Venda em atacado: o que é preciso para gerar fidelização?

Conquistar um cliente exige grandes esforços e, por isso, fidelizá-lo é imprescindível para as empresas. No entanto, quando se fala em venda em atacado, alcançar esse objetivo demanda estratégias específicas, já que o público desse tipo de empreendimento tem características diferenciadas em relação a segmentos de varejo.

Portanto, se o foco do seu negócio é a venda em atacado, este post foi feito especialmente para ajudá-lo. Nele, abordaremos 7 estratégias para fidelizar clientes. Preparado? Então continue a leitura e descubra como firmar um relacionamento de qualidade e se destacar da concorrência.

Crie programas de fidelidade

Os clientes frequentes merecem um tratamento especial. Afinal, quando a rotatividade dos consumidores é baixa, isso significa que seu negócio já tem um faturamento mais ou menos fixo previsto.

Portanto, para demonstrar que a manutenção do relacionamento com a sua empresa é uma opção vantajosa para o comprador, nada melhor que criar um programa de vantagens. Esse tipo de iniciativa atribui pontos para quem compra determinados produtos, garantindo brindes ou descontos de acordo com a soma acumulada.

Além disso, você pode criar promoções exclusivas para os clientes inscritos no programa de fidelidade. Essa é uma excelente maneira de fazê-lo prestigiar a sua empresa e torná-la um fornecedor preferencial.

Tenha um atendimento diferenciado

Uma verdade sobre o mercado atacadista é que diversos fornecedores oferecem os mesmos produtos, e muitos deles praticam preços muito próximos. Por isso, focar apenas na mercadoria e no valor não garantirá um diferencial competitivo para sua empresa.

Qual é o segredo para cativar o cliente, então? Facilitar a vida dele com um atendimento diferenciado. Além daquelas regras básicas, como a qualificação da equipe e atendê-lo da forma como gostaria de ser atendido, é importante pensar em outras questões.

O primeiro ponto diz respeito à organização. Ela garante a otimização do tempo e evita erros que podem desgastar a relação com o cliente. Além disso, também é importante pensar em algumas vantagens que a sua concorrência não oferece.

Dependendo do segmento, essas possibilidades podem variar. Vamos mencionar algumas alternativas:

  • dê a opção de atendimento em um horário diferenciado para clientes habituais, de acordo com suas possibilidades, tornando a experiência do consumidor mais conveniente.

  • ofereça antecipadamente lançamentos em caráter exclusivo, garantindo que os consumidores dele também tenham uma experiência diferenciada.

  • possibilite o adiantamento do processo de compras por meio de um sistema informatizado e garanta a separação de mercadorias antecipadamente, poupando o tempo do comprador.

  • crie condições para que o cliente experimente o produto. Essa ação pode ser mais eficiente do que simplesmente explicar suas funções ou vantagens.

Como já foi dito, pode ser que algumas dessas alternativas não sejam viáveis em seu setor ou adaptáveis à sua realidade. No entanto, busque outras formas de oferecer comodidades que ele não encontrará em seus concorrentes.

Padronize produtos

A padronização é uma ferramenta para a qualidade nos produtos e serviços oferecidos. Ela garante que as mercadorias foram produzidas a partir de determinadas normas, o que transmite segurança.

A padronização dos produtos visa à satisfação do cliente por garantir que a produção atende às necessidades que ele apresenta. Ela também favorece a melhoria contínua dos processos, o que leva ao aperfeiçoamento da mercadoria.

Portanto, se você produz mercadorias para distribuí-la no atacado, é importante saber que quanto mais adequadas elas estiverem aos padrões, maiores são as chances de satisfação do cliente e aceitação no mercado.

Essa padronização vale tanto para a fabricação em si, que deve levar em conta normas específicas do setor (NBR ISO 9001, NBR ISO 14001 etc.) quanto algumas regras para distribuição, como o código de barras.

Esse sistema de identificação é uma estratégia para a gestão e automação de processos de empresas, Isso significa que ele facilita a distribuição, comercialização e controle de estoque, o que em si já é uma vantagem para o comprador. Mas não é só isso.

Por indicar exatamente o tipo de produto, seu fabricante, a origem e outras características, o código de barras é imprescindível para que o comprador e seu cliente final depositem confiança em um produto ou marca. Em outras palavras, ele gera credibilidade.

Alinhe processos logísticos

Lembre-se de que seu comprador provavelmente é uma pessoa suficientemente ocupada com a gestão do próprio negócio. Por isso, comodidade e agilidade são fundamentais para conquistá-lo.

A entrega rápida pode fazer toda a diferença entre manter ou perder um cliente. Por isso, a equipe de vendas e o setor de logística devem trabalhar perfeitamente alinhados para não apenas cumprir as expectativas do comprador, mas até mesmo superá-las.

Tenha uma programação organizada e uma logística perfeitamente alinhada para que o processos sigam um fluxo normal e os prazos sejam devidamente cumpridos. Esse é um ponto chave para a fidelização do cliente.

Invista em uma comunicação clara e eficiente

Com tantas opções tecnológicas, não há desculpas para uma empresa não desenvolver ações de comunicação com seus consumidores. As ferramentas de contato são muitas, e elas podem servir tanto para divulgar produtos e promoções como para receber feedbacks, solucionar problemas rapidamente ou agilizar o atendimento.

Comunicados por e-mail, interação nas redes sociais e o investimento em outros canais de atendimento geram comodidade para o cliente e a percepção de que ele pode contar com essas facilidades para solucionar qualquer tipo de pendência. Portanto, sua empresa se torna um parceiro confiável.

Faça uma gestão de clientes e contatos

Se a sua empresa conquistou um cliente, isso é ótimo! Então, por que não pensar em formas de atendê-lo da melhor forma? Para isso, é importante conhecer seu perfil e procurar atender às suas expectativas.

Uma medida muito útil para alcançar esse objetivo é possuir um histórico de relacionamento. Por meio dele, é possível analisar os interesses do comprador e contactá-lo para informar sobre ofertas imperdíveis e negociações vantajosas a respeito dos produtos que ele costuma adquirir.

Além disso, esses dados permitem que a empresa invista em programas para a satisfação do cliente baseados em dados e critérios seguros. Com essa atitude, a probabilidade de fidelização e o sucesso do negócio aumentam exponencialmente.

Cumpra as condições do contrato

Lembre-se de que a venda é apenas o início de um processo de relacionamento com o cliente. O que acontece a partir dela é determinante para seu retorno e a promoção do seu negócio ou para que ele jamais queira repetir a experiência e relate o mau atendimento a outros.

Portanto, é fundamental cumprir o acordo estabelecido, tanto no que se refere a prazos de entrega, garantia e troca quanto a buscar soluções imediatas para problemas apresentados.

Com essas atitudes, você será qualificado como um parceiro com quem ele pode contar, e que promove negociações e interações vantajosas para todos os envolvidos.

Já conhecia essas estratégias para fidelizar clientes na venda em atacado? Utiliza outras ferramentas e métodos? Então compartilhe essas experiências por meio dos comentários!

 
Postagens relacionadas
Estratégia oceano azul: o que é e qual sua importância?
Aprenda a aproveitar o final do ano para alavancar as vendas
A importância do marketing digital para a expansão internacional
Saiba utilizar as redes sociais como aliada das vendas
Entenda a importância do planejamento tributário para sua empresa

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web