Saiba como o código de barras ajuda a aumentar as vendas

Você sabe como era o sistema de varejo na década de 70, antes da implantação do código de barras? Nos supermercados, o funcionário do caixa tinha que procurar a etiqueta do preço em cada embalagem para digitar o valor na máquina registradora.

Nesse tempo, era comum a empresa fechar as portas durante dias para fazer o inventário, pois fazer o controle de estoque manual exigia uma demanda enorme de trabalho. Hoje, graças à tecnologia, é possível identificar e localizar os produtos de forma rápida e eficiente.

Por mais que seja imperceptível aos olhos do consumidor, para a organização o código de barras ajuda a impulsionar as vendas e favorece a expansão dos negócios em nível nacional ou internacional.

Confira outras vantagens de automatizar a sua empresa com a impressão do código de barras nas embalagens dos seus produtos:

Como o código de barras ajuda a automatizar as vendas?

Otimiza o atendimento no caixa

Que cliente gosta de ficar esperando na fila do caixa? Por meio do leitor de código de barras impresso em cada produto, o sistema imediatamente identifica não só o objeto, mas a marca, o lote e o preço. O funcionário não precisa somar os valores, apenas aproximar cada produto no leitor digital: o total da compra aparece no monitor.

Apresenta o controle do estoque em tempo real

Aquela época em que era preciso fechar a empresa por vários dias para fazer o inventário de estoque faz parte do passado. O uso do código de barras propicia ao empreendedor o conhecimento real da quantidade de mercadorias em estoque.

Todas as informações são atualizadas à medida que novos produtos são lançados no sistema e outros chegam ao consumidor final. Você tem acesso ao volume de mercadorias que entram e saem da sua empresa.

Reduz a margem de erros

Cada produto possui um código de barras único e exclusivo, como uma espécie de impressão digital. Isso faz com que a probabilidade de haver equívocos na consulta de disponibilidade no estoque seja menor. Sem utilizar os recursos da tecnologia, os funcionários ficam mais sujeitos a cometer erros de digitação — esse tipo de problema ficou no passado.

Ajuda a evitar desperdícios, como produtos vencidos

De que outra maneira seria possível monitorar a validade dos produtos com tanta precisão? O código de barras permite consultar exatamente a localização do produto no estoque, consultar a validade e devolver o lote que está com a data ultrapassada. Menos desperdício para você e mais segurança para o seu público.

Facilita a organização das promoções

Sabe quando você quer se desfazer rápido de um determinado produto para renovar o estoque? É o momento certo de fazer uma promoção. Com uma consulta por meio do código do produto que você deseja promover, dá para identificar rapidamente a quantidade exata disponível no estoque. Isso é muito útil para planejar a estratégia da sua campanha com antecedência.

Favorece a expansão do seu negócio

O código de barras impulsiona o seu negócio, pois essa tecnologia ajuda a atingir novos mercados e até mesmo a exportar produtos, pois é uma exigência das leis de exportação. Dessa forma, a inserção do seu produto em outros territórios é facilitada e você consegue atingir um público muito maior. O resultado é animador: as vendas aumentam.

Todas essas vantagens apresentadas contribuem para alavancar as vendas de forma significativa. Ao otimizar o atendimento, os funcionários se tornam muito mais produtivos, pois trabalham de forma mais ágil e melhor.

O fato de ter o controle de estoque em tempo real permite uma autonomia maior para saber o que, como e quando comprar. Nesse caso, os recursos financeiros são sempre bem aplicados, pois o risco de você deixar um produto faltar ou exagerar na quantidade do pedido é zero.

Como implantar o código de barras?

Há duas maneiras de implantar o sistema de código de barras na sua empresa. Uma delas é criar um código próprio, a outra é implantar o código padrão GS1. Na primeira opção, o sistema só pode ser lido no interior da sua empresa. Já a tecnologia inovadora do código padrão GS1 permite a leitura das informações em qualquer instituição, tanto no Brasil como no exterior.

Listamos um passo a passo de como adotar o código de barras GS1. Veja como é simples:

Faça um cadastro no site da GS1 Brasil

Primeiro é preciso fazer a filiação da sua empresa no site da GS1 Brasil. Esse processo vai fornecer o prefixo da organização. Organize todas as informações sobre os produtos, a área de atuação do seu negócio, o motivo da filiação, a quantidade média de produtos e outras.

2. Identifique os itens comerciais

Com o prefixo em mãos, a quantidade de itens e o número de referência dos produtos, você deve fazer a identificação dos itens comerciais. Essa ação é fundamental para garantir a assertividade de todo o processo.

3. Escolha o código certo

Agora, o próximo passo é escolher entre os diferentes tipos de códigos de barras, de acordo com a aplicação. O mais comum é o EAN-13, preferencialmente nas cores preta e branca. Os códigos GS1 DataBar possuem um tamanho bem pequeno e são ideais para produtos menores, como verduras e legumes.

Você será orientado a acessar o Cadastro Nacional de Produtos — CNP a partir do login e senha fornecidos por e-mail depois de encerrar o processo de filiação. Após inserir as informações técnicas necessárias e outras referentes à qualidade do produto, o sistema inicia a criação dos códigos.

4. Mantenha a parceria com a GS1 Brasil

Depois que você se associar e concluir a implantação do código de barras na sua empresa, é preciso adquirir um software, por meio de compra ou aluguel. Também é necessário comprar uma impressora de boa qualidade e um leitor de códigos.

Não se esqueça de que o código de identificação do produto não pode sofrer alterações depois que for gerado. A numeração é como se fosse a identidade de cada produto: ela é única no mundo.

Em caso de dúvidas, busque os cursos de capacitação, consultoria e certificação do código de barras para os afiliados.

Quer saber mais sobre essa tecnologia fascinante? Leia também: Entenda como funciona o código de barras.

 
 
Postagens relacionadas
10 dúvidas sobre embalagens para exportação para não errar!
Gestão de estoque: um guia para deixar tudo sob controle
Use a tecnologia como aliada para o crescimento da sua PME
Google Shopping: é obrigatório o uso do código de barras e do GTIN?
Google Shopping: é obrigatório o uso do código de barras e do GTIN?
Entenda a tecnologia dos leitores de códigos de barras e como ela vem avançando

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web