Workshop, palestra, curso, simpósio, seminário, congresso: qual a diferença?

Workshop, palestra, curso, simpósio, seminário, congresso: qual a diferença?

Hoje, um dos maiores erros de uma organização é considerar que os funcionários não precisam aprender mais nada. Ou seja, as capacitações não são mais necessárias e podem ser colocadas em segundo plano. Se você pensa dessa forma, é melhor rever os seus conceitos. Afinal, participar de workshop, palestra, curso, simpósio, seminário e congresso é uma forma de acompanhar as tendências do mercado.

No mundo corporativo, as mudanças ocorrem com bastante rapidez e intensidade. Para compreendê-las, é fundamental buscar informações sobre novas tecnologias, modelos de gestão e comportamento dos clientes. Isso mostra que uma empresa deve ter um foco estratégico nas capacitações.

Se você pretende investir corretamente para qualificar os seus funcionários, a recomendação é fazer uma leitura atenta deste post para conhecer ações que podem melhorar os serviços de uma equipe. Confira!

Workshop

Consiste em uma modalidade de treinamento em que as discussões tratam de um assunto específico. Porém, são abordadas situações que mostram como os ensinamentos podem ser aplicados na prática.

Os participantes não ficam apenas assistindo à apresentação das ideias do expositor de forma passiva. Eles também mostram as suas opiniões sobre os tópicos incluídos na capacitação. Isso somente é possível porque o workshop é estruturado em 3 fases:

  • exposição (o instrutor apresenta algumas ideias sobre os assuntos que são analisados durante o treinamento);

  • discussão em equipe (os participantes se dividem em grupos para buscar soluções para um problema apresentado pelo instrutor);

  • e conclusão (são expostas as opiniões de cada grupo para análise, o que possibilita verificar a viabilidade das soluções apresentadas).

O workshop é indicado para tratar de temas bem específicos (desenvolvimento de softwares, normas de segurança etc.) que exigem uma capacidade crítica dos colaboradores para resolver problemas com rapidez e apresentar novas alternativas para aperfeiçoar os serviços.

Palestra

A intenção é destacar um tema que desperta o interesse dos colaboradores de maneira simples e rápida. O assunto não é abordado com muita profundidade, mas ajuda os participantes a receberem informações valiosas que podem ser úteis no dia a dia.

Por exemplo, uma empresa promove uma palestra sobre como a comunicação é importante para deixar o ambiente de trabalho mais agradável. Os empregados recebem dicas para expor as opiniões com mais clareza e precisão.

Nas organizações, é comum as palestras terem um foco motivacional. O objetivo é fazer com que os funcionários tenham um maior envolvimento com as metas e os valores da instituição. Essa iniciativa também proporciona outras vantagens, como:

  • melhorar o ambiente de trabalho;

  • tornar os funcionários mais produtivos;

  • manter a equipe disposta a superar os próprios limites;

  • e estreitar o relacionamento entre os gestores e os empregados.

Curso

Essa ação contribui para os funcionários aprenderem procedimentos ou adquirirem mais conhecimento para aperfeiçoar os serviços. Os cursos são ministrados por especialistas em um determinado segmento. Os instrutores devem ser didáticos e apresentarem uma linguagem de fácil compreensão.

Esse tipo de capacitação normalmente engloba pessoas que têm pouco ou nenhum conhecimento sobre o assunto a ser estudado. A exceção fica por conta dos cursos de especialização, responsáveis por aumentar as habilidades de um aluno em uma área, cuja experiência já foi comprovada.

Se você tem dúvidas sobre a importância dos cursos para os funcionários, é melhor conhecer alguns benefícios proporcionados, como:

  • atualizar os empregados sobre temas importantes para a empresa;

  • dar condições de os colaboradores aproveitarem melhor os recursos disponíveis;

  • fazer com que os funcionários tenham mais capacidade de se adaptar aos planos e estratégias da organização;

  • e possibilitar que os empregados criem alternativas para melhorar os serviços.

Muitas organizações também optam pelos cursos a distância. Com planejamento, essa modalidade de capacitação pode apresentar vantagens, por exemplo:

  • redução de custos (esses cursos, em geral, têm um preço mais acessível);

  • alta disponibilidade (os funcionários podem ver as aulas em qualquer local com acesso à internet);

  • e estimular a troca de informações (os empregados podem debater assuntos relacionados ao curso por meio de fóruns).

Simpósio

Tem como principal objetivo apresentar novidades sobre uma determinada área do conhecimento. Esse evento se caracteriza por contar com expositores de alto nível, o que propicia uma abordagem bastante qualificada.

Num simpósio, os participantes podem fazer perguntas diretamente aos expositores. Mas isso só pode ser feito após o término de uma apresentação. A medida é adotada para facilitar a compreensão das ideias apresentadas e fazer com que o público elabore perguntas pertinentes sobre os assuntos abordados.

Normalmente, os simpósios destacam temas de cunho científico. Embora fiquem juntos em uma mesa, os expositores não debatem as ideias entre si durante o evento.

Sem dúvida, o simpósio é uma forma de capacitação interessante, mas é necessário escolher bem os funcionários que vão participar. Do contrário, a empresa não terá retorno do investimento realizado.

Seminário

São debatidos temas interessantes para o público-alvo. Inicialmente, o expositor apresenta suas teses sobre um determinado assunto. Depois disso, abre espaço para as perguntas da plateia.

Um seminário pode ser composto por vários debates. Isso faz com que cada apresentação seja feita somente por um único expositor. Se você pretende conhecer as tendências do mercado de forma mais abrangente, uma boa alternativa é participar desse modelo de capacitação.

Durante um seminário também pode haver uma mesa redonda, onde há um moderador que organiza a exposição dos debatedores e a participação do público. A iniciativa contribui para a maior disseminação do conhecimento.

Congresso

É um evento promovido, na maioria das vezes, por entidades de classe. A intenção é debater os principais assuntos de um determinado setor (medicina, engenharia civil etc.). Um congresso pode ter várias atrações, como painéis, cursos, conferências e palestras.

Da mesma forma que um seminário, esse evento pode ter caráter nacional e internacional. Além disso, deve apresentar expositores de alto nível para atrair um grande número de participantes e ser realizado em um local onde haja uma boa infraestrutura e acomodações confortáveis para o público.

Outro aspecto marcante do congresso é apresentar um documento final, em que são apresentadas as principais soluções relacionadas com os temas debatidos.

Conheça mais vantagens das capacitações

Você pode estar se perguntando se realmente vale a pena um funcionário participar de um simpósio, seminário e congresso. Saiba que uma empresa pode conquistar alguns benefícios com essas capacitações, como:

  • obter informações valiosas sobre o mercado e a concorrência;

  • conhecer novas tecnologias;

  • fazer parcerias estratégicas;

  • e fomentar a cultura da inovação.

Com certeza, você percebeu que ter um plano de capacitações é uma ótima iniciativa, caso os funcionários ou você mesmo participem de um workshop, palestra, curso, simpósio, seminário e congresso de boa qualidade. Agora, que tal entrar em contato conosco para tirar dúvidas e entender um pouco mais sobre gestão? Estamos te esperando!

Postagens relacionadas
6 dicas para um fluxo de caixa impecável no seu negócio!
6 dicas para um fluxo de caixa impecável no seu negócio!
Inspire-se! 7 estratégias de marketing para sacudir seu negócio
10 estratégias infalíveis para fidelizar clientes
Diferencial Competitivo para vendas online: como definir o meu?
Qual o impacto do design de embalagens nas suas vendas?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web