Como o design de embalagens pode melhorar a experiência do cliente?

Sua qualidade pode ser impecável e conhecida pelos consumidores habituais. O preço pode se encaixar na média do mercado. Porém, se você deseja conquistar novos clientes, aí vai uma pergunta importante: por que, dentre tantas opções encontradas em um comércio, ele se interessaria exatamente pelo seu produto? A resposta pode estar no design de embalagens. 

Ao contrário do que muitos pensam, a embalagem não serve apenas para acondicionar uma mercadoria e garantir sua conservação. Ela é uma ferramenta poderosa de marketing que serve para atrair consumidores, fidelizá-los e ainda garantir a abertura para diversos mercados. Quer entender como? Então continue esta leitura!

A importância do design de embalagens

Não há uma segunda chance para causar uma boa primeira impressão. Essa máxima — válida para pessoas — serve também para as embalagens. A primeira ideia que o consumidor tem de um produto, na maioria das vezes, vem por causa das características do invólucro.

Por isso, muitos são os aspectos que contam não só para atrair, mas também para fidelizar o cliente: a originalidade, a identificação com as expectativas do consumidor, adequação ao perfil do público-alvo e funcionalidade.

Entenda como isso funciona:

Expectativas quanto ao produto

Ao olhar uma embalagem, o consumidor cria uma ideia a respeito do produto que ela contém. Conceitos como sofisticação, modernidade, regionalismo, sustentabilidade, tradição, inovação, praticidade e muitos outros são expressos de diversas formas.

O material utilizado, o formato, a psicologia das cores, o logotipo — todos esses elementos criam uma expectativa que faz com que o cliente decida se deve ou não experimentar a mercadoria e se ela vale o preço que está sendo pedido.

Portanto, pense em cada um desses detalhes antes de definir a embalagem ideal para o produto. Essa escolha pode ser decisiva no sucesso em alcançar seu público-alvo. 

Identificação com o público-alvo

E por falar nele, conhecer o público que se deseja atingir e oferecer na embalagem a ideia que ele procura é fundamental para cativá-lo.

Assim, se o seu público é sênior e não se importa em pagar um pouco mais por uma embalagem com materiais nobres que evoque a ideia de tradição e sofisticação, vale a pena investir nesses elementos.

Se, por outro lado, seu público é jovem, descolado, preocupado com a sustentabilidade do planeta, o menos é mais. Isso não significa que o design não deve ser caprichado, mas que provavelmente ele se identificará com a utilização de materiais que podem ser facilmente reutilizados ou absorvidos pela natureza de forma menos agressiva.

O mesmo vale para um produto típico e regional. Se o seu consumidor quer abrir o pacote de biscoito e se sentir de volta à infância, na cozinha da fazenda, com a vovó ao lado do fogão, investir em um design rústico e de época pode ser um diferencial para conquistar um público fiel e diferenciado. 

Portanto, a chave é conhecer o perfil dos seus clientes e oferecer uma embalagem de acordo com suas expectativas.

Tamanho adequado

Mais uma vez, tudo depende de seu público. Quer oferecer um produto normalmente consumido por famílias? Então aposte em embalagens maiores, que oferecem uma vantagem econômica. 

Por outro lado, em uma sociedade em que um número cada vez maior de pessoas vivem sozinhas, pode ser muito interessante oferecer embalagens menores para que o produto não perca a crocância, o aroma, o frescor ou qualquer outra característica antes de ser totalmente consumido.

Se você trabalha com produtos alimentícios, considere a possibilidade de oferecer seus produtos em embalagens que contém uma única porção. Para quem vive correndo entre um compromisso e outro ou adora uma vida fitness, esse pode ser um diferencial interessante. 

Facilidade no manuseio

Esse também é um ponto muito importante. Afinal, se para abrir um produto o consumidor precisa utilizar uma dúzia de apetrechos ou se utilizá-lo é certeza de sujeira e estresse, pode ter certeza de que essa não será uma experiência agradável.

Para contribuir com a fidelização do consumidor, pense no quanto ele precisa considerar a utilização da embalagem simples. Isso vale para latas que não precisam de abridor, pacotes com picote que evitam o derramamento do produto, caixas de bebidas com tampa de rosca, que facilitam tanto a abertura quanto o armazenamento, etc.

O importante é que o cliente se lembre do quanto foi simples e fácil consumir seu produto, a qualquer hora, em qualquer lugar. 

Criação de um valor de marca

Um design atraente e funcional cria a oportunidade de agregar valor a um produto e, consequentemente, à sua marca. Isso é importante em qualquer setor, mas especialmente naqueles em que o cliente não tem contato com sua loja ou empresa.

Portanto, quer seja no e-commerce ou na exposição de produtos em supermercado, o primeiro contato físico com a mercadoria acontece pela embalagem. Por esse motivo, agradar e surpreender o consumidor é uma forma de atraí-lo.

Outra iniciativa muito promissora é a criação de embalagens premium. Elas chamam a atenção do consumidor e fazem com que ele se sinta especial por comprar um produto diferenciado. O resultado não é apenas o aumento nas vendas, mas o incentivo à divulgação da marca, inclusive em redes sociais

A criação de uma embalagem atraente

Agora que já entendeu que o design de embalagens afeta a experiência do consumidor e gera resultados positivos nas vendas e fidelização do cliente, é hora de entender como criar um invólucro atraente. Veja o que não pode faltar: 

Aposte em um design diferenciado

Descubra as características esperadas em seu segmento de atuação e crie uma embalagem que agrade a esse público. Usar a criatividade também pode ser uma alternativa interessante para chamar a atenção. 

Cores, materiais, logotipo (não se esqueça de fortalecer sua marca), a criação de algum personagem (no caso de produtos para crianças), etc. Pense no que seu cliente deseja e ofereça. 

Pense na conservação do produto

Tão importante quanto a aparência é a conservação do produto. Produtos que podem se quebrar necessitam de proteção extra, seja na resistência da embalagem ou na utilização de uma dose de ar. 

Outro fator a considerar é a logística. Crie embalagens que facilitem o transporte e a preservação das boas condições do produto. 

Siga normas técnicas

O acondicionamento de um produto deve seguir a normatização estabelecida pelos órgãos reguladores do setor. Prazo de validade, material da embalagem, composição, contraindicações: é imprescindível consultar e seguir as condições necessárias à embalagem de um produto, de acordo com o segmento.

Código de barras

Essencial para identificar o produto, o código facilita sua aceitação e comercialização, além de abrir a oportunidade de inserção em novos mercados.

Sem ele, um produto pode ter sua comercialização impedida em grandes redes, o que reduz drasticamente as chances de alcançar uma fatia maior do mercado. O código de barras representa a profissionalização necessária para ser considerado fornecedor desses grandes compradores. 

Entendeu como a qualidade e o design de embalagens interfere na experiência do cliente e pode ser o meio para conquistar o coração do consumidor? Quer descobrir outras formas de alavancar suas vendas e potencializar o sucesso do seu negócio? Então não perca tempo! Siga-nos no Facebook, Twitter, LinkedIn e Google+! Nos vemos por lá!

Postagens relacionadas
Embalagens personalizadas: entenda por que vai muito além do marketing
Embalagem personalizada: entenda por que vai muito além do marketing
Gestão de produtos: dando vida a um objeto
A embalagem de produto muito além da função de transporte
Como a embalagem pode definir o sucesso da empresa?
Saiba adequar as embalagens para o comércio

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web