Banner de Exportação para PME'sPowered by Rock Convert

O mundo fica cada dia mais conectado. Os smartphones e dispositivos móveis são cada vez mais indispensáveis para as pessoas, seja para lazer ou para os negócios.

Logo, para que as empresas ganhem maior rentabilidade, elas precisam pensar em estratégias para se manterem ativas em mais de um canal de comunicação.

É necessário que as organizações escolham canais que façam sentido para engajar com a audiência e que resultem em campanhas de marketing e venda de sucesso.

Existem quatro principais definições de canais de venda e experiência que as companhias podem utilizar para tirar o maior proveito possível: single, multi, cross e omni-channel.

Interessado em saber mais sobre como esses canais funcionam e quais são os principais benefícios de cada um? Continue a leitura!

Single channel

Esse é o canal utilizado por praticamente toda empresa que começa a desenvolver suas estratégias de marketing. Por ser resumido em apenas uma maneira de comunicação ou venda (como lojas físicas, por exemplo), se torna simples de trabalhar e compreender o funcionamento do single channel.

Vantagens

  • Fácil domínio do canal: a utilização de um único canal é a opção preferida por boa parte das empresas, pois permite um domínio do canal mais rápido e menores investidas de tempo e dinheiro para desenvolver formas de trabalhar o marketing;

  • Economia de tempo e dinheiro: permite que a empresa concentre todos seus esforços nesse único canal, economizando mais no longo prazo;

  • Posição dominante: essa dedicação pode ajudar a organização a alcançar maior controle do mercado.

Desvantagens

  • Limita as oportunidades: ao focar em um único canal, a empresa pode perder oportunidades de captar clientes que interagem mais facilmente com outros meios de comunicação;

  • Restringe o crescimento: consequentemente, as oportunidades perdidas resultam num crescimento e divulgação da marca em proporções menores;

Em resumo, adotar divulgação por single channel é uma tática um tanto ultrapassada, que acaba limitando as empresas em relação aos benefícios que outras opções de canal podem oferecer.

Multichannel

Nesse caso, a empresa foca esforços para divulgar e atingir clientes em uma combinação de canais (como loja física, e-commerce, aplicativos, e-mail etc.). Para cada canal, são desenvolvidas estratégias que buscam engajar o consumidor da maneira que mais o interessa.

Vantagens

  • Melhor aproveitamento: dessa forma, um consumidor em potencial pode ter um maior envolvimento com o negócio, aumentando potencialmente as chances de venda (consumidores de multichannel gastam de 3 a 4 vezes mais do que os de single channel);

  • Maior atenção: multicanais permitem que sua empresa esteja presente nos meios em que os clientes estão, fazendo com que sua marca receba mais foco do que outras companhias;

  • Menor vulnerabilidade: por não depender de um único e engessado fluxo de receita, seu negócio corre menores riscos de mudança no mercado;

  • Assertividade: você oferece ao cliente o que ele precisa, no seu canal preferido e de acordo com o tipo de compra que mais o agrada.

Desvantagens

  • Gerenciamento: com mais canais, o gerenciamento dos níveis de estoque, entrega, preços e outros pode ficar um pouco mais exigente, requerendo maior atenção para que o serviço ao consumidor não fique comprometido;

  • Atribuição: diversos canais podem dificultar o entendimento sobre quais canais ou campanhas geram maior tráfego e conversão. O acompanhamento das métricas deve ser feito de maneira eficaz para que revele as melhores práticas.

Cross channel

O cross channel é onde os diferentes canais se cruzam e se relacionam entre si, obedecendo a um único plano, desenvolvido para que os canais trabalhem em conjunto em vez de separados.

No marketing de cross channel o cliente passa por diversos canais da empresa para realizar uma única compra. Por exemplo, o consumidor vê um produto no site e mais tarde recebe um anúncio no Facebook que o encoraja a voltar para a loja online.

Vantagens

  • Aumenta a conversão: mantendo o consumidor em contato com o produto dentro dos canais que ele mais gosta, as chances de conversão são otimizadas.

  • Maior público: quanto mais pessoas estiverem em contato qualificado com seus produtos, maiores são as chances da sua empresa criar impactos e alcance de negócios mais certeiros;

  • Mais informações: estar em diversos canais com campanhas definidas ajuda você a conhecer mais o seu cliente, seus hábitos de consumo, preferências e comportamentos. Dados como esses permitem que a organização otimize os planos de marketing e se aproxime do cliente de modo mais certeiro.

Desvantagens

  • Atribuição: também é preciso ter um controle completo de quanto é investido em cada canal e cada campanha, obtendo um acompanhamento minucioso.

Omni-channel

O omni-channel é caracterizado pelo uso simultâneo de mais de um canal. Por exemplo, quando o consumidor utiliza dispositivos como tablets para obter mais informações sobre um produto enquanto está dentro de uma loja física.

Esse canal é a evolução lógica dos outros canais, e coloca o cliente como centro de todo o plano, fazendo com que a empresa entregue uma experiência consistente de sua marca enquanto cria um relacionamento com o consumidor.

Nesse processo, a companhia prioriza os interesses, desejos e preferências do cliente e deixa à sua disposição todas as facilidades possíveis. Essas informações sobre o comprador são adquiridas por meio de históricos de compras, preenchimento de formulários, comportamento em redes sociais etc.

Vantagens

  • Melhor experiência: o uso de omni-channels permite que o seu negócio crie experiências positivas e fluidas ao comprador, removendo possíveis obstáculos do processo de compra e aumentando os níveis de conversão;

  • Maior entendimento do cliente: com estratégias como essa, você ganha um conhecimento aprofundado dos anseios e desejos do consumidor e passa a entender melhor sobre como engajar e mantê-lo por perto;

  • Gerenciamento: sua empresa consegue gerenciar e ter um controle mais completo de estoque, minimizando o excesso ou falta de produtos e reduzindo as chances de vendas duplicadas e previsões incorretas.

​Desvantagens

  • Rastreamento: para analisar e rastrear os dados de cada venda, as atividades de marketing digital e tradicional podem requerer maior uso recursos;

  • Atribuição: mais uma vez, a atribuição pode ser difícil de ser gerenciada e exigir um modelo aprofundado de conhecimento para que os dados possam ser utilizados.

​Os canais que você escolher para o seu negócio devem ser baseados nas suas estratégias de marketing e nos seus objetivos de lucratividade e de crescimento. No entanto, o ideal é que a sua empresa tente sempre atingir os conceitos de omni-channel, uma vez que essa é uma maneira cada vez mais natural de alcançar e satisfazer os clientes.

Agora que você conhece as vantagens e melhores usos desses diferentes tipos de canais, já pode se preparar para estar presente em mais de um deles e, com isso, obter mais faturamento e competitividade.

Gostou desse post? Agora, que tal aprender mais sobre como a mobilidade pode ajudar a fortalecer seu relacionamento com o cliente?

 

Banner para o Guia da Negociação: Como fechar mais negócios e otimizar seu resultadoPowered by Rock Convert