Saiba utilizar as redes sociais como aliada das vendas

Caprichar na vitrine sempre foi uma forma de cativar o consumidor. Não é sem motivo que lojas sempre investiram em mostrar suas mercadorias de forma atrativa, tornando a entrada praticamente irresistível. Porém, no século XXI não basta investir na vitrine física. Todo tipo de negócio, incluindo fabricantes, precisa entender que as redes sociais são uma grande fachada de exposição de seus produtos e que elas alcançam compradores do mundo inteiro. Então, como utilizá-las como aliadas para aumentar as vendas? 

Se você também quer fortalecer a sua marca e ganhar espaço no mercado nacional e até internacional, não deixe de ler este post. Vamos explicar como as redes sociais são fundamentais para quem quer realizar o social selling e ver sua fatia no mercado aumentar!

O que é social selling?

O social selling é a utilização das redes sociais para criar e manter um relacionamento com os clientes, contribuindo com os esforços comerciais realizados por uma marca.

Porém, o social selling não é a simples exposição aleatória da marca ou de seus produtos nas redes sociais. Ele ocorre quando existe uma verdadeira integração às estratégias de marketing da empresa.

Para essa finalidade, sua marca pode estar presente no Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn ou qualquer outra rede social. O importante é identificar em qual (ou quais) delas a interação com seus potenciais clientes é mais provável e comunicar-se com a linguagem própria desse meio.

Como vender nas redes sociais? 

Na verdade, essa é uma pergunta equivocada. O objetivo não é vender nas redes sociais, mas sim utilizar essas plataformas para se aproximar dos clientes, estabelecer uma conversa significativa e pessoal com eles.

Em um primeiro momento, o importante é focar na interação social e aproveitá-la para obter informações por meio desses canais. Isso permite chegar à abordagem comercial depois que o contato estiver qualificado — pronto para receber a oferta do produto e predisposto a aceitá-la.

Então, qual é a vantagem da social selling?

Talvez você pense que, se não vai vender nas redes sociais, não será importante estar presente nelas apenas para “bater um papo” virtual com o cliente. Isso não é verdade, pois a social selling vai, na verdade, reduzir os esforços para a venda, otimizar o tempo da equipe comercial e aumentar o lucro. Quer saber como?

Quando um consumidor em potencial recebe a oferta de um produto de uma marca com a qual ele não se relaciona, ocorre a chamada cold call, ou chamada fria. Nessa situação, o cliente não tem um contato prévio que o predisponha à compra.

Esse tipo de prática é como jogar o anzol em um oceano. Pode ser que o peixe fisgue, mas as probabilidades são bem menores e isso exigirá um esforço maior, com um investimento de tempo e recursos em busca de um número imenso de contatos.

Quando a empresa investe em se relacionar com os clientes pelas redes sociais, o processo se inverte. Essa interação gera seguidores (ou leads) que, quando abordados pela sua equipe de vendas, estão prontos para consumir o produto que a marca tem a oferecer.

Esse processo de conhecimento faz com que o cliente tenha uma experiência com a marca que impacta em uma futura compra e isso se traduz em números: estudos mostram que 70% dos representantes comerciais que utilizaram a social selling frequentemente superam os que não lançam mão dessa estratégia. Suas metas são alcançadas 23% mais vezes. 

Então, agora que você entendeu a importância de incorporar a social selling à estratégia do seu negócio, que tal aprender como utilizá-la como aliada para alavancar suas vendas?

Como impulsionar as vendas por meio das redes sociais?

As plataformas de interação social desempenham um papel fundamental em todas as etapas da jornada de compras do consumidor. Ou seja, elas são importantes desde o topo do funil de vendas (fase de construção de reconhecimento) até a concretização do negócio e até mesmo as recomendações. 

Por isso, é importante ter uma estratégia completa, que estabeleça ações apropriadas para cada fase desse contato, culminando na abordagem comercial, propriamente dita. Veja algumas sugestões de atuação em cada etapa:

Fase de reconhecimento

Nessa etapa, a principal função de uma página nas redes sociais é encontrar usuários que tenham o perfil típico de seus compradores. Para isso, a empresa pode apostar em parcerias com influenciadores do segmento, estratégias de marketing de conteúdo e até mesmo anúncios pagos. 

Esse público vai se interessar pelo conteúdo, curtir sua página, comentar suas postagens. Enfim, vai desenvolver um relacionamento, que será útil tanto para fortalecer sua marca quanto para obter uma percepção do que os clientes desejam.

Fase de geração de leads

Durante essa etapa, você já vai perceber que é possível obter um perfil mais detalhado de seus possíveis clientes. Informações como quem ele é, o que faz, o que pensa e onde encontrá-lo já ficam disponíveis e permitem a construção de uma estratégia de vendas mais personalizada e com maiores possibilidades de sucesso.

Além disso, a geração de leads vai contribuir para aumentar o tráfego do seu website, assim como das landing pages de sua empresa. Isso também vai permitir o uso de estratégias direcionadas, como o e-mail marketing. 

Essas ações mais específicas vão aproximando cada vez mais o prospect de sua empresa, levando ao fechamento do negócio.

Fase de fechamento do negócio

Na verdade, depois de ter fechado o negócio, as redes sociais se mostram uma estratégia de apoio às vendas que amplia o alcance e conquista novos clientes. 

À medida que o consumidor continua curtindo e compartilhando seus posts, assim como o ato de recomendar seus conteúdos e produtos, aumenta a visibilidade e garante autoridade de quem já utilizou um determinado serviço à sua avaliação. 

Algumas empresas, inclusive, incentivam esse compartilhamento de forma explícita, estimulando os clientes a compartilharem imagens do produto adquirido com uma hashtag específica. 

O fato é que essa interação contribui inclusive para o aumento do cross-selling e do up-selling, que incentiva o cliente a comprar produtos complementares aos que já adquiriu ou expõe a ele as vantagens de obter um produto Premium, que garante um aumento no ticket médio, aumentando seus lucros.

Entendeu como as redes sociais podem impulsionar suas vendas? Já utiliza algum desses recursos em sua estratégia de marketing? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários!

Postagens relacionadas
Como lidar com a pressão por resultados?
Como lidar com a pressão por resultados?
A importância da profissionalização para a expansão de mercado
Saiba como monitorar e analisar o comportamento do consumidor
Planejamento estratégico: saiba como expandir seu negócio
Código de defesa do consumidor: um amigo do empreendedor

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web