8 dicas matadoras de marketing digital para fortalecer seu negócio

Para a maior parte dos empreendedores, a palavra marketing, mesmo que intuitivamente, é encarada como sinônimo de “vendas” ou de “propaganda”. Esse significado está longe de ser o único, principalmente na época do marketing digital.

Todo mundo que faz marketing quer vender, mas a verdade é que se trata de algo muito maior que isso. Além das vendas, ele influencia a forma como uma pessoa pensa a sua marca, ou seja, tem o poder de fazer com que os seus negócios sejam associados a algo que desperta o interesse de alguém, seja ele seu cliente ou não.

Usar esse poder a seu favor é, sim, uma grande ferramenta para conquistar novos clientes, mas também ajuda a manter os atuais, se posicionar melhor no mercado, ganhar visibilidade, angariar o respeito de outros empresários e até dos concorrentes. Veja 8 dicas de como começar já a fazer isso!

1. Entenda e invista na sua presença online

É como se a internet e o marketing fossem feitos um para o outro. Afinal, no meio digital tudo custa muito menos e se propaga muito mais.

Empresas pequenas podem divulgar os seus produtos, criar uma relação próxima com seus clientes, aumentar o reconhecimento da sua marca e, consequentemente, suas vendas. E tudo isso investindo muito menos dinheiro do que se fazia antigamente, com anúncios de televisão, revistas e jornais.

A esse conjunto de ações virtuais costuma-se dar o nome de “presença digital”. A ideia é essa mesma: quanto mais presente você for, mais os seus potenciais clientes também vão se fazer presentes e interagir com você.

O primeiro ponto para fortalecer um negócio com o marketing digital é compreender como fazer e colocar em prática algumas medidas para construir uma presença online forte. É na internet — especialmente nas redes sociais — que os clientes interagem com as marcas, hoje em dia.

2. Aproveite todas as vantagens do marketing digital

E sabe por que isso é uma ótima notícia? Porque é na internet que a principal métrica de marketing alcança resultados muito bons. O ROI (Return on Investment ou retorno sobre investimento) é altíssimo no segmento online!

Tirando o melhor do Google, das redes sociais, de um site e de um blog corporativo — acredite, tudo isso junto tem um custo muito baixo — as pequenas empresas conseguem resultados que seriam inimagináveis na época do marketing tradicional. Por exemplo: em vez de anunciar para milhares de pessoas esperando pelo melhor, um anúncio do Facebook aparece para o seu cliente ideal, na hora certa.

3. Suba os vídeos direto no Facebook

E por falar em Facebook, vamos começar com as dicas mais objetivas: sabe quando você copia o link daquele vídeo promocional da sua empresa e posta no Facebook?

Saiba que, ao fazer isso, você perde visualizações? Suba seus vídeos diretamente na rede social de Mark Zuckerberg e consiga um alcance muito maior sem gastar nenhum centavo para isso.

4. Use o LinkedIn para gerar listas de e-mail

Este tópico reúne outras duas coisas que todo empreendedor deve saber: e-mail marketing e LinkedIn.

Dada a popularidade desse tipo de canal, são bem grandes as chances de você já utilizar o e-mail para divulgar os seus produtos. Porém, se você comprou uma daquelas listas prontas e começou a disparar para todos os contatos dela, cometeu um erro que deve ser corrigido a tempo.

O seu provedor de e-mail — Gmail, Hotmail ou outros — sabe que você faz spam e, provavelmente, te incluiu numa “lista negra”. Seus e-mails acabam indo diretamente para a caixa de lixo eletrônico daqueles contatos. E isso por um motivo simples: eles não te autorizaram a enviar e-mail para eles.

Mude de estratégia: use o LinkedIn — a rede social focada na relação profissional entre os seus usuários — para gerar contatos de e-mail. A ideia é que você envie uma mensagem para eles e peça o endereço de e-mail em troca de algo, que pode ser um desconto em um produto, por exemplo.

5. Faça “dark posts” com ofertas especiais

Embora o nome sugira algo clandestino ou complexo, o dark post prega muito respeito ao cliente.

Consiste em criar um anúncio que nunca vai ser postado na página da sua empresa no Facebook. A ideia é que ele só apareça para as pessoas que realmente têm interesse por aquele produto ou serviço. Lembre-se do lema do marketing digital: conteúdo certo, para a pessoa certa na hora certa.

6. Use o Twitter Cards

O Twitter é uma mídia social famosa por seus conteúdos que podem ter, no máximo, 140 caracteres.

Isso dificulta um pouco a vida de quem precisa fazer publicidade na plataforma, afinal, é difícil passar uma mensagem convincente com tão pouco texto.

Para esses casos, existe o Twitter Cards, que é um tipo de tweet em que você pode incluir fotos, vídeos, anúncios, links e o que mais desejar. Ele abre dentro do próprio Twitter, o que facilita a interação dos usuários com o seu anúncio.

7. Faça um trabalho de links internos

Essa dica é especialmente importante para quem usa o blog como forma de captar o interesse de possíveis clientes.

Se você não usa ou acha desnecessário, saiba que o blog corporativo não é apenas uma ferramenta de marketing digital: ele é a mais rentável e importante de todas!

Afinal, você precisa de conteúdo para que os seus possíveis clientes encontrem a sua marca na internet. Lembre-se: as pessoas raramente fazem uma busca no Google com o intuito de comprar alguma coisa. Você precisa fazer com que elas cheguem até você sem propagandas diretas.

E um dos quesitos mais importantes para gerar visualizações para o seu blog é inserir links internos, isto é, que levem o leitor de um artigo para o outro. Esse é um critério importante de SEO, que é sobre o que vamos falar em seguida.

8. Nunca se esqueça do SEO

SEO é a sigla para Search Engine Optimization, ou otimização para motores de busca. São as práticas que garantem que o seu conteúdo apareça nas primeiras páginas do Google.

O site de buscas usa o SEO para avaliar a qualidade do seu conteúdo e, a partir dessa avaliação, colocá-lo antes ou depois de outros conteúdos, numa busca. Resumindo: quanto melhor o seu conteúdo e mais adaptado às práticas de SEO, maiores as chances de ele aparecer nas primeiras páginas do Google e de que mais pessoas vão vê-lo.

Como você deve ter percebido, marketing é um conceito muito mais profundo do que se imagina. E a sua prática no mundo digital oferece inúmeros benefícios para empresas com menor potencial de investimento.

Se você ainda não começou a se informar a respeito, não perca mais tempo. O momento de aumentar a visibilidade da sua empresa gastando pouco e se aproximando dos seus potenciais clientes é agora!

Aliás, não dá pra falar de marketing digital sem falar de Inbound Marketing. Não sabe o que isso significa? Não deixe de ler o nosso artigo Outbound ou Inbound Marketing? Qual o ideal para uma PME? Chegou a hora de você decidir se vai até os clientes ou se vai trazê-los até você.

 
Postagens relacionadas
Saiba utilizar as redes sociais para divulgação de produtos
8 habilidades essenciais para um empreendedor de sucesso
[E-book] Guia da Negociação: como fechar mais negócios e otimizar seu resultado?
Quais são as novas habilidades necessárias para um líder do séc XXI?
Quais são as novas habilidades necessárias para um líder do séc XXI?
5 dicas para gerar crescimento empresarial saudável
1 Comentário
  • Excelente postagem! Precisamos de mais conteúdos completos e detalhados assim na internet. Obrigada! 🙂

    Acredito que o fortalecimento do negócio começa já na criação de um site tutorial da com identidade visual e ferramentas que ajudem a ranquear melhor (SEO, palavras-chaves, etc) no Google.

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web