Levando o marketing estratégico à prática em 5 dicas

No setor de marketing de qualquer empresa, o primeiro passo para a criação de campanhas de sucesso é o planejamento estratégico. Com ele, são definidos metas e objetivos para as ações.

O planejamento estratégico existe para organizar a rotina de curto, médio e longo prazo de uma equipe de marketing. Dessa maneira, deve preceder qualquer ação e incluir etapas como definição de persona e público-alvo, delegação de tarefas para equipes, entre outras.

Tão importante quanto a fase de planejamento de marketing é colocá-lo em prática. Nesse sentido, passamos da fase estratégica para a operacional.

Neste post, listamos 5 dicas para colocar seu planejamento em ação com sucesso. Confira!

1. Tenha segurança do seu planejamento

Antes de colocar a mão na massa, é preciso ter certeza de que todas as etapas do planejamento estratégico foram coerentes com as capacidades da sua equipe e que ela cumprirá o combinado.

Para tanto, é necessário verificar os principais pontos do planejamento, tais como:

  • Identificação do público-alvo;

  • Criação da persona;

  • Análise do mercado;

  • Definição das metas de curto, médio e longo prazo;

  • Definição das estratégias de vendas e precificação.

O marketing estratégico pode, ainda, incluir diversas outras etapas, mas as listadas acima são básicas e essenciais para se ter um planejamento organizado.

2. Defina o cronograma de ações

Após realizar todo o planejamento, é hora de começar a colocar as ações em prática. Para isso, é essencial ter definido o cronograma dessas ações.

Lembre-se de que todo o planejamento culminará em ações que serão executadas para atingir os objetivos de curto, médio e longo prazo. Portanto, deverão ser elaboradas estratégias e tarefas para serem realizadas nesses mesmos períodos de tempo.

Definir um calendário para suas campanhas e ações de marketing faz com que a equipe tenha prazos a cumprir. Além disso, os projetos receberão a devida atenção de acordo com o seu tamanho e sua prioridade.

Para colocar efetivamente o planejamento em prática, é necessário ser organizado e rigoroso com suas obrigações. Daí vem a importância da elaboração de um cronograma, pois profissionais mais organizados não abrem mão dele. E, de quebra, é uma ferramenta de grande ajuda para aqueles funcionários que se perdem entre tantas tarefas.

3. Siga o roteiro das ações

A etapa do marketing operacional, que é onde as ações planejadas tomarão forma, envolve um roteiro relativamente básico independentemente do porte da empresa.

Esse roteiro é composto dos seguintes pontos:

  • Criação e lançamento do produto ou serviço a ser divulgado;

  • Desenvolvimento da campanha de divulgação nas mídias selecionadas;

  • Envolvimento de todos os colaboradores da empresa;

  • Fechamento de pós-venda e aplicação de estratégias de fidelização.

Essas ações variam muito pouco a depender do tamanho do empreendimento. Basicamente, o que poderá ser diferente de um para o outro é a dimensão das campanhas e ações de marketing, que vão variar de acordo com o investimento financeiro disponível.

Para entender melhor, que tal um exemplo? Imagine o dono de um restaurante de bairro que observa no seu público-alvo a demanda por entregas delivery. Identificada essa demanda, ele cria o serviço e começa a desenvolver estratégias de divulgação.

Entre as opções de divulgação para o seu novo serviço, ele pode recorrer a mídias televisivas, de rádio, impressas etc. Porém, devido ao porte de seu negócio, essas estratégias estão fora da realidade financeira do empreendimento.

Dessa maneira, pode ser realizada uma campanha de mala direta no bairro e divulgação para aqueles clientes que frequentam o estabelecimento. Tendo sucesso, o dono do restaurante pode estabelecer um cartão de descontos para quem comprar X refeições, por exemplo. Essa seria a estratégia de fidelização dos novos clientes, que passariam a consumir mais o novo serviço.

Seguir esse roteiro e adequá-lo de acordo com o porte do seu empreendimento é uma ação chave para organizar suas campanhas e identificar possíveis desvios no planejamento ao longo da execução. Uma lista de ações a serem executadas não faltará para nenhuma empresa. O que faz a diferença, nesse caso, é ter um bom planejamento e disciplina para segui-lo.

4. Trabalhe com equipes

Outro ponto importante para colocar as ações planejadas nos trilhos é trabalhar em equipe. Isso significa que é recomendável que se dividam os diferentes projetos e etapas do planejamento em mais de um time de trabalho.

Ao definir equipes que vão focar esforços em projetos separadamente, você estará fazendo com que várias cabeças possam solucionar rapidamente os possíveis problemas que venham a aparecer.

Além disso, o fluxo de trabalho será agilizado, pois serão vários grupos trabalhando simultaneamente em várias etapas do planejamento. Isso ajuda na execução do cronograma e nas estratégias para se atingir as metas propostas.

No nosso exemplo anterior, além de envolver todos os colaboradores do restaurante, é preciso fazer com que alguns fiquem responsáveis pelas diferentes etapas do trabalho de divulgação.

Por exemplo, um funcionário pode ficar responsável pela criação ou contratação de alguém que elaborará os folhetos de mala direta. Outro terá como tarefa a distribuição desses folhetos. Já o dono pode ser o responsável pelo atendimento inicial das demandas de delivery e controle dos cartões de fidelidade.

Em empresas maiores, logicamente as ações terão proporções aumentadas. Porém, a mão de obra disponível para as tarefas a serem executadas será proporcionalmente maior.

5. Analise seus resultados

Todo planejamento estratégico de marketing, seguido da execução das ações propostas, tem como etapa final a análise dos resultados. Essa análise pode ser feita de diversas maneiras e, preferencialmente, também durante a execução das campanhas.

Estratégias de marketing digital, por exemplo, permitem uma análise em tempo real dos resultados alcançados, bem como dados mais completos. Por exemplo, é possível saber qual parcela do seu público-alvo foi mais atingida por uma campanha nas redes sociais.

O monitoramento das ações de marketing é essencial na identificação de possíveis erros que possam ter sido cometidos durante o planejamento ou mesmo na execução. Com essa identificação dos problemas, é possível realizar a correção no decorrer da campanha e acertar o rumo para que as estratégias propostas tenham sucesso.

Além disso, analisar os resultados após a finalização da campanha permite a elaboração de novas ações de marketing estratégico muito mais precisas, com maiores chances de sucesso.

Como vimos, planejar e executar as estratégias envolve uma série de fatores. Que tal conferir no nosso blog outras 7 dicas de marketing para pequenas e médias empresas?

 
Postagens relacionadas
Pequenas e médias empresas: 7 erros que prejudicam suas vendas
O que é ROI? Entenda o poder dessa métrica para sua empresa
Como calcular a renumeração variável?
Como calcular a renumeração variável?
alimentos
Como fazer uma distribuição de alimentos eficiente?
Como a embalagem pode se tornar o diferencial de uma empresa?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web