Banner de Exportação para PME'sPowered by Rock Convert

Começar o próprio negócio é um sonho para a maioria dos brasileiros. Hoje somos referência no quesito empreendedorismo, inclusive, figurando entre os países onde mais se abrem negócios em todo o mundo. Pelo menos é o que apontam os resultados de rankings de instituições renomadas, como o GEM (Global Entrepeunership Monitor) e o Approved Index. Acontece que, embora o brasileiro tenha a veia do empreendedor, infelizmente, o cenário para as empresas do país não é dos melhores.

Os dados são de preocupar. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aproximadamente 50% das empresas fecham as portas antes mesmo de completarem 4 anos em operação. Em grande parte, a causa para a mortalidade precoce desses negócios é a falta de planejamento, principalmente quando o assunto é finanças. Ainda falta uma maturidade, por parte do gestor brasileiro, em encarar o negócio com profissionalismo.

Para não fazer parte das estatísticas e manter o negócio na trilha do crescimento, é preciso, portanto, que você realize um bom plano de negócios. Basicamente, esse é um planejamento que define todas as características do negócio. Além de avaliar questões relacionadas às vendas, também estuda o público-alvo, delimita os procedimentos e ferramentas de monitoramento, traça as metas e objetivos de longo prazo, entre muitas outras coisas.

O assunto é tão importante, que resolvemos fazer um post especial sobre o assunto. Confira, logo a seguir, o que é o plano de negócios e como ele pode ajudar a sua empresa a vender mais!

Afinal, o que é o plano de negócios?

Certamente, você já deve ter se perguntado se determinada ideia poderia virar negócio. Em alguns casos, a vontade de tirar todas essas ideias do papel e colocar a mão na massa é tão grande, que o futuro gestor assume os riscos da incerteza para a realização do seu sonho, mas será que isso é necessário? Certamente não. É claro, qualquer negócio possui riscos, mas o fato é que você pode mitigá-los se planejar bem cada um dos seus passos.

O grande objetivo desse planejamento é validar uma ideia. Em outras palavras, é uma ferramenta para você definir objetivos e planejar todos os seus passos. É preciso avaliar o financeiro, o produto, o cliente, as estratégias que serão utilizadas, os objetivos, o marketing, entre muitas outras questões. Vamos conferir como fazer um bom plano de negócio? Esse é o ponto que abordaremos mais à frente, então, continue lendo.

Como realizar um bom plano de negócios?

Existem muitas maneiras para estabelecer um plano de negócios para uma empresa. No entanto, em todas elas, é preciso contemplar alguns itens considerados como prioritários para o bom planejamento. Todos esses pontos básicos estão presentes em uma ferramenta básica de planejamento chamada Business Model Canvas ou, simplesmente, Canvas, que é extremamente recomendada — o próprio Sebrae a utiliza como referência para as empresas.

Basicamente, a ideia é separar o planejamento em blocos, de preferência em um esquema visual, onde cada um seja representado com suas prioridades. Vamos conferir?

Segmento de clientes

Nesse primeiro bloco, o objetivo é descobrir, por meio de pesquisas de mercado, qual é o público-alvo que será atingido. Dessa forma, fica muito mais fácil definir quais serão os planos de ação, estratégias, propostas de valor e de marketing para conquistá-los.

Proposta de valor

Quer abrir um escritório de advocacia? Ou, quem sabe, uma loja de roupas? Não importa o tipo de negócio, a concorrência é cada vez mais ampla. Por isso, é preciso que você pense no seu diferencial e aprenda a vendê-lo muito bem. É o que chamamos de proposta de valor.

Atividade-chave

Tão importante quanto conhecer bem o seu cliente e descobrir o seu diferencial é definir como a empresa oferecerá esse diferencial para o público, certo? O como será respondido nesta etapa. A atividade-chave ajuda você a enxergar de que forma vai explorar os serviços ou produtos da empresa.

Definição de canais

Como esse cliente adquirirá o seu produto? Onde reclamará ou interagir com a empresa? O atendimento ao consumidor nunca foi tão importante, por isso, é fundamental definir quais serão os canais por onde esse relacionamento será fortificado.

Recursos principais

Agora é chegado o momento de definir, com clareza, o que é preciso para tirar todas as ideias anteriores do papel. Qual será o capital inicial? Quantos colaboradores serão necessários? Qual tecnologia será implementada? Esse é o check list de recursos.

Fontes de receita

Será que o negócio realmente é sustentável, isto é, consegue caminhar com as próprias pernas? Agora é chegado o momento de definir as fontes de receita. Basicamente, a ideia é descobrir as formas de obter receita por meio das propostas de valor.

Estrutura de custos

Por fim, é claro, é indispensável que você saiba exatamente quais serão os custos necessários para que a empresa possa funcionar da maneira idealizada. Ao comparar a estrutura de custos com a fonte de receitas, você pode descobrir, a priori, se o negócio é viável ou não.

Quais as vantagens do plano de negócios?

Ao definirmos o que é o plano de negócios, você já deve ter percebido alguns benefícios claros dessa prática, como a redução dos riscos, por exemplo. No entanto, as vantagens vão muito mais além. Em primeiro lugar, temos a questão das vendas. Ao definir os canais, a atividade-chave, a proposta de valor e o segmento de clientes, é muito mais fácil melhorar os resultados, afinal, todo o time comercial, do marketing às vendas, terão informações mais precisas sobre a melhor forma de desempenharem as suas tarefas.

Além disso, o plano de negócios é indispensável para adquirir recursos externos. Tanto investidores quanto os bancos, em alguns casos, verificam o plano de negócios da empresa antes de ceder recursos, afinal, esperam ver se o negócio realmente é lucrativo ou, ao menos, tem o potencial para tal. Em outras palavras, além de planejar com cuidado cada passo do seu negócio, você montará um script pronto para vender a sua empresa para o público externo.

Gostou do nosso post? Então que tal conferir 6 dicas para empreender na crise? Confira o nosso post sobre o assunto!

 

 

Banner para o Guia da Negociação: Como fechar mais negócios e otimizar seu resultadoPowered by Rock Convert