Banner de Exportação para PME'sPowered by Rock Convert

Para ver o negócio crescer, é preciso investir — a aplicação de recursos financeiros em soluções e estratégias específicas pode favorecer a expansão e aumentar o ROI, uma métrica importante que não deve ser ignorada pela gestão.

Identificar os investimentos que apresentam o melhor retorno é essencial para explorar o potencial de cada iniciativa e assegurar que as verbas e orçamentos sejam destinados a ações benéficas para o negócio.

Se o seu objetivo é maximizar os resultados de seus investimentos, não perca este post. Vamos mostrar maneiras simples e práticas para aumentar o ROI e garantir o melhor aproveitamento dos recursos empregados na expansão do negócio. Preparado?

Em primeiro lugar, o que é ROI?

Retorno Sobre Investimento, mais conhecido como ROI (do inglês Return on Investment) é um cálculo que mostra se a empresa está obtendo os resultados que deseja a partir de um investimento realizado.

Em outras palavras, o que o ROI define é: para cada real investido, quantos retornaram? Portanto, se você investiu R$ 10.000,00 em uma campanha de marketing, por exemplo, e teve um aumento de vendas de R$ 30.000,00, você pode dizer que, para cada real investido, você recebeu dois.

O ROI também pode mostrar quando um investimento representa uma perda. Nesse caso, é necessário analisar se é viável repensar as razões do resultado e remodelar o investimento ou se a melhor alternativa é abandoná-lo.

Como calcular o ROI?

Especialistas afirmam que não há uma maneira única de calcular o ROI. Porém, existe uma fórmula mais comum e que funciona para muitos modelos de negócios. Acompanhe:

ROI = (ganho obtido – investimento inicial) / investimento inicial

Vamos exemplificar:

Imagine que sua loja gastou R$ 1.000,00 para divulgar uma determinada promoção. O resultado da ação foi uma venda de R$ 2.500,00. Para calcular o ROI, você usará a fórmula e chegará à seguinte conclusão:

ROI = (ganho de R$ 2.500 – investimento de R$ 1.000) / Investimento de R$ 1.000

O resultado do cálculo é 1.500 / 1.000 = 1,5, e você pode interpretá-lo da seguinte forma:

  • ROI < 1 — houve perda, pois o empresário investiu mais do que vendeu;

  • ROI = 1 — não houve perda, mas também não houve lucro. As vendas cobriram o custo da ação, mas não houve excedente;

  • ROI > 1 — houve lucro, pois o empresário teve um total de vendas maior que o valor investido.

Outra opção é multiplicar o resultado por 100 para obter o mesmo índice expresso em forma de porcentagem. No nosso exemplo, seria 150% de retorno.

Por que o cálculo do ROI é tão importante para a empresa?

Ao apresentar um resultado favorável de cada iniciativa, essa métrica permite identificar os investimentos que apresentam maior retorno, permitindo a alocação de recursos de forma mais inteligente.

Essa identificação favorece qualquer tomada de decisão sobre os rumos do negócio em médio e longo prazo. É possível dimensionar a realidade financeira para avançar ou recuar diante de ações com resultados positivos ou negativos.

O ROI permite, inclusive, que as metas e objetivos sejam mais bem elaborados e que as equipes tenham um melhor direcionamento sobre o caminho a seguir e o ponto focal de onde devem chegar.

Quais os benefícios que o uso dessa métrica pode proporcionar?

Se uma empresa faz investimentos e consegue identificar a capacidade de retorno de cada ação desenvolvida, calcular o ROI só vai beneficiar a gestão e agregar valor ao negócio. A isso se somam as vantagens que você vai conhecer agora.

Resultados concretos

Os números não mentem, e sendo o ROI uma métrica de fácil aplicação e cálculo, certamente a empresa terá embasamento suficiente para continuar sua jornada de crescimento.

Os resultados apresentados servem de base para consolidar uma estratégia e tudo que envolve a sua aplicação. Uma ação de marketing, por exemplo, que visa aumentar o faturamento, deve ter um ROI calculado a partir do volume de vendas para comparar com o investimento de todo o material de divulgação.

Aumento do lucro

Se você souber quais são os investimentos sem retorno, dará mais enfoque àqueles com bons resultados. Isso quer dizer que a tendência é cortar gastos e focar em ações que, de fato, gerem receita e lucro.

Mensuração da eficiência

Elaborar e desenvolver um projeto para ser rentável é uma missão desafiadora. São muitas as possibilidades de interferência do mercado, da concorrência ou até mesmo de uma equipe desengajada.

Encontrar o tom da eficiência pode minimizar os custos e aumentar a receita, o que quer dizer que a tendência é de aumentar o ROI na sequência. Com isso, mesmo que muitos projetos estejam engatilhados, sua empresa dará prioridades para aqueles que apresentarem potencial e chances para um retorno lucrativo.

Como aumentar o ROI?

Agora que você sabe como calcular o ROI e entendeu a sua importância, vem a parte principal: como aumentá-lo. Vamos conhecer 6 estratégias para garantir que cada investimento tenha o máximo de retorno possível.

1. Utilizar o Upselling e Cross selling

Se você atua no mercado há algum tempo, sabe o tremendo esforço que precisa para conquistar um novo cliente. O que fazer, então, para aumentar os lucros e fazer com que esse retorno obtenha um resultado mais expressivo?

Se a maior dificuldade é trazer mais clientes, uma forma de inverter esse jogo é fazer cada um deles comprar mais. Aumentar o ticket médio — o valor que cada consumidor gasta — é uma estratégia inteligente para aumentar a lucratividade e o retorno de um investimento.

Duas ferramentas importantes para aumentar o ticket médio são o Upselling e o Cross selling. Conheça um pouco sobre elas:

  • upselling: como o nome diz, é um “up”, uma sugestão que puxa o preço da compra prevista para cima. Então, se o cliente estava vendo um celular de 16Gb por R$ 900,00 o vendedor ou o site sugerirão o modelo de 32Gb por R$ 1.300,00.

  • cross Selling: é uma prática um pouco diferente. Ela vai sugerir produtos complementares àqueles que o cliente está vendo ou já colocou no carrinho de compras. Então, se a consumidora está vendo um biquíni, o site ou o vendedor sugerirão que ela compre uma saída de praia também.

Quando bem conduzidas, essas estratégias podem ser quase irresistíveis.

2. Investir em marketing

Tão importante quanto vender é fazer com que a sua marca esteja permanentemente na cabeça dos consumidores — uma espécie de top of mind.

Se as ações de marketing forem bem planejadas, a sua empresa aumentará o valor da marca e seu reconhecimento no mercado. Assim, ela passará a ser uma espécie de fornecedor preferencial, aquela que o consumidor vai preferir quando tiver duas ou três opções.

3. Profissionalizar o negócio

A forma como sua empresa lida com questões burocráticas e praxes de mercado vai determinar a imagem a seu respeito. Portanto, a gestão precisa ser profissionalizada.

Existem muitas formas de fazer isso, e uma delas é a adequação às normas. O uso do código de barras, por exemplo, é um requisito muito simples. O código é uma adequação essencial para quem quer adquirir credibilidade diante do mercado, aumentar o valor agregado da mercadoria oferecida e conquistar novos segmentos.

4. Segmentar

Segmentar seu público e tornar seu perfil mais específico permite atender às suas necessidades de forma mais particular. Essa prática permite acompanhar de perto cada espécie de cliente, oferecendo exatamente o que ele deseja e proporcionando uma experiência de atendimento mais personalizada e efetiva.

Com um determinado grau de experiência em um nicho específico, a empresa tem a oportunidade de captar melhor as suas necessidades, oferecer soluções efetivas e conhecer maneiras de abordá-lo de forma acertada, gerando um número maior de ofertas e conversões.

5. Investir na tecnologia

As ferramentas de automação são um diferencial bem consistente para empresas em busca de melhores práticas. Os processos, quando automatizados, ganham melhor desempenho e padronização.

Se existe algo que as empresas precisam fazer é facilitar a compra. Nenhum empecilho deve existir entre o desejo do cliente e o fechamento da venda.

Por isso, quanto mais ágeis e menos burocráticos forem os processos, melhores serão os resultados. O código de barras, que já foi mencionado, é uma das medidas que favorece essa comercialização e a logística de distribuição do produto.

Com ferramentas adequadas de automação é possível tornar o departamento logístico mais dinâmico e ágil. O mesmo vale para a gestão de estoque, pois, a integração dos processos proporcionar maior comunicação entre setores para facilitar as operações de vendas.

Utilizar o código de barras ou o QR Code facilita a identificação e rastreabilidade de produtos e mercadorias. O cadastro de produtos e a utilização dessas soluções tecnológicas melhora a eficiência e aumenta o diferencial competitivo da empresa.

Algumas práticas como a separação correta de produtos, o envio seguro e o cumprimento dos prazos são elementos que atendem positivamente às expectativas do cliente, aumentando o ticket médio e ultrapassando a previsão inicial de vendas.

marketing também pode se valer da tecnologia — usar a automação para conectar a marca e o consumidor — como uma estratégia de comunicação visual. Ao fornecer informações gerais sobre um produto, o cliente terá mais segurança e motivação para comprar em grande escala.

Tudo que o marketing deseja é que as ações protagonizadas pelo departamento captem leads e se convertam vendas efetivas.

6. Fidelizar o cliente

Dá trabalho conquistar o consumidor, mas mantê-lo é mais simples e torna a relação mais longa e lucrativa. Por isso, a melhor maneira de aumentar o ROI é fidelizar o cliente com um atendimento personalizado e a formação de um relacionamento.

Um consumidor satisfeito garante que seu investimento produza resultados por um longo tempo, e pode gerar a captação de outros clientes por meio da indicação dos seus produtos e serviços ao círculo próximo — a boa, velha e lucrativa propaganda boca a boca.

Com algumas adequações e o direcionamento de esforços é possível aumentar o ROI de um investimento e garantir os lucros. Considere as informações disponibilizadas neste post para servir de ideias para os próximos investimentos da sua empresa.

Tenha em mente que aumentar o ROI é uma condicional que depende de diversos fatores que só podem ser identificados por uma mensuração numérica. Quanto mais eficientes se apresentarem as ações propostas, maiores as possibilidades de retorno.

Se você gostou deste post e deseja ter um negócio ainda mais eficiente no mercado, que tal baixar o nosso guia prático sobre a profissionalização de uma empresa e aumentar a competitividade da sua marca?

Conteúdo publicado em março de 2017 e atualizado em setembro de 2019

Banner para o Guia da Negociação: Como fechar mais negócios e otimizar seu resultadoPowered by Rock Convert