Estratégia oceano azul: o que é e qual sua importância?

Você sabe o que é a estratégia oceano azul? Trata-se de um conceito de negócios que consiste em explorar nichos específicos, onde a concorrência não é tão acirrada. Isso garante vantagem competitiva para a empresa, que se posiciona como um player dentro do seu mercado de atuação.

Neste artigo, vamos explicar com detalhes o que é a estratégia oceano azul, quais são suas vantagens e como implementar a tática na empresa. Confira!

Saiba o que é a estratégia oceano azul

A estratégia oceano azul consiste em se distanciar da concorrência, explorando mercados onde há pouca ou nenhuma atuação. A metáfora relaciona o oceano azul como um ambiente rico em oportunidades de negócios, onde não há concorrência de mercado.

Já o “oceano vermelho” representa mercados saturados e extremamente competitivos. Nesse último cenário, as baixas margens de lucro e comoditização de produtos e serviços podem ser consequências da disputa agressiva entre organizações.

Além de explorar novos nichos, a estratégia oceano azul também se caracteriza pela inovação. Em alguns casos, a empresa pode provocar a disrupção de um conceito e, dessa forma, conquistar outros mercados — inclusive o de seus concorrentes. Isso porque a companhia pode oferecer uma proposta de valor única que, a longo prazo, tornaria obsoletos determinados modelos de negócios.

Confira 3 vantagens da estratégia oceano azul

A estratégia pode trazer uma série de benefícios para a organização. Por isso, é importante que tanto startups quanto empresas que já operam há algum tempo no mercado repensem suas estratégias.

Abaixo, listamos as principais vantagens de implementar a estratégia na companhia. Confira:

1. Auxilia no crescimento da empresa

Quando a empresa atua em um mercado inexplorado, as chances de crescimento são muito maiores. Isso porque, ao entrar em um nicho onde não há concorrência, a companhia conquista consumidores fiéis, leais à marca e, muitas vezes, entusiastas da proposta de valor que o negócio oferece.

Porém, é importante destacar que a empresa deve promover uma melhoria contínua nas suas operações, de modo a seguir oferecendo a melhor experiência possível para o consumidor. Caso contrário, a concorrência pode alcançar — e derrubar — a pioneira.

2. Aumenta a visibilidade da marca

Uma empresa que traz inovação para determinado segmento atrai não apenas o interesse de consumidores, como a atenção da mídia. Isso ajuda a aumentar a visibilidade da marca e pode, inclusive, auxiliar na divulgação de outros produtos ou serviços que atendem nichos mais concorridos.

3. Fortalece a marca

Conceituar-se como uma empresa inovadora contribui para o fortalecimento da marca. Afinal, a própria proposta de valor do produto ou serviço oferecido pela empresa já funciona como uma ferramenta de marketing.

Saiba como implementar a estratégia oceano azul na empresa

A estratégia possui seis fronteiras que devem ser superadas. Após a conclusão dessa etapa, a empresa deve enfrentar quatro passos para conquistar a clientela.

Confira as 6 fronteiras da estratégia oceano azul

1. Avaliar os setores alternativos

Consiste em avaliar se as atividades propostas pela empresa podem entrar em conflito com os produtos ou serviços oferecidos por outros setores. Por exemplo: o cinema pode ser uma alternativa ao teatro que, por sua vez, pode ser uma alternativa para um jantar em um restaurante. Apesar de atuar em segmentos diferentes, todas as opções são alternativas de entretenimento.

 

2. Analisar a cadeia de compradores

Consiste em entender quem é o comprador-alvo do serviço ou produto. Algumas empresas oferecem um produto que é adquirido por um público, mas usufruído por outro. É o caso de produtos destinados para o público infantil, por exemplo: os pais realizam a compra, mas quem fará uso do produto serão os filhos.

 

3. Estudar as ofertas de produtos ou serviços complementares

Muitos negócios podem surgir por meio da demanda por produtos ou serviços complementares. Por exemplo: a internet nasceu como um veículo de comunicação e, com o passar dos anos, deu origem a lojas virtuais, contratação de serviços online, entre outras atividades. Cabe à empresa avaliar se existe uma oportunidade em determinada área ou segmento.

4. Identificar os apelos funcionais e emocionais dos consumidores

Consiste em identificar quais argumentos podem convencer o consumidor do diferencial oferecido pela empresa. Para isso, a empresa deve fugir do lugar-comum e comunicar outras vantagens para seus potenciais clientes para, assim, despertar seu interesse ou emoções.

5. Examinar os grupos estratégicos da empresa

Cada segmento de mercado possui um grupo de empresas ou profissionais que se destaca pelo seu desempenho. Esses grupos costumam adotar estratégias semelhantes que resultam em uma alta performance quando comparados a outras companhias do mesmo setor. Avaliar as qualidades competitivas dos grupos estratégicos do setor de atuação é uma forma da empresa alcançar esse diferencial. Para isso, deve-se entender o formato dos negócios bem-sucedidos e importar algumas estratégias para dentro da realidade organizacional da empresa.

6. Analisar o transcurso do tempo

Tecnologia, inovação e mudanças no panorama do mercado podem afetar as empresas com o decorrer do tempo. Por isso, é importante que a empresa se mantenha atenta às tendências para identificar oportunidades e antecipar possíveis adaptações ao mercado.

Conheça os 4 passos da estratégia

Depois de vencer essas fronteiras, a empresa deve adotar os seguintes procedimentos para implementar a estratégia oceano azul:

1. Despertar visual

Consiste em fazer uma comparação da empresa com os seus concorrentes e avaliar o que pode ser adaptado.

2. Exploração visual

Nessa etapa, a empresa deve sair a campo para explorar as fronteiras da estratégia. Assim, a organização poderá traçar um plano de ação de acordo com o que observou nesses estudos.

3. Feira de estratégia visual

Consiste em elaborar uma matriz de avaliação de valor baseada no que foi estudado. Esse documento terá que contemplar o feedback de clientes, clientes do concorrente e clientes em potencial.

4. Comunicação visual

Nesse passo, a empresa deve criar e distribuir perfis estratégicos em uma única página e incentivar aqueles que possibilitam a implementação da estratégia.

Entenda a importância da estratégia oceano azul

A estratégia oceano azul oferece um grande diferencial competitivo para a empresa. Além disso, também possibilita que a companhia se posicione em um nicho inexplorado e se torne referência no setor. Por isso, é importante identificar segmentos onde a demanda por determinado produto ou serviço seja alta, mas a oferta limitada. Assim, a empresa estará mais próxima de negócios disruptivos e, portanto, lucrativos.

E aí, ainda tem alguma dúvida sobre o assunto? Conhece algum nicho que se encaixa no “oceano azul”? Conta pra gente aqui nos comentários!

 

Postagens relacionadas
7 dicas para evitar problemas ao formar uma sociedade empresarial
Negociação: a importância das pessoas no processo
Drop shipping: o que é e como usar?
Drop shipping: o que é e como usar?
Venda em atacado: o que é preciso para gerar fidelização?
Afinal, quais as vantagens da NF-e para PME?
Afinal, quais as vantagens da NF-e para PME?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web