Banner de Exportação para PME'sPowered by Rock Convert

Os donos ou executivos que gerenciam empresas devem estar atentos às melhores formas de realizar essa atividade. Gerir não é uma tarefa simples: exige conhecimentos, certas habilidades, força de vontade. De uma boa gestão depende o sucesso da empresa, da mesma forma que, de uma boa administração, depende a prosperidade de um projeto.

\r\n

Veja a seguir algumas práticas de gestão de empresas que vão ajudar você nessa tarefa que, apesar de complexa, não deixa de ser compensadora!

\r\n

Escutar o que os colaboradores têm a dizer

\r\n

Lembre-se sempre de que uma empresa não se faz sozinha, a partir de uma única pessoa ou de um grupo privilegiado. Todos que exercem atividades dentro da organização são importantes para o processo de crescimento e podem ter ótimas ideias e sugestões.

\r\n

Não basta escutar — é preciso considerar. O bom gestor sabe escutar e dar uma destinação adequada a tudo que ouve. É importante que as reivindicações e sugestões dos colaboradores sejam divulgadas formalmente pelos meios de comunicação oficiais para evitar os falatórios e os boatos.

\r\n

Escutar o que dizem os funcionários é uma atitude prudente e é possível adequá-las à cultura da empresa para investir no seu desenvolvimento e na resolução rápida de problemas e conflitos.

\r\n

Cuidar de sua política de Recursos Humanos

\r\n

A valorização das pessoas é fundamental para uma gestão eficiente — afinal de contas, não se lida somente com máquinas e equipamentos. A gestão adequada de pessoas vai ajudar a descobrir novos talentos e investir neles para o bem da própria empresa. Da mesma forma que se descobrem promessas, descobrem-se os funcionários que não se ajustam ao perfil da empresa ou à função que desempenham, o que leva ao remanejamento ou mesmo à substituição, caso seja necessário.

\r\n

Quando se desconsidera o elemento humano, a empresa sofre com a elevada rotatividade de colaboradores e com uma baixa produtividade.

\r\n

Oferecer canais de comunicação transparentes

\r\n

Nada de agir por “baixo dos panos”. Nosso país já possui uma fama negativa em relação à sua política em função de práticas escusas. Devido a essa visão distorcida, que sempre coloca patrões e administradores na posição de corruptos, os funcionários geralmente ficam desconfiados sobre a idoneidade dos gestores, julgando-se sempre explorados por eles.

\r\n

Para acabar com isso, uma boa prática de gestão é adotar canais de comunicação transparentes, garantindo assim a divulgação de informações confiáveis sobre os fatos que interferem na vida dos colaboradores. Isso se torna mais necessário quando se pensa em assuntos financeiros como, por exemplo, lucros mensais e anuais, prejuízos, empréstimos, investimentos diversos.

\r\n

Essa prática passa uma boa imagem da empresa para o funcionário. Ele, por sua vez, pode chegar à conclusão de que o trabalho desenvolvido pelo gestor é confiável e honesto.

\r\n

Fazer uma gestão de desempenho imparcial e eficiente

\r\n

Na hora de avaliar o desempenho de seus funcionários, procure ser imparcial e dar a oportunidade para que eles argumentem, explicando o motivo de suas falhas. É importante que eles possam se manifestar e expor suas razões.

\r\n

O bom gestor não vai basear suas decisões e avaliações somente no que acha ou em opiniões cheias de parcialidade e interesses pessoais.

\r\n

Não importa se o funcionário é bom ou mau — sua avaliação deve ser o máximo possível justa e eficiente.

\r\n

Entender que: “promessa é dívida”

\r\n

Não faça como os políticos, que prometem e não cumprem. O bom gestor procura cumprir tudo o que promete em seus discursos e reuniões. Se não pode cumprir, não prometa. E, caso prometa, mas veja que há dificuldades em tornar real aquilo que foi dito, não deixe de fazer esclarecimentos sobre o assunto.

\r\n

É importante que todos os colaboradores tenham confiança no gestor, pois só assim haverá um relacionamento duradouro e será possível uma interação entre a empresa e o funcionário.

\r\n

Atentar-se para seu equilíbrio financeiro

\r\n

Cuide bem do fluxo de caixa de sua empresa para evitar que seu negócio desmorone. Se você vive procurando cobrir “rombos” ou “brechas”, certamente não controlará corretamente suas finanças.

\r\n

O gestor deve agir de forma proativa, fazendo projeções e gerenciamento de riscos e evitando, dentro de suas possibilidades, ser surpreendido. Mantenha seu capital de giro sempre disponível e procure evitar fazer muitos empréstimos em bancos.

\r\n

Esforce-se por manter em equilíbrio as receitas e as despesas, pois desse equilíbrio depende a saúde financeira da empresa.

\r\n

Estabelecer um planejamento produtivo

\r\n

O planejamento produtivo é o controle eficiente e sustentável dos recursos que a empresa precisa para a produção de seus bens/serviços. Um engenheiro ou gerente de produção pode manter esse controle, considerando com antecedência as etapas do processo, evitando desperdícios e custos elevados, agilizando os resultados e contribuindo para otimizar a produtividade.

\r\n

Utilizar bem a tecnologia

\r\n

Para otimizar as atividades da empresa, você deve contar com o suporte tecnológico adequado. Esse suporte é representado por meio de máquinas e equipamentos mais eficientes e de softwares de gestão, como ERPs e diferentes aplicativos.

\r\n

Os sistemas automatizados ajudam a acelerar o ciclo operacional sem comprometer a eficiência, ou seja, aumentam a produtividade e, ao mesmo tempo, melhoram a qualidade dos produtos/serviços. Além disso, eles permitem análises mais apuradas de todos os processos desenvolvidos na empresa, inclusive daqueles que dizem respeito ao fluxo de caixa. É possível gerar relatórios detalhados e integrar setores, além de permitir a redução de falhas e enganos.

\r\n

Dessa forma, a tecnologia contribui para a redução de custos com retrabalhos e com o pagamento de muitos funcionários. O que pode parecer um ônus ao fluxo de caixa é, na verdade, um investimento que vai proporcionar retorno a médio e longo prazo.

\r\n

Ser mais coerente e conhecer a sua empresa

\r\n

Defina práticas de gestão uniformes e seja coerente em seus discursos e ações. Saiba que a visão do gestor exerce influência em todos os colaboradores e isso pode ajudar ou atrapalhar as atividades empresariais. O funcionário considera o gestor um líder e, caso você se mostre incapaz para essa função, as consequências podem ser graves.

\r\n

O líder conhece sua empresa, entende o negócio, sabe comunicar-se com seus colaboradores e passar suas ideias e mensagens. Além disso, define uma metodologia de trabalho que faz parte da cultura da empresa e serve para diferenciá-la de outras.

\r\n

Agora que você já aprendeu quais são as melhores práticas de gestão de empresas, que tal saber como deixar sua empresa com todos os requisitos necessários para crescer? Leia o post Como profissionalizar uma empresa? Entenda em 8 passos!

\r\n

 

Banner para o Guia da Negociação: Como fechar mais negócios e otimizar seu resultadoPowered by Rock Convert