A percepção do consumidor quanto à função do código de barras

Para começar, aqui vai um dado bem interessante para que você comece a ver com melhores olhos a função do código de barras nos seus produtos: 89% dos consumidores o utilizam nas suas compras de supermercado.

Se você é do tipo de pessoa que só se convence por números, esse já é, por si só, um bom motivo para considerar adotar esse tipo de identificação: o código de barras não passa despercebido de forma nenhuma nas compras cotidianas dos seus clientes. Resta, agora, saber se eles depositam confiança suficiente nele a ponto de reconhecerem sua necessidade e atribuírem um valor maior aos produtos que o utilizam.

É sobre isso que vamos falar no texto de hoje. Entenda o que as pessoas pensam sobre o código de barras, suas expectativas a respeito do futuro desse serviço e as associações que elas fazem entre esse tipo de identificação, a segurança e a credibilidade das marcas que o utilizam:

O consumidor está mais exigente e bem informado

Hoje em dia, é muito difícil encontrar uma empresa que não venda ou considere seriamente começar a vender seus produtos ou serviços pela internet.

Com todas as vantagens e comodidades do e-commerce para vendedores e compradores, a tendência é que, cada vez mais, esse tipo de serviço migre para o ambiente virtual.

E isso não ocorre só com as compras. A pesquisa de produtos, pagamento e avaliação também são feitos dessa maneira, o que disponibiliza mais informações e dá um poder maior ao consumidor, transformando suas compras em processos cada vez mais exigentes.

A primeira consequência disso é a necessidade de uma forma única de identificar os produtos, centralizando todas as informações que os consumidores precisam para fazer buscas mais fáceis e objetivas.

O QR Code — uma variante do código de barras que pode ser escaneado por dispositivos móveis como celulares e tablets — conseguiu um grande avanço nesse sentido, mas a tendência é que muitas outras melhorias sejam implementadas.

Seria muito conveniente para esse consumidor — que pesquisa e compara produtos sem sair de casa — que todas as informações sobre os produtos que ele procura estivessem reunidas em um único lugar.

Ele gostaria que mais informações fossem disponibilizadas

Se dependesse do consumidor brasileiro, o código de barras já seria utilizado em vários outros serviços como exames médicos, internação em hospitais e clínicas e até identificação individual.

Além disso, existe a expectativa de que a identificação melhore e os códigos de barras passem a apresentar também uma maior quantidade de informações sobre os produtos. Dentre essas informações, a que é considerada a mais importante é a data de validade.

Hoje, as barras informam sobre o fabricante de uma mercadoria, sua localização em um lote e dados básicos sobre o processo de fabricação.

Novas informações e um maior detalhamento das já existentes, no entanto, devem começar a aparecer em breve. A data de validade e todos os detalhes sobre a cadeia de fornecimento não devem demorar a serem incorporados.

Os dados de chegada, saída e entrega são os que mais podem revolucionar a forma como são feitos esses serviços hoje em dia. Isso porque eles se relacionam diretamente com outra grande preocupação dos consumidores: a segurança.

Ele acha que dar segurança também é função do código de barras

A maior transformação que o código de barras pode desencadear se relaciona com um procedimento denominado rastreabilidade. Basicamente, trata-se de permitir que os produtos sejam localizáveis desde o momento em que são fabricados até chegarem ao consumidor final.

Isso ajuda a tornar todo o processo de entrega mais confiável, além de prevenir um crime que tanto incomoda fabricantes e consumidores: a falsificação.

Se o produto for identificável e rastreável pelo código de barras, o consumidor pode atestar sua autenticidade e acompanhar melhor a entrega das suas compras pela internet. A longo prazo ele vai também comprar mais barato, já que a logística difícil e a prática da falsificação aumentam a necessidade de fiscalização, o que aumenta os impostos e modifica o preço final dos produtos.

Uma outra boa consequência de tornar os produtos rastreáveis é facilitar o processo de recall deles. Esse processo consiste em uma devolução de lotes danificados, estragados ou com defeito de fabricação.

O setor de alimentos é um dos que mais faz uso desse procedimento. Você consegue imaginar o risco que representa comida contaminada chegando às prateleiras de supermercados?

Resumindo: recall e rastreabilidade são fundamentais e aumentam muito a segurança do consumidor, mas só podem fazer isso com a ajuda do código de barras.

Ele começa a se conscientizar de que o código de barras é um tipo de profissionalização

Como dissemos, a internet transforma o consumidor, tornando-o mais exigente e seu processo de compra, mais consciente.

A principal consequência disso é que ele começa a pesquisar e compreender a importância de processos como rastreabilidade e recall e levar esses processos a sério, fazendo deles critérios importantes para escolher entre diferentes fabricantes.

Não é exagero dizer que um cliente facilmente associa a presença do código de barras na embalagem de um produto com uma atitude mais profissional do seu fabricante.

E com o passar dos anos, o provável é que as barras se tornem símbolo de profissionalismo, cuidado com o consumidor, segurança e autenticidade de um produto.

Afinal, as pessoas já estão tão habituadas com o código de barras nas prateleiras de supermercado que chegam mesmo a notar facilmente sua ausência.

Com consumidores acostumados com os códigos identificadores e cada vez mais exigentes, aumenta o empenho de associações de automação no mundo todo em torná-los melhores, mais completos e sofisticados.

É a evolução tecnológica simplificando a vida do consumidor e das empresas.

Agora você sabe o que os seus clientes pensam sobre a função do código de barras e tem vários motivos para adotá-lo na sua produção. Que tal, então, aproveitar para se informar também sobre as vantagens competitivas das empresas que usam esse tipo de identificação? Agradando os clientes e saltando na frente da concorrência, o seu negócio vai crescer como nunca!

Postagens relacionadas
A relevância do código de barras para o desempenho comercial da empresa
Conheça o poder da embalagem de produtos para exportação
Indicadores de Desempenho para logística: entenda a sua importância
Preciso de código de barras para meus produtos?
Atenção! O que você precisa saber antes de usar códigos de barras?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web