As 6 principais tecnologias para aumentar vendas no varejo

O mercado conta com muitas possibilidades de tecnologias para aumentar vendas no varejo. As marcas podem criar experiências únicas aos seus clientes, automatizar funções e garantir um atendimento muito mais personalizado.

O varejo 4.0 é a evolução do varejo tradicional por meio da transformação digital e trata-se de um movimento responsável por introduzir novas tecnologias nos processos de compra e mesclar virtual e off-line em prol de estratégias inovadoras e eficientes.

Quer continuar aprendendo sobre o assunto? Para saber mais sobre as principais tecnologias para aumentar vendas no varejo, continue a leitura e mergulhe no assunto!

Quais são as características do novo varejo?

Diante de um cenário tão competitivo, com muitas empresas disputando pela atenção do mesmo consumidor, é importante entender quais são as tecnologias que podem auxiliar o processo de vendas para sair na frente no mercado.

Vamos começar entendendo quais são as características do varejo atual, que vem usufruindo do universo digital para criar novas experiências para os clientes. Além do uso de tecnologias para melhorar serviços, outros pontos devem ser ressaltados:

  • Coleta de informações sobre o cliente
  • Ampliação da capacidade de venda e compra
  • Utilização de dados para a tomada de decisões
  • Integração dos canais de venda e comunicação
  • Relação mais próxima com o consumidor

As 6 principais tecnologias para aumentar as vendas no varejo

Agora que você entendeu um pouco mais sobre as características do varejo, é a hora de descobrir quais são as principais tecnologias para aumentar as vendas. Confira:

  1. Big Data e Inteligência Artificial

O uso de dados pode ser utilizado para gerar insights e tomar decisões mais estratégicas. Para que a coleta e o tratamento dos dados sejam adequados, é importante que a empresa conte com uma ferramenta de big data.

A Nike exemplifica muito bem o uso de dados ao fazer o monitoramento de hábitos e comportamentos esportivos do seu público por meio de aplicativos e wearables, que geram informações como distância percorrida, velocidade etc. 

A inteligência artificial, por sua vez, é interessante para que a marca consiga, por exemplo, sugerir produtos e/ou serviços de acordo com o interesse do seu cliente. Um exemplo muito conhecido no Brasil todo é a Lu, do Magazine Luiza. Pioneiros na aposta em IA, a empresa criou uma influencer digital virtual que é capaz de interagir em linguagem natural, oferecer informações sobre produtos e suporte no pós-venda.

  1. CRM (Customer Relationship Management) 

O CRM se trata de um sistema de gestão focado no relacionamento com o cliente e vendas. Já é muito mais do que um software que apenas reúne as informações de leads em um único lugar e orienta o time comercial de um negócio. O CRM também é fundamental para gerenciar as interações com o cliente, garantir uma melhor experiência e aumentar as vendas e a fidelização.

Para elevar o potencial da equipe de vendas, a ContaAzul utilizou uma ferramenta de CRM para que os colaboradores pudessem acessar todos os dados disponíveis da empresa de maneira mais prática, de qualquer lugar e a qualquer momento. O resultado foi o aumento de 150% na produtividade e muito mais tempo para atender aos clientes de maneira eficaz.

Além disso, já se fala bastante sobre a integração entre Inteligência Artificial e o CRM, que ajuda no processo de entendimento dos consumidores (o que compram, com qual frequência, quanto gastam etc.), permitindo que o suporte seja muito mais eficiente, preciso e dinâmico.

  1. Realidade virtual

As experiências de realidade virtual são transformadoras para muitos negócios. Trata-se de um ambiente gerado por um computador e percebido com óculos ou capacete específicos, com cenas e objetos reais, que fazem com que o usuário se sinta imerso em uma determinada realidade.

Para o varejo, é uma ferramenta revolucionária. Um supermercado, por exemplo, pode oferecer uma experiência aos clientes em que seja possível escolher virtualmente os produtos, comparar preços e ter acesso a várias outras informações. Foi isso que fez a ShelfZone ao criar uma experiência de compra em supermercado por meio da realidade virtual. Confira: https://youtu.be/wJ5I2xiP9yM.

  1. Realidade aumentada

Conhecida como AR (Augmented Reality), essa tecnologia tem como base o ambiente material e o combina com elementos virtuais para criar uma realidade mista. 

Marcas de beleza, por exemplo, podem utilizar a realidade aumentada por meio de um aplicativo que mostra como diferentes cores de batom ficam nos lábios das clientes. 

Já a marca de móveis para casa, Ikea, utilizou a realidade aumentada para que seus clientes pudessem entender como os produtos ficariam em suas próprias casas: https://youtu.be/xC6t2eEPkPc.

  1. Machine learning

Entre as principais tecnologias para vender mais no varejo, também não poderíamos deixar de citar o machine learning, que é um dos recursos aplicáveis à inteligência artificial.

Trata-se do aprendizado de máquina, ou seja, uma análise de dados capaz de orientar os computadores a aprenderem por conta própria. Isso significa que a interferência humana é mínima. Assim, é possível garantir um desempenho eficiente de acordo com o problema que precisa ser solucionado.

No varejo, isso é ótimo, pois o machine learning pode antecipar tendências e comportamentos, auxiliar na otimização da equipe de vendas, identificar novas oportunidades e contribuir para estratégias de preços. O resultado? Melhores decisões e economia de dinheiro e tempo para os gestores do negócio.

  1. Código 2D

O Código 2D é uma evolução importante para o mercado, pois proporciona diversas facilidades ao processo de compra. 

O Código 2D pode oferecer uma experiência completa e integrada ao consumidor, garantindo vários tipos de informações que não se restringem ao espaço da embalagem física. Os seus principais benefícios são:

  • Acesso a informações mais completas e integradas
  • Prevenção de perdas e redução no desperdício
  • Melhora na gestão de estoque
  • Auxílio para melhores estratégias de marketing

Para mais informações, acesse este conteúdo completo que preparamos sobre a implementação dos códigos 2D no mercado.

Como você conferiu ao longo deste artigo, várias tecnologias estão transformando o varejo e garantindo a otimização de processos, inovação e experiências únicas aos clientes. O seu negócio já está implementando essas mudanças? Conte com a GS1 Brasil como seu parceiro nesta jornada.

 

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.