A embalagem de um produto serve muito mais do que para protegê-lo: ela também informa os clientes, gera atração e ajuda até mesmo no posicionamento de marca. Com isso, realizar a criação de embalagens é uma tarefa que exige atenção redobrada para que os resultados da empresa não sejam afetados.

Nesse sentido, tão importante quanto saber o que fazer é saber que deve ser evitado. Por isso, veja a seguir 6 erros que sua empresa não pode cometer na criação de embalagens!

1. Não seguir padrões e leis

O processo de criação de embalagens não é apenas criativo, mas também passa por obrigatoriedades legais. Produtos alimentícios, por exemplo, precisam conter algumas informações indispensáveis no rótulo, como a composição adequada e, mais recentemente, a indicação de potenciais itens que causam alergia.

Ao mesmo tempo, rótulos não podem trazer informações falsas, que não possam ser comprovadas ou que induzam o consumidor ao erro. Em qualquer produto, os rótulos devem trazer informações claras e precisas sobre o produto. Além disso, é preciso identificar corretamente a empresa.

Outra obrigação diz respeito à proteção do produto em si, especialmente no caso dos perecíveis. É necessário, por exemplo, que haja a proteção contra a entrada de elementos estranhos ao produto de modo a evitar a contaminação.

É importante também inserir o código de barras, que beneficiará diretamente seu negócio e seus clientes.

Se a sua empresa comete o erro de não seguir esses padrões, o resultado não é apenas de perda de confiança e credibilidade, mas também leva ao pagamento de multas em razão do descumprimento das regras.

2. Desconsiderar a funcionalidade

Outro ponto importante é que a embalagem precisa ser funcional, o que significa que ela precisa atender a múltiplos critérios de maneira simultânea. Ela deve, por exemplo, ser fácil de abrir, mas, ao mesmo tempo, garantir a proteção do item que está dentro dela.

Ela também deve ocupar o mínimo espaço dentro das possibilidades, já que, do contrário, haverá um desperdício de espaço desde o armazenamento até o transporte, o que aumenta os custos.

E por falar em custos, ela também deve utilizar materiais adequados, que não pesem no bolso do seu negócio e, ainda assim, atendam às especificações. Um bom exemplo são as latas de refrigerante: em vez de ferro ou aços muito elaborados, o alumínio é o eleito por ser leve, resistente e oferecer a proteção necessária.

Ao criar uma embalagem pouco funcional você perde eficiência logística, desperdiça recursos e ainda pode comprometer a segurança do produto que comercializa.

3. Não transmitir a ideia do produto

Embora e função principal da embalagem seja proteger devidamente o item a ser vendido, isso não significa que ela deva ser pouco atrativa — do contrário, todos os produtos viriam em embalagens padronizadas.

Uma boa embalagem oferece a chance de atrair o olhar do cliente. É por isso que produtos infantis normalmente utilizam embalagens coloridas e chamativas, já que assim prendem a atenção do público-alvo.

Como funciona como um cartão de visitas do item a ser vendido, é fundamental que a embalagem transmita a ideia do produto. Ao cometer o erro de não se preocupar com isso, você compromete o posicionamento do seu item no mercado e desperdiça chances de gerar oportunidades de negócio.

4. Esquecer-se do resultado final

Muitas vezes, o conceito para uma embalagem pode ser ótimo, mas na prática o resultado pode ser bem diferente. Isso porque, ao unir embalagem e produto, o efeito pode ser diferente daquele que foi imaginado inicialmente, seja devido a uma confusão ou a uma ilusão de ótica pouco benéfica para o produto.

Quando você não faz testes de embalagem com a mercadoria da forma como ela será exposta, corre o risco de escolher uma proteção inadequada e, até mesmo, de cometer gafes.

Não são poucos os exemplos de embalagens que, devido a recortes ou posicionamentos mal planejados, transmitiram a imagem errada do item. Se isso acontecer na sua empresa, seu produto será motivo de piada — e, até mesmo, de reclamações.

5. Não realizar uma criação profissional

A embalagem de um produto não deve ser só bonita e atrativa, assim como não deve ser apenas funcional. No geral, ela deve unir tantas características positivas quanto possível, de modo a gerar atratividade.

Dito isso, um erro que pode comprometer essa criação é realizá-la de maneira amadora. Não basta apenas pensar em um rótulo razoável ou em uma embalagem tradicional mas, sim, conhecer a fundo a empresa e transmitir a mensagem por meio desse elemento.

Por isso, é fundamental ter profissionais realmente competentes e especializados que sejam responsáveis por essa idealização. Dessa forma, você garante que a embalagem para os produtos atinja os melhores resultados possíveis.

6. Deixar de considerar o mercado

Por mais que a embalagem deva ter a ver com o produto e sua mensagem, ainda é indispensável pensar no mercado como um todo. Dependendo do setor no qual a sua empresa se encontra, algumas tendências são mais fortes do que outras.

Itens de luxo, por exemplo, exigem embalagens mais bem-acabadas e com material mais nobre, refletindo o produto de maneira geral. Por outro lado, se o mercado está preocupado com a sustentabilidade, é preciso investir em embalagens que reflitam essa preocupação.

Ao ignorar essas necessidades, a embalagem tem pouco impacto para o público por não ressoar adequadamente. Além disso, considerar o mercado também deve incluir a avaliação do que os concorrentes estão fazendo, pois sem isso há chances de que a sua empresa desperdice oportunidades de ter uma performance melhor.

Muitas vezes, seguir uma tendência de embalagens, ainda que temporariamente, permite que o seu produto ganhe em exposição e conversão em vendas, o que melhora os resultados. Sem esse acompanhamento, a adaptação se torna impossível.

A criação de embalagens precisa ser um processo bem estruturado e que atenda às necessidades do produto, do mercado e também das legislações vigentes. Sem cometer esses erros apresentados, a sua empresa tem mais chance de vender e de se posicionar corretamente, levando ao sucesso do negócio.

E você, comete ou já cometeu alguns desses erros na hora de criar as embalagens? Participe, dê sua opinião nos comentários!

 

Banner Tudo que você precisa saber sobre Código de BarrasPowered by Rock Convert