios. Se você estiver bem preparado, pode causar uma boa impressão em novos clientes e aumentar a chance de trazê-los de volta para novas compras.

Não perca nenhuma de nossas dicas de negócios para alavancar o seu e-commerce. Siga-nos nas redes sociais: Facebook, Twitter, LinkedIn, Google+.

Postagens relacionadas
Segmentação de mercado: afinal, qual é a importância?
Segmentação de mercado: afinal, qual é a importância?
Conheça as principais regras de exportação de produtos brasileiros
Conheça as principais regras de exportação de produtos brasileiros
Conheça 5 tipos de clientes e aprenda como lidar com cada perfil
Inspire-se! 7 estratégias de marketing para sacudir seu negócio
O que muda no DIFAL ICMS 2018 para sua empresa?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web